Telegram Messenger CLI no GNU/Linux (e Mac OS X)

Publicado por Nader em 21/03/2014

[ Hits: 12.554 ]

 


Telegram Messenger CLI no GNU/Linux (e Mac OS X)



Bem, nesta dica, irei ensiná-los a baixar e executar uma versão não oficial do mensageiro instantâneo concorrente (e cópia melhorada) do WhatsApp.

Dentre as diferenças, a que mais me chamou atenção, é que diferente do WhatsApp, o Telegram é de código aberto, ou seja, qualquer um pode usá-lo e modificá-lo sem nenhum problema de direitos autorais, além do recurso de autodestruição das mensagens em tempo determinado e também a criptografia.

Tal mensageiro roda diretamente do terminal ou da área de trabalho, via texto dentro da distribuição GNU/Linux. As versões oficiais restringem-se ao iOS e ao Android, mas, hoje contamos com versões não oficiais para Windows Phone, Android (Telegram S-edition), Webogram (para navegadores), Webogram Chrome App, e também versão para GNU/Linux e Mac OS (Messenger Telegram).

Por ser código aberto, devem existir mais versões, mas a versão aqui usada nesta dica, é a indicada no site oficial do Telegram:
Não farei nada mais que traduzir as instruções de instalação do desenvolvedor disponíveis aqui.

A versão atual encontra-se hospedada no GitHub e foi desenvolvida por vysheng:

Instalação

Adicione o repositório do GitHub:

git clone https://github.com/vysheng/tg.git && cd tg

Ou, faça o download e extraia o arquivo .zip:

wget https://github.com/vysheng/tg/archive/master.zip -O tg-master.zip
unzip tg-master.zip && cd tg-master

GNU/Linux e BSDs

Instale as bibliotecas readline ou libedit, openssl e (se você quiser essa configuração) libconfig e liblua.

Se você não quiser usar essas configurações, adicione --disable-libconfig e --disable-liblua, respectivamente.

No Ubuntu, use:

sudo apt-get install libreadline-dev libconfig-dev libssl-dev lua5.2 liblua5.2-dev

No Gentoo:

sudo emerge -av sys-libs/readline dev-libs/libconfig dev-libs/openssl dev-lang/lua

No Fedora:

sudo yum install lua-devel openssl-devel libconfig-devel readline-devel

No FreeBSD:

# pkg install libconfig libexecinfo lua52

No OpenBSD:

# pkg_add libconfig libexecinfo lua

Então digite, respectivamente:

# ./configure
# make


O autor também ensina a aplicar tais configurações ao Mac OS X. Mesmo não sendo o foco do site, traduzirei:

O cliente para Mac OS depende da readline library e da libconfig, que não são incluídas no Mac OS X por padrão. Você pode instalar essas bibliotecas, por exemplo, usando o Homebrew:

brew install libconfig
$ brew install readline
$ brew install lua
$ export CFLAGS="-I/usr/local/include -I/usr/local/Cellar/readline/6.2.4/include"
$ export LDFLAGS="-L/usr/local/lib -L/usr/local/Cellar/readline/6.2.4/lib"
$ ./configure && make


* Nota do desenvolvedor:

Agradeço ao @jfontan por essa solução.

Instale esses ports:
  • devel/libconfig
  • devel/libexecinfo
  • lang/lua52

Em seguida, execute:

env CC=clang CFLAGS=-I/usr/local/include LDFLAGS=-L/usr/local/lib LUA=/usr/local/bin/lua52 LUA_INCLUDE=-I/usr/local/include/lua52 LUA_LIB=-llua-5.2 ./configure

$ make


Em outras distribuições UNIX

Se você conseguir executar em outros sistemas UNIX, por favor, avise o autor.

Executando, digite:

./telegram -k <public-server-key>

Por padrão, a chave pública é armazenada na mesma pasta (tg-master, que havia sido criada com a extração do arquivo .zip) com o nome de tg.pub (mas na última modificação, o nome se tornou tg-server.pub) ou em /etc/telegram/server.pub. Senão, especifique onde encontrá-lo:

./telegram -k tg.pub

[Nota do tradutor] Os comandos para usar o Telegram no terminal são simples, mas um pouco confusos (pelo menos para mim). Quando precisar, digite help e aparecerá o histórico de comandos.

Peer se refere ao nome do contato ou diálogo que pode ser acessado. Quando houver um contato com dois nomes ou mais, um grupo de conversa, ou uma conversa criptografada, troque o espaço por underline "_".

Se houverem dois ou mais contatos/grupos com o mesmo nome, um número é anexado ao nome (por exemplo, o contado "João", ficaria: João; João#1; João#2, etc).

Comandos do software

Mensagens:
  • msg <peer> Text :: Envia uma mensagem para o contato (peer).
  • fwd <user> <msg-seqno> :: Encaminha uma mensagem ao usuário. Você pode ver o número da mensagem adicionando -N ao inciar o programa.
  • chat_with_peer <peer> :: Inicia uma sessão de conversa com o contato. /exit ou /quit para sair desse modo.

N. do T.: enquanto no primeiro comando você envia uma mensagem de cada vez, aqui você abre um diálogo, dispensando a necessidade de toda vez repetir o primeiro comando.
  • add_contact <phone-number> <first-name> <last-name> :: Tenta adicionar o contato para lista de contatos do telefone.
  • rename_contact <user> <first-name> <last-name> :: Tenta renomear o contato. Indicado quando há contatos que podem entrar em conflito ou confundi-lo.
  • mark_read <peer> :: Marca todas as mensagens como lidas do contato.

Multimídia:
  • send_photo <peer> <photo-file-name> :: Envia fotos para o contato.
  • send_video <peer> <video-file-name> :: Envia vídeo para o contato.
  • send_text <peer> <text-file-name> :: Envia arquivos de texto em forma de mensagem.
  • load_photo/load_video/load_video_thumb <msg-seqno> :: Baixa foto/vídeo para o diretório.
  • view_photo/view_video/view_video_thumb <msg-seqno> :: Baixa foto/vídeo para o diretório e inicia o visualizador padrão do sistema.

Opções de grupos:
  • chat_info <chat> :: Mostra informações sobre o chat em grupo.
  • chat_add_user <chat> <user> :: Adiciona usuários ao chat.
  • chat_del_user <chat> <user> :: Remove usuário do chat.
  • rename_chat <chat> <new-name> :: Renomeia nome do grupo.
  • create_group_chat <user> <chat topic> :: Cria um grupo com usuário, use "chat_add_user" para mais usuários.

Pesquisas:
  • search <peer> pattern :: Busca a expressão em mensagens do contato.
  • global_search pattern :: Busca a expressão em todas as mensagens.

Chat Secreto:
  • create_secret_chat <user> :: Cria chat secreto com o usuário.
  • - visualize_key <secret_chat> :: Mostra a chave de criptografia. Você compará-la com a de seu contato.

Informações variadas e de status:
  • user_info <user> :: Mostra informações sobre o usuário.
  • history <peer> [limit] :: Mostra histórico (e marca como lida). Limite padrão = 40.
  • dialog_list :: Mostra informação sobre o diálogo.
  • contact_list :: Mostra informação sobre a lista de contatos.
  • suggested_contacts :: Mostra informações sobre os contatos, no máximo amigos comuns.
  • stats :: Apenas para depuração (debugging).
  • show_license :: Mostra o conteúdo do GPLv2 (licença).
  • help :: Mostra o comando de ajuda (que por sinal é essa lista).

Conclusão

Eu espero ter contribuído com a comunidade traduzindo essas informações.

Fonte: vysheng/tg · GitHub
Texto original (desenvolvedor): vysheng, todos os direitos reservados a ele.

Testado por mim apenas no Ubuntu 12.04 LTS (Precise Pangolin).

Obs.: ao iniciar o software pela primeira vez, digite, respectivamente:
  • Código do país + DDD + telefone
No caso do Brasil, o código é +55. Aí, insira o DDD e o seu telefone celular. Será enviado um código, ou se você selecionar a opção Call, ele ligará para você com um número aleatório para confirmar seu número.


Bem, com isso, espero ter ajudado a comunidade de alguma forma.

Fiquem atentos, essa versão está em fase BETA, então, podem ocorrer alguns erros.

Até a próxima.

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Vídeo aula: Como instalar o Skype no Ubuntu 13.10

Como instalar o Oracle Java 7 no Debian via repositório PPA

Kludgets - Seu Linux com widgets do Mac

Instalando XMMS no BigLinux

Multimedia Converter no Ubuntu 12.04 LTS

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 22/03/2014 - 04:43h

Boa, para quem usa Arch, Manjaro, Chakra... já está no Aur.

Funciona que é uma beleza.

[2] Comentário enviado por Nader_Novato em 25/03/2014 - 14:10h

Estou usando no lubuntu sem problemas...

[3] Comentário enviado por renatorsti em 29/11/2016 - 12:05h

Gostaria de uma ajuda nesse tudo se possível, segue meu telegram 6199996-5426 ou meu skype renators.ti

agradeço a ajuda

[4] Comentário enviado por jrvissotto em 12/01/2017 - 00:51h

Boa Noite pessoal, estava tendo alguns problemas para instalar o telegram no PfSense 2.3, segue a solução que encontrei.

Basta baixar e adicionar as seguintes bibliotecas
fetch http://pkg.freebsd.org/freebsd:10:x86:64/release_3/All/libconfig-1.4.9_1.txz
pkg add libconfig-1.4.9_1.txz
fetch http://pkg.freebsd.org/freebsd:10:x86:64/release_3/All/lua52-5.2.4.txz
pkg add lua52-5.2.4.txz
fetch http://pkg.freebsd.org/freebsd:10:x86:64/release_3/All/libexecinfo-1.1_3.txz
pkg add libexecinfo-1.1_3.txz
fetch http://pkg.freebsd.org/freebsd:10:x86:64/release_3/All/jansson-2.7_1.txz
pkg add jansson-2.7_1.txz

Baixar e instalar o telegram
fetch http://pkg.freebsd.org/freebsd:10:x86:64/release_3/All/telegram-1.3.1.txz
pkg add telegram-1.3.1.txz

Depois só abrir o telegram
telegram-cli

Espero ter ajudado



Contribuir com comentário