Teclado ABNT2 pelo Terminal

Publicado por Andre (pinduvoz) em 10/04/2019

[ Hits: 3.872 ]

Blog: http://casadopinduvoz.wordpress.com/

 


Teclado ABNT2 pelo Terminal



Dica curta, mas acho que é útil.

Fui testar um live-USB do Fedora 30 e não tinha a opção de configurar o teclado antes do boot.

Para poder rodar o sistema sem me atrapalhar, a solução foi reconfigurar o teclado pelo terminal após o boot, o que se faz com um simples comando:

setxkbmap -model abnt2 -layout br

Obviamente, a reconfiguração acima foi feita para um teclado brasileiro, ABNT2, com cedilha e acentos.

E se você colocar a mesma linha de comando no seu arquivo ~/.bashrc (o "til" significa que ele está na sua pasta pessoal; o "ponto" na frente do nome significa que se trata de um arquivo oculto), o teclado será reconfigurado a cada boot, sem precisar digitar nada.

Você também pode reconfigurar um teclado "us_intl" com as Dead Keys (acentos e cedilha) com um simples comando, que também pode ser colocado no seu arquivo ~/.bashrc.

Nesse caso, o comando seria:

setxkbmap -model pc104 -layout us_intl


Até a próxima dica.

Outras dicas deste autor

MintMenu no Debian 6.0 "Squeeze"

Indeciso entre o Fedora e o Ubuntu? Teste o Fuduntu

Menu do Grub2 no boot

Plank com espaço reservado (Xfce)

Compositing no Metacity - sombras e transparências reais sem placa 3D no Linux

Leitura recomendada

Programando seu Linux para desligar

Travando/bloqueando arquivos e diretórios no GNU/Linux

Servidor Debian - Erro: Não existem chaves públicas para os seguintes IDs de chaves [Resolvido]

KDE - Ativando abertura do lançador de aplicativos com tecla Super

Usando nmap para rastrear o Kazaa na rede

  

Comentários
[1] Comentário enviado por Cizordj em 11/04/2019 - 16:19h

Só complementando a sua dica que é muito boa!
Na distros do tipo Debian este é o comando:

$ sudo dpkg-reconfigure keyboard-configuration

e nas distros da família Arch:

$ sudo keyboardctl -l br

Talvez seja preciso instalar o keyboard-configuration ou keyboardctl mas ambos são bem leves. :)
<---------------------------------------------------------------->
O seu tempo é o único bem que você não recupera

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 11/04/2019 - 19:55h

@ Cizordj

Agradeço o comentário. Em Linux, há sempre mais de um jeito de se fazer o que se quer. Esta dica não tem a pretensão de ser algo definitivo, servindo mais para alterar rapidamente a configuração de um teclado em ambiente "live", ou seja, num Linux não instalado.

A ideia de alterar o .bashrc serve apenas para quem não tiver a possibilidade de configurar graficamente seu teclado, algo muito mais fácil e intuitivo, mas nem sempre disponível.


__________________________________
Linux Registered User nº 439378
Ubuntu Forum Member Since Nov/07/2006
VOL Member SInce Jul/01/2008

[3] Comentário enviado por edps em 14/04/2019 - 14:10h


Também acrescentando, em alguns sistemas se pode ajustar executando:

# loadkeys br-abnt2

Eu sigo o mesmo que é proposto pela sua dica, acrescentando uma opção para reiniciar o ambiente gráfico com Ctrl+Alt+Backspace:

# Mapa de Teclado.
setxkbmap -model abnt2 -layout br -variant abnt2
setxkbmap -option terminate:ctrl_alt_bksp

Isso aí também pode ser configurado em distros Debian-based usando o comando passado no comentário anterior do pelo colega @Cizordj.

Um abraço.

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 15/04/2019 - 21:39h

Valeu, edps.

Mais uma maneira, o que é típico do Sistema do Pinguim.


__________________________________
Linux Registered User nº 439378
Ubuntu Forum Member Since Nov/07/2006
VOL Member SInce Jul/01/2008



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts