Gravando um CD rapidamente

Publicado por Renato Lopes de Morais em 10/08/2006

[ Hits: 6.644 ]

Blog: http://renatolmorais.blogspot.com

 


Gravando um CD rapidamente



Se você tem um gravador configurado para sua máquina funcionando e não quer digitar aqueles argumentos gigantescos do cdrecord (não são tão gigantescos assim), você pode utilizar o dd:

# dd if=/dev/cdrom of=imagem.iso

O parâmetro if (input file) especifica o arquivo de entrada (no caso, o drive de cdrom, isso se o link /dev/cdrom aponta para seu dispositivo). O parâmetro of (output file) especifica o arquivo de saída (no caso, um arquivo de nome imagem.iso na pasta de onde eu rodei o programa).

ATENÇÃO: Ter uma extensão .iso não garante que o arquivo seja uma imagem. Ele será uma imagem porque o dd faz uma cópia exata do conteúdo do arquivo de entrada. Como o arquivo de entrada é um CD, gravado com o sistema de arquivos iso9660, o arquivo de saída será uma imagem .iso. Você pode nomear a imagem com qualquer nome, mas dê preferência à extensões de imagem, tipo .raw, .iso.

Agora que você gerou a imagem, grave um CD com o mesmo comando, trocando os argumentos:

# dd if=imagem.iso of=/dev/cdrom

(se seu cdrom for um gravador de CD, óbvio, se você tiver colocado um CD vazio na gravadora)

Esse comando é bom para reproduzir cópias fiéis de CDs. Caso não queira arriscar gravando com o comando dd, utilize o cdrecord, mas a imagem pode ser feita tranquilamente com o dd.

Outras dicas deste autor

Utilizando tar com ssh para backups sem ocupar espaço na máquina cliente

Leitura recomendada

Montando imagens ISO

Baixando sites inteiros com o wget

GRUB2 - Resolvendo o erro unknown filesystem - grub rescue

Juntando dois arquivos PostScript ou PDF

Verificar quantos cores e processadores existem na máquina

  

Comentários
[1] Comentário enviado por FelipeAbella em 10/08/2006 - 22:14h

Bem legal a dica.

Sempre achei que isso funcionasse(mas nunca tive coragem de testar).

Parabéns.

[2] Comentário enviado por gotslack em 11/08/2006 - 04:25h

cópias fiéis até que ponto?
cópia 100% fiel do cd de PSX que eu peguei emprestado do meu vizinho, por exemplo?

todavia, ótima dica! :D

[3] Comentário enviado por tenchi em 11/08/2006 - 16:42h

Só uma coisa. a que velocidade acontece a transferencia para o cd?
Sim, pois se usar a velocidade total do gravador, o risco de erro é muito grande.
E tenho dúvidas com relação à pergunta anterior, do gotslack. Será que o conteúdo do cd é o mesmo, bit a bit?
O comando dd faz isso, eu sei, mas quando se trata de um sistema do tipo cd, tenho ainda as minhas dúvidas...

[4] Comentário enviado por removido em 11/10/2006 - 09:49h

Parabéns, renatolmorais...

Dica indispensável e extremamente prática.

:::... Viva o Linux ...:::

[5] Comentário enviado por SMarcell em 27/05/2008 - 12:15h

ou... com o readcd

# Gera a imagem:
readcd dev=/dev/cdrom f=imagem.iso

# Grava a imagem gerada:
readcd dev=/dev/cdrom -w f=imagem.iso



Contribuir com comentário