Comandos de rede Linux (básico)

Publicado por Thiago Madella em 13/08/2008

[ Hits: 162.697 ]

Blog: http://thiagomadella.blogspot.com

 


Comandos de rede Linux (básico)



Bom, sabemos que existem diversos comandos para nos auxiliar tanto na configuração como na verificação de problemas de rede.

ip addr show

Mostrando o endereço ip da placa:

# ip addr show

Observe que aparecerão dois endereços e duas interfaces. (lo) = loopback não é uma interface física e sim lógica, essa estará sempre presente no sistema, mesmo a máquina não estando em rede. (eth0) é a interface de rede física, é nessa que estamos interessados. O endereço ip é mostrado no campo "inet".

ifconfig

Digite:

# ifconfig

Com esse comando podemos ter o mesmo resultado mostrado no comando anterior.

Comando para listar as placas ativas:

# ifconfig -a

Para desabilitar uma placa com endereço eth0:

# ifconfig eth0 down

Para levantar:

# ifconfig eth0 up

Temos também o comando ping. Esse é um dos mais utilizados para verificar se a placa está viva:

# ping 125.25.26.2

Se estiver ativa aparecerá da seguinte maneira:

PING 125.25.26.2 (125.25.26.2) 56(84) bytes of data.
64 bytes from 125.25.25.2: icmp_seq=1 ttl=64 time=17.0 ms
64 bytes from 125.25.25.2: icmp_seq=2 ttl=64 time=17.0 ms
64 bytes from 125.25.25.2: icmp_seq=3 ttl=64 time=17.0 ms
64 bytes from 125.25.25.2: icmp_seq=4 ttl=64 time=17.0 ms
------125.25.26.2 ping statistics ------
4 packets transmitted, 4 received, 0% packets loss, time 3032ms
rtt min/arq/max/mxdev = 0.329/4.514/17.043/7.233 ms

Isso indica que a máquina está ativa.

netstat

Com esse comando podemos ver as estatísticas das interfaces.

Digite: netstat

Para ver as rotas:

# netstat -r

Para ver as portas abertas no computador:

# netstat -a

Para ver todas as conexões TCP conectadas do seu computador:

# netstat -nt

traceroute

Podemos ver em tempo real todo o caminho que o pacote percorre até o destino. Cada linha que aparece é chamada de pulo.

# traceroute www.uol.com.br

nslookup

Esse comando resolve o nome de um host para um IP.

# nslookup uol.com.br

dig

Esse comando já fornece informações mais detalhadas relacionadas ao DNS.

# dig dominio.com.br

telnet

Serve para conectar uma máquina com uma porta específica.

# telnet uol.com.br 80

São apenas comandos básicos, claro que existem muitas opções não descritas para cada comando. Você pode conhecê-las digitando: "man {comando}". Isso fará com que você acesse o manual de cada comando que você especificar.

Outras dicas deste autor

Comandos básicos e parâmetros do Iptables

Acesso externo - estação interna

Qmail: Solução para relay aberto

Comandos para Postfix

Regra pra abrir várias portas com IPTABLES

Leitura recomendada

Compactação de arquivos PDF com GhostScript

Desinstalando o Linux do HD

Como copiar e colar rapidamente no terminal

Vire "ninja" no Linux com curso grátis online

Resposta automática no seu e-mail

  

Comentários
[1] Comentário enviado por paulloal em 15/08/2008 - 15:58h

o legal... alguns ja conhecia.. achei bacana esse do traceroute..

[2] Comentário enviado por rony_souza em 10/06/2012 - 14:25h

Muito boa as dicas Thiago, valeu!

[3] Comentário enviado por sombr@ em 21/10/2014 - 09:18h

Obrigado estou començando em linux e meu primeiro desafio e montar um servidor de intranet, webmail, proxy cache e com todos os artigos forum e outros aqui no viva o linux esta dando tudo certo. claro com os erros e muita briga mas vamos em frente

[4] Comentário enviado por crisantoubuntu em 20/10/2017 - 21:17h

Esta ferramenta é muito utilizada. No windows o nome é "tracert". O "netstat" funciona similar ao do linux. Eu não conhecia o "nslookup" muito legal. o "dig" também. São ferramentas muito úteis para quem lida com configurações de rede.
Abraço, pessoal. Sou Crisanto Galvão. Apesar da idade sou novado nesta comunidade;

[5] Comentário enviado por St1lker-SWare em 25/08/2018 - 20:39h

Outro comando bacana é o "mtr"

Você pode usá-lo da seguinte forma:
1 - Abra o terminal
2 - Execute -->> mtr "endereço do host"
Ex.: mtr www.google.com.br
Ex.: mtr 216.58.222.3

Ele é um traceroute evoluído. Enquanto ele tiver rodando será possível obter resposta dos pacotes enviados (porcentagem das perdas em todos os gateway, média do tempo em "ms", etc)

Para instalá-lo basta usar o apt-get install mtr

[6] Comentário enviado por Skua369 em 13/09/2019 - 11:45h


[5] Comentário enviado por St1lker-SWare em 25/08/2018 - 20:39h

Outro comando bacana é o "mtr"

Você pode usá-lo da seguinte forma:
1 - Abra o terminal
2 - Execute -->> mtr "endereço do host"
Ex.: mtr www.google.com.br
Ex.: mtr 216.58.222.3

Ele é um traceroute evoluído. Enquanto ele tiver rodando será possível obter resposta dos pacotes enviados (porcentagem das perdas em todos os gateway, média do tempo em "ms", etc)

Para instalá-lo basta usar o apt-get install mtr


Show...muito bacana já instalei e estou usando...mas nem precisa...no terminal roda também...



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts