Spotify no Arch Linux

Publicado por Thiago Silva em 18/07/2019

[ Hits: 529 ]

 


Spotify no Arch Linux



Há duas formas de se instalar o Spotify no Arch Linux. A primeira, acredito que a mais conhecida, é via snap. A segunda, por um pacote pré-compilado. A primeira forma é mais relativamente simples, no entanto, em comparação com compilados/pré-compilados, pacotes snap são mais "duros", ou seja, não são tão eficientes assim em comparação àqueles.

Quando eu instalei o Spotify aqui via Snap ele levava cerca de 6 segundos para iniciar (depois da primeira inicialização após instalar, que me obrigava a esperar quase o dobro). Além disso, em alguns momentos, (não me pergunte o motivo) ele apresentava picos de uso de RAM e eu precisava reiniciar o app pra conseguir utilizar o computador. Isso não acontece com o pacote pré-compilado e ele inicia quase que instantaneamente.

Tanto o pacote git como wget estão disponíveis via pacman.

1. VIA SNAP

Se quiser instalar via snap, obviamente você precisará ter o pacote snapd instalado. Ele não está disponível oficialmente, mas está na AUR. Para instalar, entre em uma pasta temporária, digamos ~/Downloads ou /tmp e execute o Terminal com os seguintes comandos:

git clone https://aur.archlinux.org/snapd.git
$ cd snapd
$ makepkg -si


Isso deve baixar, compilar e instalar o pacote. Após isso, é de suma importância iniciar o serviço no systemd:

# systemctl enable --now snapd.service

Agora você está pronto para instalar o Spotify:

# snap install spotify

2. PACOTE PRÉ-COMPILADO

Você até vai encontrar o Spotify disponível na AUR, entretanto pode enfrentar problemas com a verificação da chave pública (criptografia assimétrica) como eu enfrentei. Após passar muita raiva, achei mais fácil fazer manualmente. Aqui trago a receita.

Primeiro, veja se você tem as dependências instaladas, são estas: alsa-lib, gconf, gtk2, glib2, nss, libsystemd, libxtst, libx11, libxss, desktop-file-utils, rtmpdump, openssl-1.0

Não se preocupe, todas estão disponíveis via pacman.

Dentro daquela pasta temporária, abra o Terminal, baixe e descompacte o .deb (o processo poderia ser feito com um .rpm também sem muita diferença):

wget -rnd https://repository-origin.spotify.com/pool/non-free/s/spotify-client/spotify-client_1.1.5.153.gf614956d-16_amd64.deb
$ ar -x spotify-client_1.1.5.153.gf614956d-16_amd64.deb


Devem aparecer três arquivos. Só nos interessa o data.tar.gz. Você agora só precisa descompactá-lo na pasta raiz:

# tar -zxpvf data.tar.gz -C /

Se você usa Gnome ou forks (Cinnamon, Budgie, MATE etc) precisa adicionar uma entrada para o Spotify no menu de aplicativos:

# install -Dm644 /usr/share/spotify/spotify.desktop /usr/share/applications/spotify.desktop
# install -Dm644 /usr/share/spotify/icons/spotify-linux-512.png /usr/share/pixmaps/spotify-client.png


Está instalado e pronto para ser usado.

Outras dicas deste autor

Instalação do OpenOffice no Arch Linux

Remover pedido de senha para Chaveiro de Sessão

Leitura recomendada

Instalando o Jude Community Edition no Slackware 12

Posicionando o AWN (Avant Window Navigator)

DOTA perfeito

Escolhendo o driver nVidia apropriado para sua placa

Instalando amule e atualizando lista de servidores (SuSE, ALTLinux, PCLinuxOS, Mandriva, Fedora, RedHat e derivados)

  

Comentários
[1] Comentário enviado por clodoaldops em 19/07/2019 - 14:04h

Eu também evito pacotes "tipo snap" no LinuxMint/Ubuntu ... Ainda não fui totalmente convencido das vantagens desses pacotes

[2] Comentário enviado por pain-sama em 19/07/2019 - 15:29h


[1] Comentário enviado por clodoaldops em 19/07/2019 - 14:04h

Eu também evito pacotes "tipo snap" no LinuxMint/Ubuntu ... Ainda não fui totalmente convencido das vantagens desses pacotes



Então, clodoaldops, eu sempre tento dar um jeito para não usar. No Fedora, usava para o Spotify e o VLC, mas a perda de desempenho era nítida. Até aqui no Arch que é mais enxuto deu para notar. Mas aqui o VLC vem no Pacman e tem esse jeito de instalar o Spotify. Muito mais eficiência.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts