Instalação do OpenOffice no Arch Linux

Publicado por Thiago Silva em 21/05/2019

[ Hits: 2.234 ]

 


Instalação do OpenOffice no Arch Linux



Muitos usuários preferem utilizar o OpenOffice como sua suíte de escritório padrão. Aqui, mostrarei como instalar no Arch Linux ou derivados.

Primeiramente, desinstale qualquer outra suíte de escritório que possa ter no sistema para prevenir conflitos.

Agora, vamos à instalação. O processo é bem tranquilo.

1. Se ainda não tem o git instalado em seu sistema, é hora de fazê-lo:

sudo pacman -S git

2. Agora entre em um diretório qualquer. Aqui entraremos em ~/Downloads:

cd ~/Downloads

3. Clone o source do OpenOffice disponível no AUR:

git clone https://aur.archlinux.org/openoffice.git

4. Entre na pasta clonada:

cd openoffice

Opcional: caso queira deixar o OpenOffice em português, execute:

nano PKGBUILD

Onde:
  • Na linha 7, troque "en-US" por "pt-BR";
  • E nas linhas 41 e 42, troque "en-US" por "$_lang"

5. Compile e instale o pacote:

makepkg -si

Digite a senha de usuário quando solicitado e confirme as transações.

6. Saia do diretório e remova a pasta clonada:

cd
yes | rm -r Downloads/openoffice

Está instalado e pronto para usar.

Outras dicas deste autor

Executar Script na Inicialização do Sistema com Systemd

Spotify no Arch Linux

Dash to Dock no Gnome 3.34

Controle de Acesso ao Servir Arquivos com Django/Python

Remover pedido de senha para Chaveiro de Sessão

Leitura recomendada

Acelerando (ainda mais) a abertura do LibreOffice

Fedora 11 + BROffice.org ou OpenOffice: erro com biblioteca libuno_sal.so.3

Problema do áudio e vídeo no OpenOffice Impress [RESOLVIDO]

Instalando o BrOffice no Ubuntu 8.04 Hardy Heron

BRoffice 3 no Slackware Linux 12.1: Solução para teclas que não funcionam

  

Comentários
[1] Comentário enviado por zoltrix em 01/10/2019 - 11:00h

Ótima dica, com sua permissão vou fazer um adendo, hoje 01/10/2019 a versão do openoffice é 4.1.7, devido a isto da erro no PKGBUILD, basta trocar _vmin para 1.7 que roda quase sem problema mas no final dá erro de autenticação do md5sums, então basta rodar o makepkg -g para obter o novo md5sums, so para adiantar é: md5sums_i686=('f13922b8f43e9b82b33a19f4a9b6cd8e')
md5sums_x86_64=('a3469fef2d0b267320d56bb32a867365'), espero ter ajudado.

[2] Comentário enviado por pain-sama em 14/10/2019 - 13:53h

Boa adição, amigo!

Se bem que atualmente eu tô preferindo só baixar o RPM (ou DEB, tanto faz) e extrair já que eles vêm com a estrutura de diretórios certinha.



Contribuir com comentário