Reordenando Partições em Discos

Publicado por Perfil removido em 24/08/2016

[ Hits: 3.055 ]

 


Reordenando Partições em Discos



A dica de hoje é sobre discos com partições numericamente desordenadas.

Por exemplo, um disco com cinco partições:

[ [sda1][sda2][sda3][sda4][sda5] ]

Apaga-se, por exemplo, a partição nº 3 e as partições podem se renumerar:

[ [sda1][sda2] [ ] [sda3][sda4] ]

E se for recriada uma partição no lugar? Ou criada duas?

O problema é que a nova quinta partição ficará em alguns casos com o nº 5 ao invés do nº 3:

[ [sda1][sda2][sda5][sda4][sda3] ]

Se há algum esquema de configuração que dependa dessas numerações, haverá problemas.

Um problema que poderia haver, por exemplo, é com o arquivo /etc/fstab se ele estiver configurado com o nome das partições, ao invés do UUID.

Como resolver isto?

Se o seu disco tiver o sistema de particionamento do tipo MBR, poderá usar fdisk ou gdisk.

Usando fdisk

1. Pegue uma mídia de recuperação de sua distro ou uma com GParted bootável, para dar boot com um sistema independente do instalado.

2. Execute como root, o comando:

# fdisk /dev/SEUDISCO

Observe que SEUDISCO, não é a partição que é pedida, é o disco inteiro. Por exemplo:

# fdisk /dev/sda

3. Aparecerá uma linha de comando, pressione x para acessar funções avançadas do fdisk.

4. Pressione f para reordenar a numeração das partições (pressione Enter após cada letra digitada ou ação feita).

5. Pressione r, para retornar das funções avançadas.

6. Caso tenha feito algo errado ou suspeite ter feito algo errado, pressione q para sair sem gravar.

7. Pressione w para gravar e sair.

Usando gdisk

1. Pegue uma mídia de recuperação de sua distro ou uma com GParted bootável para dar boot com um sistema independente do instalado.

2. Execute como root, o comando:

# gdisk /dev/SEUDISCO

Observe que SEUDISCO, não é a partição que é pedida, é o disco inteiro, por exemplo:

# fdisk /dev/sda

3. Aparecerá uma linha de comando, pressione s para reordenar a numeração das partições (pressione Enter após cada letra digitada ou ação feita).

4. Caso tenha feito algo errado ou suspeite ter feito algo errado, pressione q para sair sem gravar.

5. Pressione w para gravar e sair.

Se o seu disco for sistema de particionamento GPT, poderá usar gdisk, como explicado acima.


Bem, é isto.

Outras dicas deste autor

Instalando D-Link DWL-520+ no Debian 4 (Etch)

Vídeo aula: Como instalar o Skype no Ubuntu 13.10

Cansado do Ctrl c Ctrl v?

Como criar um pendrive bootável no Linux [Vídeo]

SuSE com 3 CDs

Leitura recomendada

Impressora Xerox Phaser 6250N no Kurumin

Driver NVIDIA no Linux Mint 17

Touchpad para de funcionar ao fechar a tampa do Laptop [Resolvido]

Nvidia Ubuntu e Debian

Fedora no Dell Vostro 3460 - Configurando placa de rede

  

Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 24/08/2016 - 16:44h

Ótima dica!

Uma dúvida, como fica o Grub e o arquivo "fstab"?
Precisam ser editados ou atualiza automaticamente?

[2] Comentário enviado por clodoaldops em 24/08/2016 - 20:42h

Very Good!

[3] Comentário enviado por removido em 26/08/2016 - 00:55h


[1] Comentário enviado por izaias em 24/08/2016 - 16:44h

Ótima dica!

Uma dúvida, como fica o Grub e o arquivo "fstab"?
Precisam ser editados ou atualiza automaticamente?


Obrigado a todos.

Eu nunca precisei rodar o GRUB porque as partições com as quais lidei não eram as que possuíam o kernel.

Eu entendo que se a partição sofrer uma mudança tal que altere a posição do kernel nela, como reinstalação ou atualização, ou que o kernel mude em relação à posição na partição (redimensionamento desta) ou possivelmente o nome da partição sofra alteração que daí sim seria bom rodar o update.

Para o /etc/fstab, seria se a partição sofresse alteração no nome ou na função. Alteração do UUID ou no nome como sdaX, por causa da reordenação.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts