Redundância na VPN com Mikrotik

Publicado por Natália Vaz Silva em 31/12/2011

[ Hits: 12.711 ]

Blog: http://linuxnatyworking.wordpress.com

 


Redundância na VPN com Mikrotik



Muitas vezes as empresas possuem redundância de link na matriz e uma conexão VPN com as filiais, mas geralmente os clientes da conexão apontam somente para o link principal, e quando este cai... Sem VPN pra todo mundo!!!

Diante de um questionamento sobre o assunto e de uma emergência no trabalho, consegui com a ajuda de alguns Blogs e do tradicional "fuçômetro", criar uma solução para este problema.

Cenário

Matriz:
  • Router mikrotik;
  • Link dedicado operadoraA;
  • Link dedicado operadoraB;
  • OpenVPN Server.

Filiais:
  • Router mikrotik;
  • Link de internet;
  • OpenVPN client.

1 . Duplicando o client da VPN

Como já existe um client da VPN configurado, vamos copiar a configuração para criar a redundância.

No menu PPP em interface, dê dois cliques no client que já está ativo e na janela que abrir clique em 'copy'.

Na cópia criada, altere o nome da conexão, para nossa configuração utilizaremos os nome "vpn-operadoraA" para a conexão ao link principal da matriz e, "vpn-operadoraB" para a conexão ao link secundário.

Na configuração clonada (ativa-operadoraB), na aba 'Dial Out', insira o IP do link secundário da matriz.

Não se esqueça de alterar o nome da conexão que já existia, ele será utilizado nos scripts.

2 . Criando os scripts

No menu 'System', selecione Scripts e clique em 'Add' (+), altere os seguintes campos:
  • Name: ativa-operadoraA
  • Source:
    • interface ovpn-client disable vpn-operadoraB;
    • interface ovpn-client enable vpn-operadoraA;

Clique em 'Add' novamente e crie o segundo script com os parâmetros:
  • Name: ativa-operadoraB
  • Source:
    • interface ovpn-client disable vpn-operadoraA;
    • interface ovpn-client enable vpn-operadoraB;

Pronto, os scripts para ativar e desativar os clients da VPN estão configurados. No primeiro, ele desativa a interface de conexão com o link secundário e ativa a conexão com o link principal. No segundo ocorre o contrário.

Para testar basta selecionar e clicar em "Run-script", observe no menu PPP se as interfaces responderam aos comandos.

3 . Programando os testes

Para testar a disponibilidade do link e alternar os clients da VPN, utilizaremos o Netwatch, que baseado no resultado de um ping disparado a um determinado host ele executa as ações determinadas.

No menu Tools, selecione Netwatch e clique em Add(+), preencha os seguintes campos:
  • Aba Host:
    • Host: <ip do link principal da matriz>
    • Interval: 00:00:10 (o ping será disparado a cada 10 segundos)
    • Timeout: 500 ms (tempo de inatividade para que os scripts sejam executados)
  • Aba Up:
    • On Up: ativa-operadoraA (script que ativa a conexão com o link principal)
  • Aba Down:
    • On Down: ativa-operadoraB (script que ativa a conexão com o link secundário)

Estas configurações também podem ser adicionadas diretamente no console, para isso abra um terminal e digite o seguinte comando:

# /tool netwatch add host=<ip principal> interval=10s timeout=500ms up-script=ativa-operadoraA down-script=ativa-operadoraB

O Netwatch disparará um ping a cada 10 segundos para o IP da matrix, se o tempo de resposta for maior que 500ms ele desativará o client do link principal e ativará o client do link secundário.

Pronto, redundância configurada. Vale ressaltar que a solução acabou de ser implementada, o tempo de testes não foi muito grande, mas a princípio atendeu à solicitação e os resultados foram os esperados.

Referência:
Previamente publicado em:

Outras dicas deste autor

Squid-Graph no CentOS com controle de acesso por usuários do AD

Múltiplas instâncias do Pentaho (BI) em base dados hsql no mesmo computador

VPN L2TP com Mikrotik

Configuração de máquina Linux no domínio Windows (AD)

Personalizar logos no Zimbra

Leitura recomendada

Saiba como usar o Compiz no Zenwalk 6.0

Placa de rede que não sobe corretamente

Wine: problemas com driver de som

Fazendo funcionar webcams, kernels novos (acima 2.6.26), aMSN, 32/64 bits

SpamAssassin 3.2.5 - Avaliação de palavras

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 31/12/2011 - 17:40h

Ótima dica !



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts