Redimensionando o RAID 1

Publicado por Stefano Geovani Esmeris em 05/04/2013

[ Hits: 5.351 ]

 


Redimensionando o RAID 1



Pessoal, aqui vai uma dica para quem está substituindo os discos de seus sistemas por outros maiores e pretende aproveitar o espaço adicional se precisar reinstalar todo o sistema.

A solução proposta aqui foi testada em um antigo sistema Slackware 12, com dois discos de 160 GB que foram substituídos por outros de 500 GB, com o sistema de arquivos ReiserFS, mas vou mostrar com o ext3 também.

Vale lembrar que as informações aqui contidas devem ser administradas por pessoa experiente, iniciantes, leigos e curiosos podem destruir completamente um sistema de arquivos se algum erro for cometido, ou algum detalhe negligenciado.

Não me responsabilizo por danos ou perdas de dados pelas dicas aqui contidas.

Em primeiro lugar, caso ocorra alguma falha de um dos discos, rode o comando fsck para ter certeza que tudo está em ordem:

ReiserFS:

# reiserfsck --check /dev/md0

ext3:

# fsck.ext3 /dev/md0

Caso o processo acima acuse algum erro mais sério, talvez você precise executar os comandos com o sistema de arquivos desmontados.

Neste caso, use um LiveCD para isso, para não correr riscos. Uma distribuição muito boa que gosto de usar para estas finalidades é o Slax. Use o de sua preferência!

Nota: em algumas situações já vivenciadas por mim, este processo pode ser árduo, caso não haja espaço livre suficiente e existam sérios erros no sistema de arquivos, devido à brusca parada do S.O. por falha de hardware.

Após ter sucesso na recuperação da integridade do sistema de arquivos, vamos iniciar o processo de reespelhamento de um dos novos discos. Para tal, crie no novo disco uma partição com o novo tamanho desejado e altere o tipo da mesma para fd.

Não se preocupe com a diferença no tamanho das partições do disco novo com o velho!

Feito isso, adicione o novo disco ao RAID:

# mdadm --manage /dev/md0 --add /dev/sdb1

Neste caso, estou adicionando o segundo disco (sdb1) ao volume.

Monitore o processo e aguarde ficar concluído com o comando:

# mdadm -D /dev/md0

Quando estive pronto, é hora de trocar o outro disco, desligue seu sistema, remova o disco antigo da máquina, etc. Em alguns sistemas, é necessário reinstalar o GRUB, ou o LILO, novamente.

Crie no outro disco, outra partição igualmente grande, e adicione-o ao RAID com o mesmo comando já citado antes (mdadm --manage /dev/md0 --add /dev/sdb1) e aguarde a sincronização terminar.

Quando o processo de espelhamento estiver pronto, vamos rodar o comando:

# mdadm -D /dev/md0

Novamente, e vamos observar que, apesar de possuirmos partições RAID grandes, nosso volume de RAID ainda permanece do tamanho original, não foi alterado e o S.O. reconhece o tamanho da partição e o tamanho do volume.

Isto é porque o volume do RAID funciona de fato como se fosse uma partição de disco, abstraindo o subsistema RAID.

Então, vamos redimensionar o volume do RAID para o novo tamanho das partições com o comando:

# mdadm --grow /dev/md0 -z max

Isto vai fazer com que o volume RAID ocupe todo o espaço disponível nos discos, aumentando seu tamanho para o máximo permitido.

Apos isso, precisamos instruir o sistema de arquivos a reconhecer o novo tamanho do volume e ocupá-lo.

Com o ReiserFS:

# resize_reiserfs /dev/md0

Ou, com o ext3:

# resize2fs /dev/md0

Neste momento, você vai observar que o sistema reconhecerá o novo tamanho e também, que o RAID iniciará um novo processo de espelhamento.

Pronto!

Seu sistema já reconhecerá os novos tamanhos da partição "on-the-fly" ou seja, sem necessidade de reboot.

Se precisar de mais informações, acessem os artigos estrangeiros que serviram de base para esta dicas.

Eis a fonte de referência bibliográfica:
Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Recuperando a senha de root no Debian

Compilando o kernel do Linux para outras arquiteturas de forma (muito) rápida

Criando um usuário com o poder de root

Instalando o pacote ZEOS Access no Lazarus 0.9.24

Inovação tecnológica - Fique atualizado sobre tudo em questão tecnologia de ponta

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts