Personalizando o Fluxbox

Publicado por Carlos Henrique Marques em 23/03/2006

[ Hits: 15.539 ]

 


Personalizando o Fluxbox



Vamos começar primeiro com o wallpaper.

Você provavelmente já escolheu o style que mais lhe agradou, então você tem duas formas para mudar o papel de parede do seu Fluxbox.

Você pode abrir o xterm e digitar a seguinte linha de comando:

$ fbsetbg -A /pasta/arquivos

Pronto, o wallpaper já foi trocado, mas tem um probleminha: se você sair do Fluxbox e entrar de novo ele não estará mais lá. Eu particularmente acho isso uma boa, até porque troco meu wallpaper todos os dias, mas se você gosta de usar sempre o mesmo papel de parede amado há uma solução.

Sabe aquele style que você escolheu? Ele tem um arquivo que guarda toda sua configuração, e nós vamos agora alterá-lo para ele colocar o papel de parede toda vez que você entrar no Fluxbox.

$ cd /usr/local/share/fluxbox/styles

Este é o caminho para os styles do Fluxbox, após entrar na pasta styles você verá todos os styles prontos para serem alterados. Vamos abrir um para ver.

Eu escolhi o Cthulhain. Lá embaixo do arquivo tem a seguinte linha:
rootCommand:				bsetroot -solid "#3a404b"
Nós vamos alterar para:

rootCommand:				fbsetbg  -A  /pasta/arquivo

E pronto, é só recarregar o seu style que o wallpaper já carregará.

Agora vamos para o menu.

Na sua $HOME tem uma pasta com o nome .fluxbox. Ela fica oculta por causa do "." no começo do nome. Dentro desta pasta tem um arquivo com o nome de menu, vamos editá-lo e ver como ele é montado.

Como esse arquivo é um pouco extenso vou diminuí-lo para vocês entenderem melhor.
[begin] (Fluxbox-0.9.13)
      [exec] (xterm) {xterm}
      [exec] (Firefox) {/home/om/programas/firefox/firefox-installer/firefox}
      [exec] (kmail)  {kmail}
[submenu] (Terminals)
      [exec] (xterm) {xterm}
      [exec] (gnome-terminal) {gnome-terminal}
[end]
[submenu] (File utils)
      [exec] (nautilus) {nautilus --no-desktop}
      [exec] (mc) {xterm -e mc}
[end]
[submenu] (Office)
      [exec] (xclock) {xclock}
      [exec] (xcalc) {xcalc}
      [exec] (gv) {gv}
      [exec] (gcalc) {gnome-calculator}
      [exec] (xpdf) {xpdf}
      [exec] (dia) {dia}
[end]
      [exec] (gkrellm)  {gkrellm -t /arquivos/arquivos/gkrellm/skins/Matrix_
Green}
[end]
Acho que dá pra entender o que acontece não é? Por exemplo, no meu menu eu escolhi os programas que eu sempre uso e criei um submenu no menu principal com o meu nome, e lá coloquei os programas que eu mais uso, vejam só:
[submenu] (Rick)
      [exec] (home) {konqueror /home/om}
      [exec] (rede)  {kfmclient openProfile conectiva-smb}
      [exec] (xmms) {xmms}
      [exec] (mp3) {rhythmbox}
      [exec] (kaffeine) {kaffeine}
      [exec] (bluefish)  {bluefish}
      [exec] (nvu) {/home/om/programas/nvu-1.0/nvu}
      [exec] (gimp) {gimp}
      [exec] (amsn)  {/home/om/amsn-0_94/amsn}
      [exec] (kget)  {kget}
      [exec] (gaim)  {gaim}
[end]
Como vocês vêem é bem simples.

Espero que este texto ajude vocês, até a próxima.

Outras dicas deste autor

Limitação de banda de download com wget

Servidor de CD's simples no Linux

Dois ambientes gráficos no mesmo Linux

Leitura recomendada

Tim-Web no Linux - Onda Communication MSA501HS USB

Compilação do kernel no Slackware 10.2

Instalando o Virtualbox no Ubuntu

Faça um test drive do Linux!

Simulação de ataque DDoS com a aplicação ddosim

  

Comentários
[1] Comentário enviado por magnus em 01/02/2007 - 20:47h

Esse comando do firefox no menu esta estranho. Nao basta {firefox}?



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts