OpenBSD em Dual Boot com Linux (Partição Única)

Publicado por Marcos Oliveira em 17/06/2019

[ Hits: 570 ]

Blog: http://terminalroot.com.br/

 


OpenBSD em Dual Boot com Linux (Partição Única)





Linux: OpenBSD em Dual Boot com Linux (Partição Única)

Passos

1. É interessante criar as partições anteriormente.

Ou seja, possuir uma partição já criada e formatada, de preferência em um sistema de arquivos que identifique a partição. No entanto, pode consegui distingui-la pelos CHS.

2. Boot normalmente pelo disco USB ou CD do OpenBSD.

3. Efetue a instalação normalmente, até chegar na parte de selecionar que informa o conteúdo:

Use (W)hole disk MBR, whole disk (G)PT or (E)dit? [whole]

Não pressione Enter, pois o sistema vai apagar o disco rígido e usar a label OpenBSD para o tamanho completo. Digite a letra e para Editar.

Antes, perceba na descrição das partições que ele mostra as partições que já estão criadas, você pode identificar qual partição você deseja usar, analisando dados como: size; start e entre outros.

4. Agora, selecione a partição que deseja (veja o número da mesma, observando a primeira coluna).

Vamos supôr que escolhemos instalar o OpenBSD que tem o maior tamanho de partição, então o comando seria: e 0

Se tiver dúvida, digite "help" para mais informações. Lembrando que a letra e é o mesmo do comando "edit", ou seja, é uma abreviação: edit 0. Assim como: h (help), w (write), q (quit).

5. Agora é necessário informar o ID da partição.

O ID para a label do OpenBSD é o "a6" ou "A6". Para saber todos os identificadores, você pode teclar o simbolo de interrogação: ?

Se o seu teclado estiver desconfigurado, o símbolo da interrogação geralmente é o "Shift + ;" (segure o Shift e pressione a tecla do ponto e vírgula).

6. Agora ele irá perguntar se você deseja editar o CHS (Cylindres, Heads, Sectors):

Do you wish to edit in CHS mode ? [n]

Nesse caso, basta aceitar o padrão que ele propôs: [n]. Ou seja, só pressionar Enter e aceitar os tamanhos já definidos da partição, a menos que você deseje alterar tamanho (size) e o CHS.

Pronto. Agora basta pressionar a letra w (write) e, se quiser, ver como as alterações ficaram pressionando p (print) e depois q (quit) para sair .

7. É chegado o momento de criar o layout da partição.

Lembre-se que, por padrão, o OpenBSD irá criar múltiplas partições, podendo dividi-la em até 16 partições dependendo do tamanho do seu HD . Mas se você desejar, você pode criar um layout semelhante ao do Linux:
  • Partiçao SWAP
  • Partição ROOT (os os arquivos do sistema serão instalados)

Para isso, pressione c (Custom Layout). Se você somente pressionar Enter sem digitar a letra c, ele irá aceitar o padrão definido entre colchetes que é o [a] (Auto layout).

8. Agora pressione p para mostrar como está atualmente a divisão .

Lembrando que a letra c representa o HD e não uma partição. Se já houver outra letra, provavelmente a letra i, é que já é o tamanho disponível para particionar.

Logo, vamos criar a partição "root", basta digitar a letra a (add) e o OpenBSD automaticamente irá lhe perguntar se deseja criar a partição de letra "a" (não confundir com o a de add, entre os colchetes ele informa o nome/letra da partição), geralmente o root é a letra "a", basta pressionar Enter.

O offset será padrão mesmo, só pressione Enter. Já no size, informe um tamanho de forma que sobre para a SWAP. Exemplo, se o tamanho for 42000000 42GB, e você deseja reservar 2G para SWAP, digite: 40000000, dessa forma sobrará 2GB para a SWAP.

O FS TYPE deve ser 4.2BSD mesmo, se estiver entre colchetes, basta pressionar Enter. E o "mount point" precisa ser o root /, se o seu teclado estiver desconfigurado, o barra (/) geralmente é o ; (ponto e vírgula, sem o Shift =) ) .

Pronto, definimos a partição "root".

9. Próximo passo agora, é criar a partição de SWAP:
  • Tecle a novamente;
  • Aceite a letra b que está entre colchetes, para isso basta pressionar Enter;
  • O offset será padrão, pressione Enter;
  • O size mostrará todo restante do tamanho que sobrou, o tamanho aparecerá entre colchetes, basta pressionar Enter;
  • E, finalmente, o FS Type será swap mesmo, que aparecerá entre colchetes, ou seja, novamente basta pressionar Enter.

10. Pronto. Agora pressione a letra w (write) para gravar as alterações.

Se quiser ver como ficou o layout após as alterações, pressione a letra p e para sair e continuar a instalação, pressione a letra q e depois Enter. lógico! =)
Continue a instalação como nesse vídeo.



Valeu!

Outras dicas deste autor

O que fazer após instalar o Gentoo Linux

Como Instalar o Debian Remotamente via SSH [Vídeo]

Jogo da Forca em Shell Script

Como Instalar o Gentoo Linux em Dual Boot com o Ubuntu [Vídeo]

Como Compilar Programas no FreeBSD via Ports

Leitura recomendada

vnStat - Monitorando suas conexões no FreeBSD

tmux: Utilizando no pfSense 2.2.2

Como Compilar Programas no FreeBSD via Ports

Backup Remoto do Pfsense

FreeBSD - Executando aplicativos do Windows usando o PlayOnBSD

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts