O que vem de novo no Ubuntu 8.04 Hardy Heron

Publicado por Eduardo Henrique Roque em 08/04/2008

[ Hits: 12.346 ]

 


O que vem de novo no Ubuntu 8.04 Hardy Heron



aí galera,

Sei que muitos já viram isso, mas resolvi colocar aqui para os amigos que ainda não viram e possam estar interessados em experimentar a nova versão dessa distro que sem dúvidas está chegando para arrasar, lançamento em Abril (aguardem)...

Até agora foi lançada a versão Alpha6, então aqui vai o que ela está trazendo, espero que gostem!

Xorg 7.3 - O último Xorg já esta disponível no Hardy, com ênfase em uma melhor auto configuração com uma arquivo de configuração mínimo, assim ajuda as pessoas que tem mais dificuldade e mudam de distro porque não conseguem configurar o X.

Linux kernel 2.6.24 - Ele virá com o kernel 2.6.24-5.8 (baseado no 2.6.24-rc8). Ele traz significantes melhoramentos e consertos que foram feitos nos últimos poucos meses no planejamento do kernel. Dentre eles está a introdução do suporte ao dynticks para amd64, trazendo a mesma economia de energia já disponível nos sistemas de 32 bits para os desktops e laptops de 64 bits.

PulseAudio - Alpha 6 inclui o PulseAudio habilitado por padrão. Algumas aplicações não-GNOME ainda precisão ser alteradas para funcionar com o PulseAudio e o controle de volume agora não é mais integrado, assim, cada aplicação terá seu volume independente das outras.

PolicyKit - A integração com o PolicyKit é visível nas interfaces administrativas. Ele torna possível usar aplicações administrativas como um usuário normal, porém, sem poder executar certas operações, e basta clicar no botão Unlock ou Destravar para poder usar a aplicação como root e poder fazer alterações no sistema.

Para ver todos os detalhes sobre isso, porém em inglês, veja em Wiki do Ubuntu - PolicyKitIntegration

Firefox 3 Beta 2 - O último beta do Firefox 3 já está empacotado nos repositórios, trazendo um sistema de integração muito melhor, incluindo ícones e colorização do tema que combinam com o sistema, assim como formulários e janelas de alerta no padrão GTK2.

Transmission - A versão em GTK do popular Transmission BitTorrent client vem com o Alpha 6. Ele está substituindo o Gnome BitTorrent downloader.

Vinagre - O novo cliente de VNC é o Vinagre e já vem instalado junto com o Alpha 6, substituindo o xvnc4viewer.

O Vinagre permite ao usuário controlar múltiplos computadores simultaneamente, você pode encontrar servidores VNC na rede pelo Avahi, e pode manter guardado as conexões recentes e favoritas.

Brasero - O Brasero (programa para Queimar CD/DVD) que irá complementar as funções de queimar CD/DVD do Nautilus e substituir o Serpentine (programa que cria CDs de audio) também esta no padrão do Alpha 6.

Relógio Mundial - Integrando as características do relógio do painel do GNOME, o relógio no Alpha 6 pode mostrar a hora e o tempo em diversas localidades.

GVFS - Nautilus 2.21.6 no Alpha 6 usa GVFS, o sistema de arquivos virtual com camada de abstração que substitui o GnomeVFS do GNOME 2.22. Em um futuro próximo, o GVFS irá tornar possível consertar certas coisas do Nautilus como a impossibilidade de restaurar arquivos da lixeira, pausar e desfazer operações com arquivos, e será possível escalar privilégios do usuário para certas operações usando o PolicyKit para autenticação. Isso também traz um significante aumento de performance para muitas operações.

Monitor do Sistema - O Monitor do Sistema foi a renovado, com gráficos mais suaves, e novos componentes.

Virtualização - O KVM é agora oficialmente mantido pelo kernel do Ubuntu.

O libvirt e o virt-manager foram adaptados para o Ubuntu. Eles permitem facilmente a criação e o gerenciamento básico, mas sem o suporte da Canonical. Virt-manager pode ser usado para administrar remotamente um servidor. Ele também funciona com o XEN, embora isso não tenha suporte oficial.

O kernel também inclui as modificações virtio que devem melhorar enormemente o acesso de I/O (Entrada e saída).

Firewall - ufw (Uncomplicated Firewall - Firewall Descomplicado) é um novo programa para firewall desenhado para tornar fácil a administração de um firewall para usuários finais enquanto não entra no mercado de administradores de rede. Atualmente, ufw é apenas uma interface em comando de linha para administrar firewalls para desktops. Para mais detalhes, leia o UbuntuFirewall na própria wiki do Ubuntu(em inglês).

Integração com Active Directory - Igualmente Open está disponível a partir do universo repositório. Ele permite integração perfeita do Ubuntu dentro de uma rede Active Directory. Os usuários podem usar as suas credenciais para AD log sobre Ubuntu máquinas e acessar qualquer kerberized serviços prestados por uma Ubuntu Server.

iSCSI Suporte - ISCSI Iniciator foi totalmente integrado no kernel, permitindo Ubuntu para montar dispositivos iSCSI como um dispositivo bloco. ISCSI está disponível no Ubuntu Server instalador se iscsi = true é passado sobre o kernel na linha de comando no início do processo de instalação.

Proteção para Memória - Controles de acessos adicionais foram acrescentadas para que /dev/mem e /dev/kmem só possa ser usado para acessar dispositivo de memória. Estas alterações vão ajudar a defender contra RootKits e outros códigos maliciosos.

A menor parte da memória (64K) do sistema não é mais endereçáveis por padrão. Isso ajudará a defender contra código malicioso que tenta alavancar os bugs do kernel em vulnerabilidades de segurança.

Aplicações compiladas como Posição Executáveis Independente (PIE) agora são colocados na memória em locais imprevisíveis, dificultando para vulnerabilidades de segurança a ser explorada.

uMenu - WinFOSS e o Windows software open source foram substituídos pelos umenu, um lançador simples que permite que o usuário instale Ubuntu do Windows utilizando Wubi (ver abaixo), instale Ubuntu para uma partição sem ter que fazer a sua unidade de CD-ROM o primeiro boot dispositivo.

Wubi - Existe uma nova opção de instalação para usuários de Windows. Wubi permite aos utilizadores instalar e desinstalar o Ubuntu como qualquer outro aplicativo do Windows. Ele não requer uma partição dedicada, nem afeta o atual gestor de arranque, mas os usuários podem experimentar um dual-boot com configuração praticamente idêntica a uma instalação completa. Wubi trabalha com um físico CD ou em modo stand-alone, baixando um ISO próprio para esta instalação. Ele pode ser encontrado na raiz do CD como Wubi.exe. Uma instalação completa dentro de uma partição dedicada ainda é recomendada, mas Wubi é uma ótima maneira de testar o Ubuntu por alguns dias e semanas antes de apagar os recursos dedicados do disco.

Download do Alpha 6

O Alpha 6 pode ser baixado dos links abaixo, todos eles direto do ubuntu.com e para qualquer versão do Ubuntu:
Créditos
Porem com adaptações e traduções feitas por mim através do site da release alpha6
Outras dicas deste autor

Habilitando o gerenciamento do Compiz no Ubuntu 7.10 e seus efeitos

Leitura recomendada

Disco de inicialização com GRUB

4 dicas essenciais para LaTeX

Linux para dispositivos móveis

SnowLinux ao estilo MacOS X

Instalando Pacotes SNAP no Gentoo

  

Comentários
[1] Comentário enviado por bcorrea2 em 08/04/2008 - 20:18h

Muito bom bixo!

Mal posso esperar viu!

To ansioso de mais!

Bom artigo, abraçooo

[2] Comentário enviado por agk em 09/04/2008 - 09:19h

Pois é, eu testei esse Alpha6 e não me agradou muito, tinha muito pacotes quebrados e o suporte ao idioma português Brasil também estava ruim, o X as vezes reiniciava do nada (mas também tive a infelicidade em testar em um notebook com placa via unichrome), alguns programas como synaptic as vezes nem chegavam a abrir, mas também né, ainda era Alpha.

Depois testei ainda o Beta1, esse sim já estava com cara de sistema operacional, mesmo assim ainda acho que vai ficar muita coisa para trás, pois se não me engano o lançamento é esse mês, não é?

Esses lançamentos programados as vezes complicam por não dar tempo ao pessoal do desenvolvimento testar suficientemente os softwares contidos na distribuição.

Eu ainda sou muito mais o Debian, que usa a filosofia de "Vai ficar pronto quando estiver pronto", para lançar suas novas versões, ou seja, enquanto houverem problemas não é lançado nova versão.

Acredito que seja por isso que o Ubuntu sempre tem tantos problemas a cada novo lançamento, falta de tempo para desenvolvimento e testes, mas com a colaboração da comunidade sempre é possível contornar esses problemas e deixar o sistema redondo.

Parabéns pelo artigo.

[3] Comentário enviado por duhboy em 09/04/2008 - 09:44h

?comentario=então faltam apenas 15 dias, mais AGK, eu testei no meu note e no note do meu irmão e cara foi redondo, de primeira! quero testar logo o lance da integração com o AD, ver se ficou redondo mesmo, mais acho que na proxima o ubuntu ja vai estar muito competitivo!!!!!!

HEHEHEHEHEHEHE

até

[4] Comentário enviado por paulo_silver em 10/04/2008 - 09:39h

Parabéns Eduardo...

Muito Bom o artigo.. eu instalei a versão 7.10 no meu note, porem foi necessário algumas mudanças no boot pela incompatibilidade com o AHCI segundo consta no próprio forum do Ubuntu esse problema foi corrigido na versão Hard Heron... é aguardar pra ver!!!!

[5] Comentário enviado por emilioeiji em 10/04/2008 - 11:25h

Eu estava com a 7.10 no meu desk e mandei atualizar para a versão 8.04, demorou em torno de 2 hrs baixando e atualizando tudo... ficou filé, até agora não tive nenhum problema.

Abraços

[6] Comentário enviado por narodiniks em 03/05/2008 - 08:05h

Estou usando agorinha rsrs. Simplesmente um espectáculo rsrs.. VIVA O LINUX

[7] Comentário enviado por jubila em 06/05/2008 - 14:13h

?comentario=boa tarde a todos eu uso o ubuntu desde 2006, e tenho uma dúvida cruel? se eu mandar atualizar ao invés de instalar de novo corro o risco de perder minha configuração atual da instalação, pq eu demorei uns 2 meses prá fazer o compiz funcionar direito na minha ati x700(pra linux ati num vai) e meu celular siemens e minha multifunciconal x1185(vai gostar de coisas ruins assim num)ou posso atualizar sem stress? abraços e no aguardo para poder dar um apt-get update -d abraços.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts