Montando um servidor DHCP com 2 placas de rede em 30 minutos

Publicado por Marcelo Gonçalves em 18/05/2009

[ Hits: 22.810 ]

 


Montando um servidor DHCP com 2 placas de rede em 30 minutos



Configurações básicas

Hoje vou ensinar como montar um servidor DHCP o mais rápido possível. Esta dica não tem como foco a questão de segurança, portanto após deixar o servidor funcionando, o usuário deve ter um conhecimento sobre firewall para deixá-lo mais seguro.

Obs.: Os passos foram feitos em um servidor Debian Linux.

Vamos configurar primeiro o arquivo interface:

# vi /etc/network/interfaces

Colocaremos a seguinte configuração:

auto lo eth0 eth1
iface lo inet loopback

iface eth0 inet static
address 192.168.1.1
netmask 255.255.255.0
network 192.168.1.0
broadcast 192.168.1.255

iface eth1 inet dhcp

Se sua conexão for de um modem speedy, instale o pppeoconf:

# apt-get install pppeoconf

Logo as regras que serão expostas como eth1 para internet deverão ser substituídas por ppp0.

Uma dica bem legal que peguei do Morimoto foi o ifrename. Esse aplicativo cria estabilidade nas placas com suas respectivas configurações, assim quando você reiniciar o servidor um dia, não terá problemas de trocas de configurações.

# apt-get install ifrename

Depois crie um arquivo chamado iftab:

# vi /etc/iftab

com o seguinte conteúdo:

eth0 mac 00:00:00:00:00:00
eth1 mac 00:00:00:00:00:00

Coloque no numero da sua MAC no 00:00:00:00:00:00.

Compartilhando e ativando o servidor

Agora vamos ativar o compartilhamento com as seguintes regras no shell:

# modprobe iptable_nat
echo > 1 /proc/sys/net/ipv4/ip_forward
iptables -t nat -A POSTROUTING -o eth1 -j MASQUERADE


Obs.: Lembre-se que a eth1 pode ser ppp0.

Agora vamos para o servidor propriamente dito. Instale o DHCP-Server:

# apt-get install dhcp3-server

Modifique o arquivo dhcp.conf:

# vi /etc/dhcp3/dhcp.conf

ddns-update-style none;
default-lease-time 600;
max-lease-time 7200;
authoritative;

subnet 192.168.1.0 netmask 255.255.255.0 {
range 192.168.1.100 192.168.1.150;
options routers 192.168.1.1;
options domain-name-servers 200.225.157.104 200.225.157.105;
options broadcast-address 192.168.1.255;
}

Agora vamos configurar para o servidor escutar apenas uma placa como rede local:

# vi /etc/default/dhcp3-server

INTERFACES="eth0"

Agora você pode iniciar o server:

# /etc/init.d/dhcp3-server start

Ligue o cabo no switch e... voilà! Você terá um roteador na sua rede. Simples. Um dia precisei: meu rotador tinha queimado, ainda bem que tinha um PC velho. Hoje em dia não tiro ele para nada, ele é até meu proxy... kkkkkk

Outras dicas deste autor

Emulador de Super Nintendo (SNES) no Ubuntu Linux

Descompactando arquivos .rar no Ubuntu Linux 8.04

Trabalhando com Multitail

Leitura recomendada

Conectando-se à internet usando AIKO82D VIVO/MG no Ubuntu Linux 8.10 via NetwokManager

TeamViewer no Ubuntu 13.10 64 bits

Pastas compartilhadas entre "host Debian" e "guest Arch" no VirtualBox

Gerenciando emails pelo console no Fedora Core 5

Acessando partições NTFS (read/write) com ntfs-3g (Slackware Linux 12)

  

Comentários
[1] Comentário enviado por WHolanda em 29/08/2011 - 13:15h

Gostei. Rápido e prático.



Contribuir com comentário