Mais uma do NFS

Publicado por Alberto Marcelo dos Santos em 10/07/2006

[ Hits: 6.631 ]

 


Mais uma do NFS



Usando o NFS


Para exportar (semelhante a compartilhar no Windows) um diretório usando o modo texto (Konsole), basta editar o arquivo /etc/exports.

Exemplo:

/home *(rw) # exportando o diretório /home para todos possam ler e escrever
/home *(ro) # exportando o dirtetório /home para todos somente ler

Para exportar um diretório (/home) somente para uma máquina fazemos assim:

/home [IP](rw) # leitura e escrita;
/home [IP](ro) # somente leitura;

Assim:
/home 192.168.1.3(rw) # Os IPs são fictícios !!!
/home 192.168.1.3(ro)

Se quisermos exportar para mais de uma máquina especificamente, usaremos duas linhas com os atributos para cada uma, assim:

/home 192.168.1.3(ro) # permissão somente de leitura para a máquina 192.168.1.3
/home 192.168.1.10(rw) # permissão de leitura e escrita para a máquina 192.168.1.10

Isto tudo até agora foi feito no lado do servidor que está disponibilizando os diretórios, agora vamos ver o lado cliente, é quem precisa acessar os diretórios:

# mount [IP-servidor]:[diretório exportado] [diretório a ser montado]

Se servidor = 192.168.1.1, então ...

# mount 192.168.1.1:/home /mnt/publico

Para que o cliente veja quais diretórios estão exportados, fazemos assim:

# showmount -e [IP]

Se o servidor é 192.168.1.1, então...

# showmount -e 192.168.1.1

E serão mostrados todos os diretórios exportados.

Para não precisar ficar montando toda vez que iniciar o SO, basta editar o arquivo /etc/fstab com a seguinte linha:

mount -t nfs 192.168.1.1:/home /mnt/publico

192.168.1.1 é o IP do servidor NFS, /home é o diretório exportado e /mnt/publico é o diretório a ser montado.

Obs.: NÃO crie script com esta linha de comando acima e coloque em /etc/rc.d/rc.local, pois você estará consumindo mais memória do que se você colocar logo a linha de comando de montagem em /etc/fstab. Ok?

ams

ams234980 AT yahoo pt com pt br

Outras dicas deste autor

Resolução do desktop em notebooks com tela de 12 polegadas ou menor

Como deixar um usuário oculto no login

Leitura recomendada

Comando dd - Truque para visualizar progresso de cópia de arquivos

openSUSE 12.2 - Instalação pelo pendrive

Iniciando programas junto ao LXDE

Ovos de páscoa

Instalando as fontes da Microsoft no Mandriva 2008.1

  

Comentários
[1] Comentário enviado por dvj em 10/07/2006 - 16:04h

Olá,

Na parte onde diz que para exportar um diretório para mais de um endereço, não há necessidade de criar várias linhas para cada endereço.
É possível colocar tudo na mesma linha.
Baseado na dica, veja o seguinte exemplo:

/home 192.168.1.10(rw) 192.168.1.3(ro)

Exporte dando um exportfs -r.
No mais, excelente dica.

[2] Comentário enviado por thelinux em 10/07/2006 - 16:52h

Boa dica.

[3] Comentário enviado por sombriks em 11/03/2007 - 16:00h

só uma correção, a linha no fstab deve ter a seguinte forma:

192.168.1.10:/home /mnt/publico nfs defaults,nolock 0 0

e se for pra ser público mesmo adicione a opção "users" depois de nolock, :D

[4] Comentário enviado por edylnx em 31/05/2010 - 21:56h

Parabéns pela dica amigo! É sempre bom conhecer ainda mais sobre a utilização de hosts Linux em rede.



Contribuir com comentário