Instalando o Wine em qualquer distribuição Linux

Publicado por - em 09/01/2019

[ Hits: 6.653 ]

 


Instalando o Wine em qualquer distribuição Linux



O Wine é um programa responsável por executar programas feitos para Windows no Linux, o que pode ser útil para pessoas e organizações que precisem executar determinado software indisponível para sistema do pinguim, mas disponível para o sistema da Microsoft. Nesta dica, será ensinado como instalar o Wine em qualquer que seja a distribuição Linux. Siga os passos a seguir.

1) Vá em https://dl.winehq.org/wine/source/ e escolha, dentre as pastas que surgirem, selecione a correspondente à versão de seu Wine. Em seguida, dentre os arquivos, baixe o arquivo wine-versão.tar.xz.

2) Extraia o arquivo com tar -xvJf wine-versão.tar.xz. Entre dentro da pasta que aparecer no diretório.

3) Execute o comando:

./configure

Se você estiver em um ambiente 64 bits, pode ser necessária a opção:

./configure --enable-win64

O configure é responsável por detectar se o Wine pode ou não ser compilado em seu computador. Caso mensagens de erro sejam exibidas, não hesite em pesquisar na internet como solucioná-las. Também, podem ser apresentadas mensagens de alerta que informam a ausência de uma lib no sistema, crucial à execução de alguns aplicativos do Windows, como, por exemplo, estas aqui:
configure: WARNING: libxml2 64-bit development files not found (or too old), XML won't be supported.

configure: WARNING: libxslt 64-bit development files not found, xslt won't be supported.

configure: WARNING: libgnutls 64-bit development files not found, no schannel support.

configure: WARNING: libjpeg 64-bit development files not found, JPEG won't be supported.

Caso você não utilize programas que necessitem das bibliotecas informadas pelo seu ./configure, não as instale, seu Wine irá funcionar normalmente.

Caso precise delas, procure-as em seu gerenciador de pacotes ou na internet, mas sempre tendo como preferência seus sites oficiais, como http://xmlsoft.org/, https://www.gnutls.org/ etc.

Quando aparecer esta mensagem:
configure: Finished.  Do 'make' to compile Wine.

Significa que a compilação está pronta para acontecer.

4) Execute o comando:

make

Ele irá compilar a fonte do Wine, podendo demorar um pouco dependendo de seu hardware.

5) Agora rode, como root:

# make install

Esse comando irá instalar o Wine.
  • Se quiser, use depois "make clean" sem ser superusuário. Esse comando irá limpar as "sujeiras" deixadas pelo processo de compilação, ou como os programadores dizem, remover os arquivos objetos da pasta.
  • Para desinstalar, use, como root, o comando "make uninstall" na pasta.

Outras dicas deste autor

Instalando driver NVIDIA no Debian 9

Fazendo o touchpad ("mouse do notebook") funcionar no Linux

Lista de exercícios de programação

Conheça o Fedora Labs e o Fedora Spins

Personalizando o GNOME

Leitura recomendada

HPLIP/CUPS - "Filter failed" ao tentar imprimir (depois de atualizar hplip)

Boxes - Uma alternativa ao Virtualbox?

GRIP - Ripando CDs no Linux

Gerando relatórios do Squid diariamente

Jogos em SWF (Flash Player)? Veja como reproduzir offline

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário