Instalando o NeroLinux

Publicado por Perfil removido em 28/11/2007

[ Hits: 13.273 ]

 


Instalando o NeroLinux



Os usuários que estão migrando do Windows para Linux, que estiverem com dificuldades de gravar CD's e/ou DVD's no K3B ou outro software de gravação, podem optar pelo NeroLinux devido a sua facilidade de uso e de fácil compreensão, principalmente para os iniciantes. Um colega que também é membro do VOL não conseguiu gravar CD's e/ou DVD's no K3B por achar complicado demais, e ainda usa Windows por causa do Nero.

Para maiores informações sobre o software, clique no link abaixo.
Se você gosta muito do NeroLinux, saiba que o preço do serial válido é de apenas R$ 48,00, como vocês podem ver no link abaixo.
Para instalá-lo, clique no link abaixo e selecione o tipo de pacote de sua distro.
Lembrando que instalei aqui no Ubuntu 7.04. Segue abaixo as screenshots do NeroLinux.













:::... Viva o Linux ...:::

Outras dicas deste autor

Fazendo o Firefox instalar extensões

Configurando Speedy no Conectiva 10

Como mudar a cor do olho no Gimp [Vídeo]

Como abrir DVD de vídeo no VLC

Como rodar um Shell Script como se fosse um comando

Leitura recomendada

Gráficos matemáticos

Nautilus Elementary: gerenciador de arquivos mais simples para o Gnome

Fedora Core 6 com suporte a MP3 no XMMS

Gerenciando serviços com o Supervisor

Lakka - Uma distro para games retrô

  

Comentários
[1] Comentário enviado por tenchi em 29/11/2007 - 08:14h

Achei interessante, mas há uma coisa que muitos desenvolvedores não conseguem ver. Algo que quase ninguém faz no Windows e que no (GNU/)Linux é muito comum: o reaproveitamento de código ou recurso.

É o chamado "não tente reinventar a roda".

Nomes aos bois: Porque acha que o Linux tem tantos programas em modo texto? Para que os desenvolvedores se preocupem somente em criam uma interface para o usuário! Para quê começar tudo do zero se já existe uma engine funcionando bem?

Um exemplo são os programas de gravação de CDs. Tem gente que acha que o Linux tem vários deles, quando no fundo, só há um: o cdrecord.
Para quem não sabe, programas como o K3b "somente" geram uma linha-de-comando que é executada "em modo texto". Lógico que o K3b não faz só isso, mas cada coisa que ele faz é realizada por algum programa em modo texto. Seja mkisofs, growisofs, etc.

Um outro exemplo são os players de áudio e vídeo que temos. Para quem não sabe, quase todos eles são baseados em três ou quatro engines: MPlayer, Xine e Gstreamer - também podemos incluir Helix e VLC.

Mas isso não é comum no Windows. Como no Windows a maioria dos programas é de código-fechado, cada desenvolvedor deve produzir seu software "do zero". E isso no final não faz diferença, pois não há a idéia de reaproveitamento de código e fucionalidades já existentes.

Porque estou dizendo tudo isso? Não tenho a mínima idéia ;-) Mas acho que este é um fator essencial a ser analisado quando as grandes empresas pensarem em portar seus programas para outros sistemas não-windows, como GNU/Linux ou FreeBSD, etc.


[2] Comentário enviado por morvan em 29/11/2007 - 11:17h

"... Um colega que também é membro do VOL não conseguiu gravar CD's e/ou DVD's no K3B por achar complicado demais, e ainda usa Windows por causa do Nero."...
Sinceramente, jamais consideraria instalar o Nero ou qualquer outro queimador comercial, principalmente sob esta alegativa. O K3B é facílimo. Difícil seria ter que usar o programa que faz o "trabalho sujo", no caso o CDRecord, tão bem citado pelo Tenchi, acima. O K3B é um "FrontEnd" dos mais bem elaborados, para a queima de mídias. Não fica nada a dever a interfaces comerciais. Outra coisa, R$ 48,00 - uma fortuna! Para o pessoal do Gnome tem ainda o GnomeBaker. Claro que podemos usar o K3B no Gnome e vice-versa.
Abraços,
Morvan

[3] Comentário enviado por psychokill3r em 02/05/2008 - 02:49h

bom eu concordo com tudo dito ai em cima porem acabei de instalar o kde4 no opensuse 10.2 e o k3b foi desinstalado , o kde4-k3b esta no untable ainda entao na seria uma ma ideia ter o nero , e tmbm para nao ter q instalar libs do gnome para o gnome-baker ou brazero
não da para usar a mesma chave do windows? acho q da!!!
parece q a chave do seu nero 6 for win funciona aqui nao precisa comprar.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts