Instalando o Bacula-web no CentOS 5.X

Publicado por Daniel Lara Souza em 12/10/2011

[ Hits: 14.453 ]

Blog: http://danniel-lara.blogspot.com/

 


Instalando o Bacula-web no CentOS 5.X



Bacula-web é uma ferramenta de código aberto cujo projeto começou em 2004, originalmente escrito por Juan Luis Frances, que se encontra atualmente na versão 5.1.0-ALPHA. Esta ferramenta é escrita em PHP, html, css e javascript, e é liberado sob os termos da licença GPL.

O Bacula-web serve para monitoramento e relatórios do Bacula, onde temos:
  • Quantos clientes configurados;
  • Total de bytes armazenados em seu catálogo;
  • Total de arquivos armazenados em seu catálogo;
  • O tamanho do banco de dados do catálogo.

Também temos em relação aos Jobs:
  • Jobs em execução;
  • Jobs concluídos;
  • Jobs com falha;
  • Jobs cancelados;
  • Jobs em espera.

Temos o status dos Jobs das últimas 24 horas onde informam:
  • Quantos Jobs em execução;
  • Jobs com falha;
  • Jobs concluídos;
  • Jobs em espera.

Quantos posts de Jobs para cada nível (incremental, diferencial e integral):
  • Total de bytes transferidos;
  • Arquivos transferidos.

Instalando e configurando

Após ter o seu Bacula já instalado e funcionando; chegou a hora de você visualizar os relatórios.

Bom, com o Bacula-web não é necessário estar no mesmo servidor do Bacula, pode ser em outra máquina.

Instalando o PHP e Apache:

# yum install httpd php php-gd php-gettext php-mysql php-pear-DB -y

Iniciando o Apache na inicialização:

# chkconfig httpd on

Baixe a versão alpha do Bacula-web:

# wget http://bacula- web.dflc.ch/tl_files/downloads/bacula-web.5.1.0-alpha.tar.gz

Após isso, vamos descompactar:

# tar -xzf bacula-web-5.1.0-alpha.tar.gz -C /var/www/html/bacula-web

Vamos ajustar o config.php:

# cd /var/www/html/bacula-web/config
# vim config.php


e deixe como no exemplo abaixo:

<?php

$config['language'] = 'en_EN';

#MySQL bacula catalog
$config[0]['label'] = 'Backup Server';
$config[0]['host'] = 'IP';
$config[0]['login'] = 'usuario';
$config[0]['password'] = 'senha';
$config[0]['db_name'] = 'bacula';
$config[0]['db_type'] = 'mysql';
$config[0]['db_port'] = '3306';

?>

Após isso, salve e saia do arquivo.

Ajustando as permissões:

# chown -Rv apache:apache ./bacula-web
# chmod -Rv u=rx,g=rx,o=rx ./bacula-web
# chmod -v ug+w ./bacula-web/templates_c


Reinicie o Apache:

# service httpd restart

E depois acesse:

http://seuip/bacula-web
Linux: 
Instalando o Bacula-web no CentOS 5.X
Bom pessoal, por enquanto é isso; ainda estou finalizando o artigo do Bacula e do Webacula para compartilhar com vocês.

Outras dicas deste autor

Instalando MariaDB no CentOS 6.5

Pacman no Fedora

XenWebManager no CentOS 6.5

Webmin no OpenBSD 5.4

PhpMyAdmin no Debian Squeeze

Leitura recomendada

Comando time no zsh (shell Linux)

Mudando a aparência do Grub no Ubuntu

timeout - Controlando o tempo que um comando deve ser executado

Configurar o apt-get via pasta compartilhada na rede

Yum - Uma boa ferramenta de instalação de pacotes para o Fedora

  

Comentários
[1] Comentário enviado por emilioeiji em 14/10/2011 - 09:59h

É o próprio bacula que cria o banco de dados?

[2] Comentário enviado por danniel-lara em 14/10/2011 - 10:11h

Sim , o Bacula-Web se conecta no Banco de dados do Bacula e pega as informações
estou finalizado o meu artigo sobre o bacula , até o final do mês já vai esta ok .



Contribuir com comentário