Instalador automatizado do mensageiro instantâneo Emesene

Publicado por Júnior Jones de Menezes em 15/09/2010

[ Hits: 4.326 ]

 


Instalador automatizado do mensageiro instantâneo Emesene



Em matéria de mensageiro instantâneo temos que dar o braço a torcer e admitir que a Microsoft ultrapassa as outras iniciativas com o Windows Live Messenger. Alguns entusiastas já conseguiram emular o software de Bill Gates no Linux utilizando o Wine e parece que funciona razoavelmente bem.

Até então utilizávamos aqui o aMSN, um bom cliente de MSN, mas que ainda anda bem distante do original. Interface pesada e de visual desagradável são fatores que nos levaram a buscar novas alternativas e a emulação já havia sido descartada. Foi então que ouvimos falar do Emesene, um cliente de MSN open source escrito usando Python e GTK pelo desenvolvedor Luis Mariano Guerra e distribuído sob licença GNU GPL.

Como ainda fazemos uso da versão 9.04 do Ubuntu em todos os nossos quase 200 desktops, instalar pelo apt-get tornou-se tarefa quase impossível, pois a versão que instalada era antiga e nunca conectava. Partimos então para baixar o pacote tar.gz do site do desenvolvedor. A princípio, um simples comando no terminal executaria o Emesene, porém, como explicaríamos isso ao usuário? Como prender usuários leigos a comandos que ele nem sequer sonha o significado daquilo, e ainda não dispõe de tempo para isso?

A solução

Pensamos então em desenvolver um script que "automatizasse" o processo de instalação. Que colocasse o Emesene na máquina e adicionasse os lançadores (atalhos) ao desktop e ao menu Aplicativos do Gnome. E o resultado foi:
Funcionou aqui perfeitamente e resolvemos compartilhar para os usuários Linux interessados!

Instalando...

Depois de baixado, o arquivo poderá ser extraído em qualquer pasta (até mesmo no Desktop) ou em um pendrive, HD externo ou outra mídia, utilizando o menu de contexto do Gnome e clicando na opção "Extrair aqui" ou ainda via comando:

tar -vzxf instala_emesene-1.6.1.tar.gz

Abra o terminal e siga com os comandos.

Abrir diretório que contém o script de instalação:

cd instala_emesene-1.6.1

Executar script:

sudo ./instalar

A única intervenção necessária será no momento em que o script de instalação solicitar o nome do usuário, ou seja, o dono da conta em que se deseja instalar o Emesene. Digite o nome e pressione <enter>. Pronto! Enjoy the Emesene!

Obs.: Dica testada em Ubuntu 9.04, com grandes possibilidades de funcionar em qualquer ambiente Gnome que possua, entre outros Python (2.4), GTK+, pyGTK e pyCairo instalados.

Aproveitem o dia!

Júnior Menezes
[Redes, Websites e Computadores]
[email protected]

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Mageia 4 - Instalação via Live-DVD

Manipulação de grupos

Configurando o PHP-Weathermap no Cacti

Como atualizar o pacote office no Linux

Revolution OS: você já assistiu?

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário