HD SAMSUNG SATA2 = ATA3.0 ERROR: DRDY ERROR

Publicado por Perfil removido em 27/08/2011

[ Hits: 8.954 ]

 


HD SAMSUNG SATA2 = ATA3.0 ERROR: DRDY ERROR



Comprei um novo HD, Samsung, de 640GB, para substituir o estragado de 320GB WD Scorpio Blue, do meu notebook.

Ao tentar instalar, já começaram erros "ata1.0", "ata3.0", etc, como se o HD já estivesse nas últimas. Achei tudo aquilo muito estranho, pois o HD antigo é que estava com esses erros e com outros, com dados corrompidos e demais anomalias (foram apenas 2 anos de uso, mas enfim...).

Até o Windows 7 eu tentei instalar para testar se poderia ser alguma incompatibilidade do kernel (testei em várias distros e nenhuma foi até o fim: Fedora 15, Debian 6.02, Ubuntu 11.04, 9.04 e 9.10, só para constar algumas). Sem sucesso...

Mas antes de desistir, fui dar uma fuçada na internet e nas peças e percebi que o HD antigo era apenas "Serial ATA". E o novo era "Serial ATA/3.0Gbps". Será que tem a ver?

Sim, tem... Eu não entendo muito de hardware, pois estou sempre ocupado com outras coisas e quando lançam algo novo sou o último a saber... E obviamente este detalhe de geração de SATA passou batido (foi-se o tempo em que havia a revista PCs e eu a lia mensalmente...).

Aprendi que apesar de ser compatível para frente ou para trás (máquina velha x hd novo ou máquina nova x hd velho, SATA I ou 1.5Gbps e SATA II ou 3.0Gbps), alguns chipsets são bem problemáticos.

E que os erros que recebi, os quais congelavam o PC e impediam a continuação da instalação, decorriam da negociação de dados via software (kernel) entre a placa e o HD, pois a cada tentativa o sistema tentava configurar o HD em um modo mais lento.

No meu caso, o chipset é o da SiS. Há relatos de problemas com Intel ICH e alguns VIA. Não comprem SiS!!! Na época eu não sabia, e comprei esse notebook com essa porcaria, mas foi a primeira e última vez. E o notebook não estava suportando o HD novo, que já é SATA II. Ele é reconhecido, particiona, formata, mas na hora de escrever e ler dados dá os erros mencionados.

A única solução viável seria jumpear o HD para limitar a velocidade, mas no Samsung isso não foi possível. Tentei, sem sucesso, até aprender que esse limite é por meio software específico, o ESTOOLS.

Para resolver, baixe o programa aqui: ESTOOLS: Samsung - Support downloads

Queime um CDROM e inicie o notebook por ele, com o HD instalado.

Navegue pela interface e entre na opção "SET MAX UDMA MODE", quando abrir selecione "SATA MODE" e faça ficar em "150" e não em "300". Daí selecione "PROCESS" e ENTER. Pronto. Resolvido.

Agora é só particionar e instalar sua distro. Esse procedimento só funciona para HDs Samsung e não sei se os HDs de 3.5" suportam essa mudança por firmware ou se é por jumper.

Fica a dica. Iam me cobrar R$ 150,00 pra fazer isso numa oficina de notebooks.

Outras dicas deste autor

Instalando Java e NetBeans5.0 no Ubuntu 5.10

WebProxy Linux distribuído

Verificando se algum parâmetro foi passado via GET para uma página PHP sem precisar testar um a um

Instalando o navegador Google Chrome no Ubuntu

Iniciando com o YUM, gerenciador de pacotes

Leitura recomendada

Regulando velocidade e energia gasta pelos processadores. Método moderno. cpupower

Montando um pen drive no Linux

Instalar drivers NVIDIA corretamente no Ubuntu 12.10

Configurando / utilizando o scanner HP-2400 no Linux

Ralink RT3090 Wireless 802.11n 1T/1R PCIe no Slackware 13.37

  

Comentários
[1] Comentário enviado por asdf2 em 27/08/2011 - 16:32h

muito boa essa dica valeu, vai pro favoritos.

já peguei muita placa com chipset SIS e realmente é uma porcaria...

muito dificil colocar linux nelas, o jeito era tentativas e erros...

mas essa dica vai ajudar pra caramba, se podesse votar ia ser um 10, valeu mesmo.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts