GnuCash e Expense Register: GNU/Linux e Android no controle das finanças

Publicado por Perfil removido em 09/07/2012

[ Hits: 5.789 ]

 


GnuCash e Expense Register: GNU/Linux e Android no controle das finanças



Estou usando o GnuCash para controlar meus ganhos e gastos (estava usando uma planilha do Calc para isso antes) e depois de apanhar um pouco na contabilidade, estou achando o melhor software financeiro do mundo!!!

Como para manter as contas em dia é preciso contabilizar cada centavo gasto, nada melhor que um caderninho. Mas, epa! Eu tenho um smartphone Android!!!

E assim, resolvi buscar no Market algo que servisse para anotar os gastos e depois atualizar no GnuCash.

E assim encontrei, no meio de vários, o Expense Register, que apesar de não possuir tradução para pt_BR, é bem intuitivo, e melhor, capaz de exportar seus gastos para o formato .QIF (Quicken, outro software financeiro muito bem conceituado na plataforma Windows), o qual é entendido e importado facilmente pelo GnuCash.

Basta exportar o arquivo, passar para o PC e importar no GnuCash.

Agora controlem seus gastos, vivendo com 90% dos ganhos, paguem-se primeiro e guardem 10% do que ganham, assegurem uma renda para o futuro.

Não fiquem sem seguro, aumentem sua capacidade de ganho, tenham uma casa e sejam felizes!!!

P.S.: Leiam o livro "O homem mais rico da Babilônia", do George S. Clason, muito bom!!!

Outras dicas deste autor

Inguma 0.4 - Kit de ferramentas para teste de penetração

Como reinstalar o Debian por cima de outra instalação

Corrigindo sistema de fontes de texto da Wikipédia no Debian

Colocar diretório atual (corrent) no PATH

Instalação do Pidgin 2.0.2 no Slackware (parte 3)

Leitura recomendada

GUFW não abre no Ubuntu 16.04 LTS [RESOLVIDO]

Instalando DokuWiki no CentOS

Utilizando o QEMU para instalar e testar distribuições

Alterando o navegador no aMSN

Instalando e rodando múltiplas interfaces gráficas em Linux tipo Debian

  

Comentários
[1] Comentário enviado por leandro em 09/07/2012 - 14:54h

Ainda não li o "O homem mais rico da Babilônia", vou procurar ler, :)

Recomendo também o "Pai rico, Pai pobre" de Robert Kiyosaki. Apesar dos investimentos que ele faz não terem o mesmo resultado em nosso país, vale a leitura.

Abraço.

[2] Comentário enviado por removido em 09/07/2012 - 19:58h

Leandro, estou lendo "Pai rico, Pai pobre".

Concordo! Excelente lição de economia, de vida e de persistência em busca da consolidação financeira.

E como disse "pai rico": o problema do mundo não é o dinheiro, e sim a falta dele.

[3] Comentário enviado por removido em 10/07/2012 - 12:38h

@izaias e leandro: li todos os do pai rico pai pobre, são excelentes, embora não aplicáveis na parte de imóveis.

mas os princípios entre ativos e passivos são fundamentais, isso mudou minha vida.

e o homem mais rico da babilonia determina o caminho para sair das dívidas e adquirir patrimônio. abraços.

[4] Comentário enviado por removido em 10/07/2012 - 13:30h

Ok, Valter.

Vou ler sua sugestão.


Abração.



Contribuir com comentário