Gentoo - Instalação com o Anaconda

Publicado por Perfil removido em 20/04/2012

[ Hits: 10.862 ]

 


Gentoo - Instalação com o Anaconda



Olá pessoal!

Trago uma maneira mais fácil de instalar o Gentoo.

Quem nunca usou Ubuntu? Pois é, o Ubuntu usa como padrão, um instalador semelhante ao Anaconda.

O Sabayon é uma distro baseada no Gentoo, tem quase mais usuários que o 'paizinho'. Sabayon é inovador!

O Gentoo vem aprendendo com o 'filhinho' e adotou o Anaconda, um instalador fácil e simples, que pode ajudar quem está querendo usar o Gentoo. Vamos lá?

Obs.: O Anaconda está somente na última versão do Gentoo (no caso, na versão 12.0 e 12.1).

- 1° Passo:

Particione seu HD com o seu particionador preferido. Recomendo Ext3 e Ext4, ReiserFS também é opção.

- 2° Passo:

Baixe a ISO do Gentoo em seu mirror preferido, UFPR, UNICAMP, etc... Não se esqueça de escolher a versão correta, ou seja, de acordo com sua arquitetura.

- 3° Passo:

Verá um Live-DVD do Gentoo. Grave em um DVD. Reinicie e dê Boot por ele, abra um terminal para atualizar lá mesmo, use:

# emerge --sync

- 4° Passo:

Clone do Git (instalador do Sabayon para Gentoo), vamos criar o diretório para o Anaconda (dir /anaconda), lembre se que precisa estar na pasta raiz (/):

cd /
# git clone git://git.overlays.Gentoo.org/proj/anaconda-overlay.git


- 5° Passo:

Agora, usando um editor de texto (Nano, Vi, etc...) e como root, edite o arquivo "etc/make.conf". Acrescente a seguinte linha:

PORTDIR_OVERLAY="/anaconda"


Ou, ao invés de entrar no editor, pode-se usar:

# echo "PORTDIR_OVERLAY="/anaconda"" >> /etc/make.conf

- 6° Passo:

Procure o Anaconda e instale-o:

emerge -s anaconda-runtime
# emerge -av anaconda-runtime anaconda-runtime-gui


- 7° Passo:

Atualize perfis, ambientes, etc... Para poder rodá-lo e instalar:

# emerge --sync
# emerge portage
# etc-update
$ eselect profile list


Escolha um perfil Gentoo, marque o número.

# eselect profile set NUM

Onde 'NUM', é o número do perfil que escolheu.

# env-update

$ source /etc/profile


E finalmente, chame pelo Anaconda:

# anaconda

Na realidade, o Anaconda está aí para testes. Nada comprova que esta simples maneira continuará a ser utilizada em próximas versões. Mas, por enquanto, usufrua desta modernidade.

Numa distro como Gentoo, toda facilidade transforma-se em mordomia.

Como extra, colocarei os links para download do Gentoo Linux. Individualmente, gosto/prefiro a UFPR, e nestes downloads também prevalecerá o Mirror da UFPR:

Espero ter sido claro e objetivo.

Lucas

Outras dicas deste autor

Instalação manual dos drivers Broadcom B43 Wireless no Debian Squeeze

Instalação da placa wireless MiniPci BCM43xx em notebooks DELL e outros

Instalando o BrOffice.org no Vector Linux 6.0

Instalando um pacote via AUR no Arch Linux

Como configurar o teclado ABNT2 no kylix 3

Leitura recomendada

Compartilhar mesma partição para pastas pessoais entre Ubuntu e Debian e resolvendo o problema do "não é possível mover o arquivo para a lixeira"

Root foi deletado

Certificação Conectiva

Usuário comum sem senha

WPS Office - Corrigindo erro ao abrir [Falha de segmentação (imagem do núcleo gravada)]

  

Comentários
[1] Comentário enviado por albfneto em 20/04/2012 - 13:31h

Tem um problema no sistema, não consigo tirar o outro comentário, está saindo duplicado.

é muito interessante isso, Lucas,favoritei a dica.

porque não fez mais testes e um artigo com isso?

por coincidência, estou testando exatamente isso que vc fez, a alguns dias.

Esse Anaconda para Gentoo foi feito por um programador da europa do leste,
baseado no código do anaconda do Fedora e no do Sabayon.

Se vc tivesse dado um título tipo: "um jeito fácil de instalar Gentoo" ou um "Jeito diferente de instalar Gentoo",
estaria provávelmente cheio de comentários.

umas dicas adicionais....em meus testes não foi possível fazer o primeiro emerge --sync da sua dica, não há espaço no Live DVD para isso, live DVD não grava e vc não está ainda sob chroot.

o primeiro emerge --sync retornaria uma mensagem not enough space, ou write error, pq o sistema não vai conseguir trocar o database /usr/portage do DVD (pelo online, no repo) ele não está ainda no disco rígido.

como a versão do anaconda não mudou ainda, esse primeiro emerge --sync não seria necessário, mas se desejar faze-lo, precisa antes alocar memoria do tipo RAMDRIVE, para isso faça:

# mount /mnt/dynamic -o remount,size=4G

outra coisa, acho que o nome do dir para o anaconda gentoo é anaconda-overlay, então seria a linha:

PORTDIR_OVERLAY=/anaconda-overlay

ainda, o anaconda deve estar mascarado, estava pelo menos quando fiz meus testes, porisso precisa desmascarar, aproveite para coloca-lo em pt-BR se houver a tradução trabalhando com a use flag de pt-BR, assim:

# LINGUAS="pt_BR" emerge -av --newuse --autounmask-write anaconda

querendo, ainda, vc pode usar outra versão do anaconda, invés do ultimo, a partir do Overlay dberkholz.

# layman -a dberkholz

# LINGUAS="pt_BR" emerge -av --newuse --autounmask-write anaconda

aí não será necessário mudar o PORTDIR OVERLAY, mas não use os do Overlay Sabayon-Distro, pq são os arquivos do Anaconda do sabayon e não o do gentoo puro.

Concordo com você, o Sabayon é inovador sim.
a total compatibilidade com o gentoo e seus comandos, o faz ser uma distro única, ao mesmo que binária (na realidade, semi binária, pq adapta os pacotes ao python e oa portage) é linux de compilação.
Não é só minha opinião, a Comunidade Internacional elogia o sabayon muito, inclusive a Susan Lindon, da Distrowatch, uma especialista em gentoo.
o próprio Daniel Robbins, que inventou o Gentoo, gosta de sabayon.

[2] Comentário enviado por removido em 20/04/2012 - 14:13h

Futuramente pretendo fazer um artigo ,mas tenho que ter uma certeza que o anaconda vai continuara ser integrado no DVD do gentoo linux ,nas ultimas versãoes sim está presente ,mas nada me dá uma base que em versão 13 o anaconda será padrão ,aí sim ,posso ampliara dica e as possibilidades ,e criar uma artigo ,a primeira vez que instalei o gentoo compilei ele todinho ,agora o nanaconda facilita muito e poupa tempo. Se o senhor achar que vai ser padrão nas proximas versões ,começo um artigo agora, rs .
Que orgulho ,favoritado pelo meu idolo .
Valeu alberto ^.^ .

[3] Comentário enviado por emccomputadores em 20/04/2012 - 21:46h

Muito bom o tutorial, obrigado.

[4] Comentário enviado por Diego_Henrique em 20/04/2012 - 23:25h

Opa
Interessante essa dica!!
Se funciona mesmo de boa, creio que Gentoo ganhará muitos usuários com isso.

Ainda irei fazer o teste com essa sua dica.Por enquanto não.Estou testando o PCLinuxOS por enquanto.

Parabéns Lucas!!

Favoritado.

[5] Comentário enviado por removido em 26/04/2012 - 13:27h

Quando dou o comando

#emerge -av anaconda-runtime anaconda-runtime-gui

aparece isso.

emerge: there are no ebuilds to satisfy "sys-fs/ntfsprogs".
(dependency required by "app-misc/anaconda-runtime-0.1" [ebuild])
(dependency required by "anaconda-runtime" [argument])

[6] Comentário enviado por removido em 26/04/2012 - 19:38h

emerge -av -nodeps anaconda-runtime anaconda-runtime-gui
Tente isso lucas .

[7] Comentário enviado por Crux em 24/02/2013 - 07:27h

Cara,você esqueceu de mencionar qual é a versão esse método de instalação pelo anaconda,mas mesmo assim presta!!????!!!??

Para aqueles que desejam usarem o Gentoo Linux,terá que esperá muitas horas para instalar,isso não difícil fiz isso mole mole com a verão 11.1
uma,coisa que tem me grolado é o porque os desenvolvedores do Gentoo,não fizeram um LiveDVD que pelo menos instale em modo gráfico,que droga tinha uma gentoo em meu computador,mas sem querer deixei cair um pouco de café no meu computador e,que resultou na queima do meu Hd,tive que comprar outro instalei o Debian,mas não adorei o que realmente quero é o Gentoo,mas terá que baixar o LiveDVD que muitos dizem que instalam mas,já tentei só executa em liveDVD, que droga estou quase usando uma das 7 distros aqui que tenho,tenho que sair do Debian!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Ainda bem,que tenho várias ditros Linux,kkkkkkkkkkkkkkkkkkk só um psicopata por Linux,ehhehehhehehehheh....................
Mas de boa, quem aí tiver uma maneira de instalar pelo DVD eu agradeço,por que não que instalar o Gentoo pelo minimal iso,demora mais para compilar pelo fato de baixar da internet e ter que compilar tudo,que demora


quem quiser usar envie um e-mail para : mex.stell.com@gmail.com

[8] Comentário enviado por removido em 26/02/2013 - 18:18h

Recbi por -email,nem me lembrava mais dessa dica
Mas enfim ,quem seguir a risca não terá sucesso ,me lembro de quando fui instalar o Gentoo 2012 com este metodo, FALHOU , logo depois de trocar ideias com um membro daqui, consegui reformular a dica, dessa vez funcionava,mas solicitei ao Fábio a edição e ele não alterou, fazer o que néh ?!, podia até deletar essa dica e criar outra, mas hoje, 3 meses longe do linux, e usando o W8 , não me lembro como se faz mais .

[9] Comentário enviado por puckine em 10/07/2013 - 17:19h

Já vi esse tutorial antes:
http://www.vivaolinux.com.br/topico/Gentoo-Linux/Instalador-do-gentoo-linux



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts