Gambas 2 (parte 3)

Publicado por Jose Ribeiro em 21/07/2009

[ Hits: 8.243 ]

Blog: https://otrsinbox.cloud

 


Gambas 2 (parte 3)



Nesse terceiro texto sobre o Gambas2 me aprofundarei em banco de dados. Utilizaremos o Gambas2 interagindo com MySQL. Mostrarei também o componente gb.db.form.

Modificando dados na tabela MySQL com gb.db.form

Crie o banco de dados a seguir, base de dados "artigo", tabela "cadastro".

CREATE TABLE `artigo`.`cadastro` (
  `codigo` integer NOT NULL AUTO_INCREMENT,
  `nome` varchar(50) ,
  PRIMARY KEY (`codigo`)
)
ENGINE = MyISAM;

Bom, feito isso temos agora que criar um novo projeto no Gambas2, lembrando que é necessário adicionar o gb.db que fica no menu Projeto, item Propriedades, aba Componentes. Ative gb.db, ative também o componente gb.db.form, pois utilizaremos mais adiante.

Depois digo: vamos começar a programar. A primeira coisa a fazer é um modulo com o nome "conexao":

PUBLIC bd AS NEW Connection

PUBLIC SUB conectar_banco()
        bd.Type = "mysql"
        bd.User = "root"
        bd.Password = "1"
        bd.Close()
        bd.Name = "artigo"
        bd.Open()
        bd.Begin()
END

Em outros textos eu já detalhei esse módulo. Se existirem dúvidas sobre a função deles leia:
Bom, após o módulo de conexão, começaremos a implementação da programação para efetuar as operações básicas em um bd, como adicionar registros, remover registro, atualizar e por aí vai.

Nem descreverei como fazer cada operação. Ao invés disso apresentarei os componentes gb.db.form, eles são como o navegador de banco de dados.

Faça o seguinte: insira um novo formulário, abra-o e clique na aba "Data" da caixa de ferramentas, insira um datasource, um databrowser e duas datacontrol. Feito isso, o databrowser e as dbcontrol deve estar dentro do datasource.

No datasource, na opção table, coloque "cadastro". No databrowser, na opção "columns", insira "codigo" e "nome".

Nos dbcontrol, na opção "fields", coloque "codigo" em um e "nome" e outra.

Nesse tutorial tive a intenção de mostrar que para programar sistema com db no Linux não é necessário ficar horas criando rotinas e tal, basta apenas utilizar ferramentas apropriadas.

Segue abaixo o sistema funcionando. Requerimentos: ter o MySQL funcionando e o banco de dados criado.
Outras dicas deste autor

Wireless - Ubuntu 11.04 no LG-A419 ( RT3090 )

Zimbra Collaboration Server 7 - Community Edition

Mandriva 2008 - impressões pessoais

Editando PDF com o Broffice.org Draw

Tudo sobre aMSN no Slackware

Leitura recomendada

Programa exemplo em Assembler para Linux

SARG - Instalar e configurar

Corrigindo a opção de Delay Pools e autenticação Ldap do Squid 2.7.8_1 no PfSense 1.2.3-Release

Arch-Anywhere - ambiente de instalação do Arch Linux

O Gimp, você sabia que...

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts