Gambas 2 (parte 3)

Publicado por Jose Ribeiro em 21/07/2009

[ Hits: 8.056 ]

Blog: https://otrsinbox.cloud

 


Gambas 2 (parte 3)



Nesse terceiro texto sobre o Gambas2 me aprofundarei em banco de dados. Utilizaremos o Gambas2 interagindo com MySQL. Mostrarei também o componente gb.db.form.

Modificando dados na tabela MySQL com gb.db.form

Crie o banco de dados a seguir, base de dados "artigo", tabela "cadastro".

CREATE TABLE `artigo`.`cadastro` (
  `codigo` integer NOT NULL AUTO_INCREMENT,
  `nome` varchar(50) ,
  PRIMARY KEY (`codigo`)
)
ENGINE = MyISAM;

Bom, feito isso temos agora que criar um novo projeto no Gambas2, lembrando que é necessário adicionar o gb.db que fica no menu Projeto, item Propriedades, aba Componentes. Ative gb.db, ative também o componente gb.db.form, pois utilizaremos mais adiante.

Depois digo: vamos começar a programar. A primeira coisa a fazer é um modulo com o nome "conexao":

PUBLIC bd AS NEW Connection

PUBLIC SUB conectar_banco()
        bd.Type = "mysql"
        bd.User = "root"
        bd.Password = "1"
        bd.Close()
        bd.Name = "artigo"
        bd.Open()
        bd.Begin()
END

Em outros textos eu já detalhei esse módulo. Se existirem dúvidas sobre a função deles leia:
Bom, após o módulo de conexão, começaremos a implementação da programação para efetuar as operações básicas em um bd, como adicionar registros, remover registro, atualizar e por aí vai.

Nem descreverei como fazer cada operação. Ao invés disso apresentarei os componentes gb.db.form, eles são como o navegador de banco de dados.

Faça o seguinte: insira um novo formulário, abra-o e clique na aba "Data" da caixa de ferramentas, insira um datasource, um databrowser e duas datacontrol. Feito isso, o databrowser e as dbcontrol deve estar dentro do datasource.

No datasource, na opção table, coloque "cadastro". No databrowser, na opção "columns", insira "codigo" e "nome".

Nos dbcontrol, na opção "fields", coloque "codigo" em um e "nome" e outra.

Nesse tutorial tive a intenção de mostrar que para programar sistema com db no Linux não é necessário ficar horas criando rotinas e tal, basta apenas utilizar ferramentas apropriadas.

Segue abaixo o sistema funcionando. Requerimentos: ter o MySQL funcionando e o banco de dados criado.
Outras dicas deste autor

Livro: Gambas, programação visual com software livre

Hello world em 397 linguagens

Sistema gereciador de estoque em Gambas2

Supertux 0.3.0 no Slackware 11

Tudo sobre aMSN no Slackware

Leitura recomendada

Personalizando a Interface do KALI Linux

Sincronizando pasta em servidor externo com rsync

Passo-a-passo: aMSN 0.97b no Ubuntu 7.04

Supertux 0.3.0 no Slackware 11

Instalando VNC e o ambiente desktop MATE no Kali Linux 2.0

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts