Fish Shell como padrão respeitando o /etc/profile

Publicado por Matheus em 20/04/2020

[ Hits: 533 ]

 


Fish Shell como padrão respeitando o /etc/profile



Existe um problema ao usar o Fish como shell padrão, que é o fato dele não respeitar os arquivos /etc/profile* pelo fato de ter uma sintaxe completamente diferente do BASH e isso faz com que muitas variáveis importantes não sejam exportadas.

Em um sistema Gentoo, por exemplo, os arquivos em /etc/profile.d e /etc/profile.env são usados pelo eselect para coisas como implementação Java padrão, perfil OpenGL, PATH para programas binários instalados em /opt etc.

Para resolver isso existe um plugin chamado bass, que vai usar o bash pra inicializar esses arquivos e transferir as variáveis para um formato que o Fish possa utilizar.

Para a instalação, estarei usando o framework oh my fish. Se você não o tem instalado, então já providencie:

omf install bass

E adicione isso em ~/.config/fish/config.fish:

bass source /etc/profile
bass source /etc/profile.env
bass source /etc/profile.d/*

Se quiser modificar variáveis localmente, então faça após o bass, por exemplo, para adicionar diretórios ao PATH:

set -x PATH ~/.local/bin $PATH

Outras dicas deste autor

Focus stacking em GNU/Linux

Plymouth no Arch Linux

Painel transparente no KDE

Aceleração (re)compilações no Gentoo

Carregar os binários e libs na RAM

Leitura recomendada

Os comandos uncompress e zcat

Comandos para localização de arquivos

Corrigindo erro persistente no dpkg que impede qualquer instalação

Remover pacotes instalados duplicados (yum)

iptables - Diferenças entre -I e -A

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts