Fazendo máquinas Windows 98 enxergarem máquinas Linux

Publicado por Wanderlei Hüttel em 10/11/2005

[ Hits: 9.518 ]

 


Fazendo máquinas Windows 98 enxergarem máquinas Linux



Possuía uma rede com dois servidores distintos rodando Linux com Samba e 25 estações com Windows 98, porém as estações Windows não conseguiam enxergar os servidores Samba, sendo que configurações estavam todas corretas.

Quando procurei algo sobre o que poderia estar ocorrendo, verifiquei uma configuração no Samba, a linha "OS Level = 65", que seria meio que um nível de mestre da rede.

Pelo que pesquisei, o Windows trabalha com o "OS Level" até 64, desta forma coloquei o "OS Level" com um número maior que 64, assim as máquinas Windows 98 conseguiram enxergar os servidores Linux.

Em um servidor coloquei o "Os Level = 65" e no outro "Os Level = 66".

Segue abaixo o arquivo smb.conf utilizado:

# smb.conf is the main Samba configuration file. You find a full commented
# version at /usr/share/doc/packages/samba/examples/smb.conf.SuSE
# Date: 2003-09-23


[global]
  net bios name = linux
  local master = yes
  add user script = no
  domain logons = yes
  preferred master = auto
  dead time = 15
  workgroup = NOMEDOMEUGRUPO
  server string = Servidor Arquivos
  security = SERVER
  encrypt passwords = yes
  map to guest = Bad User
  null passwords = Yes
  time server = Yes
  unix extensions = Yes
  socket options = SO_KEEPALIVE IPTOS_LOWDELAY TCP_NODELAY
  character set = ISO8859-1
  os level = 65
  domain master = yes
  create mask = 0777
  directory mask = 0777
  veto files = /*.eml/*.nws/riched20.dll/*.{*}/
  read raw = yes
  write raw = yes
  max xmit = 65535
  getwd cache = yes
  max log size = 50
  keep alive = yes
  announce as = NT Worstation
  browseable = yes
  guest account = convidado

[server$]
  comment = Acesso Total Servidor
  path = /
  writeable = yes
  public = yes
  browseable = yes
  guest ok = no
  read only = no
  valid users = root

[backup$]
  comment = Backup Geral
  path = /usr/local/samba/backup
  writeable = yes
  public = yes
  browseable = yes
  guest ok = yes
  read only = no

[bh-cm$]
  comment = Banco de Horas e Controle de Materiais
  path = /usr/local/samba/bh-cm
  writeable = yes
  public = yes
  browseable = yes
  guest ok = yes
  read only = no

[agenda$]
  comment = Agenda de Telefones
  path = /usr/local/samba/agenda
  writeable = yes
  public = yes
  browseable = yesv   guest ok = yes
  read only = no

[inst]
  comment = Instalacoes
  path = /usr/local/samba/inst
  writeable = yes
  public = yes
  browseable = yes
  guest ok = yes
  read only = no

[publico]
  comment = Acesso Publico
  path = /usr/local/samba/publico
  writeable = yes
  public = yes
  browseable = yes
  guest ok = yes
  read only = no

[atualiza]
  comment = Atualizações
  path = /usr/local/samba/atualiza
  writeable = yes
  public = yes
  browseable = yes
  guest ok = yes
  read only = no

Wanderlei Hüttel

Outras dicas deste autor

Entrar como root no modo gráfico do Ubuntu

Leitura recomendada

Instalando o XFCE mínimo

Resolvendo problemas com o teclado numérico no Ubuntu 8.04

Placa de vídeo - S3 Unichrome - RESOLVIDA

Criar um pendrive de boot do Linux (Live USB) via terminal

Como adicionar scripts à inicialização do Fedora 21

  

Comentários
[1] Comentário enviado por fchevitarese em 10/11/2005 - 17:02h

legal!! só acho que deveria estar na seção de dicas! mais é isso ai! tendo experiencias e repassando o aprendizado vamos dominar o mundo!! rsrsrs

abrraços

[2] Comentário enviado por gabriel.bezerra em 10/11/2005 - 22:40h

se você nao percebeu isso já está na seção de dicas?
Legal, nunca consegui esse feito, vou tentar com teu artigo.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts