Estatísticas do Linux Counter

Publicado por Sergio Teixeira - Linux User # 499126 em 08/12/2010

[ Hits: 7.111 ]

 


Estatísticas do Linux Counter



De acordo com o Linux Counter, estes são os percentuais de usuários de Linux registrados:

Onde usam           Usuários   Percentual
-------------       --------   ----------
(não especificado)     6556      5.20%
no trabalho           66467     52.76%
não usam                  1      0.00%
na escola             31034     24.63%
em casa              110962     88.08%
"em algum lugar"        798      0.63%

Vemos que o percentual de usuários domésticos seria bem maior que o que poderíamos imaginar.

No entanto, essa estatística tem uma grande falha: Considerou os cadastros antigos (eles caducam após dois anos).

Dessa forma os percentuais somariam 171.3%, o que é absurdo.

E para nós tupiniquins esse número 171 está geralmente associado a trambiques...

E também o número de respostas é de 215818 para apenas 125981 usuários...

Ora, em matemática e nas ciências dela derivadas, qualquer errinho por mais idiota ou insignificante que possa parecer, faz o resultado desmoronar por completo.

Eis como estão os usuários por país:

País             Usuários   Habitantes
----             --------   ----------
Estados Unidos     17361     303.8m
Brasil              9809     191.9m
Alemanha            7056      82.4m
Itália              6609      57.5m
Polônia             5905      38.6m
Espanha             5492      42.7m
França              4246      64.1m
Reino Unido         4135      58.9m
Rússia              3460     140.7m
Canadá              2970      31.0m
Índia               2520    1148.0m
Holanda             2417      16.4m
México              2357     110.0m
Argentina           2284      37.5m
Indonésia           1943     237.5m
Chile               1924      15.4m
Venezuela           1867      25.6m
Finlândia           1791      5.2m
Suécia              1716       8.9m
Austrália           1707      19.3m
Dinamarca           1392       5.4m
Romênia             1313      21.7m
Colômbia            1240      44.5m
Bélgica             1238      10.2m
Noruega             1218      4.7m
Ucrânia             1153      47.5m

E "em algum lugar" identificado pela sigla "XW" e que tem 6069.2 milhões de habitantes, há 2474 linuxistas registrados.

Os demais países tiveram menos de 1000 usuários cadastrados.

A Coréia do Norte, por exemplo, com 22.4 milhões de habitantes, tem apenas 7 usuários cadastrados. E na Geórgia do Sul, TODOS os usuários são linuxistas. Todos cinco.

Proporcionalmente (número de usuários cadastrados x número total de habitantes do país) os vencedores foram:

1. Finlândia (3,44423077%)
2. Noruega (2,59148936%)
3. Dinamarca (2,57777778%)
4. Suécia (1,92808989%)
5. Polônia (1,52979275%)

Dessa turma toda, a lanterninha ficou com a Índia (0,02195122%).

Estados Unidos ficou com a marca de 0,57146149% e o Brasil com 0,51115164%.

Muito embora esses números não signifiquem muita coisa, pois a grande maioria da população nem sequer possui ou tem acesso a um computador, nas entrelinhas significa que em alguns países uma parte muito grande da população ainda não tem contato com computadores, internet e coisas assim.

Ou seja, que falta aquilo que chamamos de "inclusão digital", que é subproduto de outro item importante chamado "vida confortável".

No tocante à caducidade dos cadastros, há um detalhe bastante desapontador: O certificado do site não é reconhecido, o que gera uma mensagem do nosso bom web browser e faz com que os linuxistas da categoria "macaco velho" não se arrisquem a criar uma exceção para renovar o cadastro.

Agora está explicado o mistério! É por isso que o número de usuários aparentemente diminuiu.

Vejam o gráfico "The history of the Linux user count" na página http://counter.li.org/reports/short.php e constatarão que em 2002 eles cancelaram os cadastros existentes, obrigando os usuários a fazer um recadastramento (vejam a queda vertiginosa na linha vermelha do gráfico).

Isso foi um verdadeiro "tiro no pé" e que poderia ser usado indevidamente pela "concorrência" para sugerir que os usuários Linux estariam "abandonando" em massa o sistema operacional do pinguim (o gráfico sozinho poderia muito bem servir para demonstrar esse tipo de argumento).

Ainda mais que na legenda existem os termos "all" (todos) e "real".

Quer dizer que "os usuários na verdade não eram tantos quanto anunciados"?

NÓS sabemos a resposta, mas o grande público não; E é apenas questão de detalhe: No lugar do "real" poderia simplesmente estar escrito "confirmed this year" (confirmados neste ano).

Outro dado interessante e que pode passar despercebido:

Estima-se que de todo o universo de usuários Linux apenas algo entre 0.2% e 5% fez o seu registro no Linux Counter e que assim o número TOTAL de usuários Linux é algo provavelmente entre 2.519.620 e 62.990.500 pessoas - considerando-se apenas os usuários recadastrados.

Acrescento eu que uma boa parte de nós não fez novo cadastro, por questões de desconfiança no tal certificado.

Eu mesmo hesitei bastante e fiz um monte de pajelanças antes de finalmente realizar o tal recadastramento.

No final das contas, tudo OK e indolor.

Outras dicas deste autor

Comandos aceitos no Basic Linux

"A VERDADE" sobre PC Chips e ECS

Freespire: Uma distro bem documentada

Linux é fácil de instalar

Blasfêmia!? Firefox no Basic Linux, sim!

Leitura recomendada

Eterm - tenha um terminal fixo no seu desktop

Abrir o "Monitor do Sistema" com "Ctrl + Alt + Del"

Onde está o "rc.local" no SUSE Linux

Adicionando controles do Rhythmbox no painel do Gnome

Instalando imagem de fundo no grub 2

  

Comentários
[1] Comentário enviado por eldermarco em 09/12/2010 - 10:48h

Teixeira, eu não sei se entendi muito bem a sua colocação, mas me parece correto o percentual ali em cima. Não existiria nada de errado em somar mais de 100% se considerarmos que pessoas que usam o Linux em casa, também o fazem no trabalho ou em outro lugar. Assim, por exemplo, vemos que existem mais pessoas que usam computadores em casa do que no trabalho , mas olhando pelos números, também notamos que deve haver uma intersecção aí, onde pessoas usam Linux em casa e também no trabalho e talvez na escola e por aí vai.

Bom, entendi dessa maneira =)

[2] Comentário enviado por Teixeira em 09/12/2010 - 13:41h

Acho que publicar aquelas estatísticas sabendo-se de antemão que a amostragem está furada não tem utilidade alguma. Pelo contrário, induz-se à crença de que somos em muito menor número do que somos na realidade.
Enquanto isso, "a concorrência" considera como "usuários" até os cachorros, gatos, papagaios e qualquer outro animal ou microorganismo que more na casa de um usuário doméstico ou que passe pela porta de uma empresa qualquer.
Ou seja, tudo que se move é considerado como "usuário" para todos os fins de divulgação e de propaganda institucional. E não importa a aquisição: se foi por compra espontânea (caso raríssimo), compra induzida (muitos e muitos casos) ou através de cópias não oficiais, o que constitui a grande maioria.
Seria útil sabermos quantas pessoas usam "LEGALMENTE e por livre e espontânea vontade", cada um dos sistemas operacionais que existem na atualidade.
Mas sabe quando vamos ter essa resposta?
NUNCA.



[3] Comentário enviado por bilufe em 16/12/2010 - 17:10h

Pesquisas como estas jamais serão precisas.

Nem todos os usuários de Linux ficam respondendo questionários na internet ou se cadastrando, ou simplesmente dizendo "eu uso Linux". Há quem não se interesse em ficar respondendo enquetes e nada disto, há quem apenas use o Linux e simplesmente o use!!!!

Estes cadastros atingem uma pequena quantia minúscula de usuários de Linux, porque são poucos que tem interesse nisto.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts