Elimine o globalmenu do Ubuntu e volte a ser feliz

Publicado por Xerxes em 27/02/2012

[ Hits: 4.367 ]

Blog: https://static.vivaolinux.com.br/imagens/dicas/comunidade/300.jpg

 


Elimine o globalmenu do Ubuntu e volte a ser feliz



Dica testada no Ubuntu 11.10 e voltada para usuários que não gostaram do globalmenu do Ubuntu.

O que é globalmenu? É aquela tentativa de imitar o sistema da Apple fazendo com que o menu do aplicativo que estiver em primeiro plano fique sempre disponível na parte superior da tela.

Desvantagem: fica-se impossibilitado se acessar o menu de um aplicativo que está ao fundo sem antes trazê-lo para frente.

Sem o globalmenu eu posso com um clique acessar o menu do Firefox mesmo que na frente dele tenha uma janela aberta. Isso traz automaticamente a janela do Firefox para frente. Com globalmenu eu teria que clicar na janela e depois acessar o menu: dois cliques ao invés de um, ou seja, mais trabalho.

Outra desvantagem é que o globalmenu não funciona em todos os aplicativos, como por exemplo, com o editor Gvim que eu gosto de usar. Deixando o sistema sem um padrão e as vezes até bugando.

Solução:

sudo apt-get remove appmenu-gtk3 appmenu-gtk appmenu-qt thunderbird-globalmenu firefox-globalmenu

Depois basta encerrar a sessão e logar novamente.

Outras dicas deste autor

Erro ao tentar instalar Manjaro Linux [Resolvido]

Montando Android com mtpfs

Para quem está na Deep Web

Habilitando Flash novo e Java no Fedora 23

Atalhos do Gnome 3 (gnome-shell)

Leitura recomendada

Compactar e descompactar

Entendendo os diretórios de sistema

Conversão de decimais em binários e vice-versa

Instalação VMware Server no Debian-amd64-stable

FreeBSD - Configuração do MRTS

  

Comentários
[1] Comentário enviado por levi linux em 28/02/2012 - 14:24h

Muito bom, não cheguei a usar o globalmenu no Ubuntu 11.10, porém mesmo na época do Gnome 2.x essa solução não me agradava muito por um dos motivos que citou no texto, a falta de padronização. Muito útil, vi bastante gente reclamando do globalmenu, parabéns!



Contribuir com comentário