Deixando o SU colorido no Slackware

Publicado por David em 17/11/2005

[ Hits: 8.428 ]

Blog: http://twitter.com/dias_david

 


Deixando o SU colorido no Slackware



Se você usa Slackware, deve ter notado que o ls não sai colorido quando você precisa usar o su (e olha que no Slackware se usa bastante!). Essa dica é só por padrão estético, para que o su fique com ls colorido!

Como usuário root (pode ser no SU mesmo), crie um arquivo em /root chamado .bashrc (lembre-se do ponto no início, ele está oculto). Este arquivo é responsável por carregar variáveis sempre que um usuário for utilizar o sistema, mesmo que não se logue. Coloque em /root/.bashrc as seguintes linhas:

export LS_OPTIONS=--color
alias ls="ls $LS_OPTIONS"

Isso cria uma variável chamada LS_OPTIONS, cujo conteúdo é a sintaxe --colors (que faz o ls ficar colorido) e um alias que diz que sempre que alguém digitar ls, o comando ls --color deverá ser executado.

Caso queira incrementar mesmo o negócio, pode copiar as linhas do arquivo /etc/profile que tratam das cores no ls, procure nesse arquivo por dircolors e lscolors.

É isso e que a força esteja com vocês!

Outras dicas deste autor

Corrigindo desmontagem automática no HAL com Debian Lenny

Usando o seu CD do Slackware como disco de boot

Renomeando nomes de documentos no Google Docs

Resolvendo cores e resolução da tela nas placas Permedia 3DLabs no Ubuntu 8.04

Leitura recomendada

Erro: Pacote não tem candidato para instalação - Debian 9 [Resolvido]

Servidor Yum público para Oracle Linux 6.2

Desabilitando dispositivos de armazenamento removíveis via USB no Debian Squeeze Testing

Renomeando interfaces de rede com nameif e /etc/mactab

Backtrack 4 com idioma Português e Português do Brasil

  

Comentários
[1] Comentário enviado por igorsds em 18/11/2005 - 11:39h

legal.. valeu ae pela dica..

[2] Comentário enviado por henbran em 27/12/2008 - 12:07h

Boa Tarde.

Editei o referido arquivo, porém no Debian e o que muda é somente que as linhas já estão lá, porém comentadas. Basta descomentá-las. Observação importante é que no Debian a linha => export LS_OPTIONS=--color, usa aspas simples; e a linha =>
alias ls="ls $LS_OPTIONS" também usa aspas simples.

E VIVA O LINUX.
Paulo
www.henbran.com.br



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts