Debian testing com pacotes Sid opcionais

Publicado por Xerxes Lins em 26/04/2016

[ Hits: 2.224 ]

Blog: https://heeeeeeeey.com/

 


Debian testing com pacotes Sid opcionais



Você sabia que pode ter um Debian testing (ou mesmo stable) e mesmo assim usar pacotes de outras versões quando quiser? Veja como lidar com os pacotes com o chamado Apt-Pinning. Dica para iniciantes.

Dica criada logo após a instalação do Debian non-free com ambiente Lxde. Essa e outras imagens do Debian estão disponível em:
Debian para uso profissional precisa ser estável e receber atualizações de segurança. Porém, Debian para uso doméstico não precisa disso. Você pode usar o Debian testing ou até mesmo o Debian unstable (também chamado de Sid) para ter acesso aos softwares mais atualizados que os do Debian stable.

Uma alternativa é atualizar o arquivo "sources.list" trocando o nome da distro por "testing" ou "unstable". Mas há uma forma menos drástica de fazer isso. Você pode, por exemplo, usar a versão testing (que é mais segura que a versão unstable e recebe atualizações de segurança) e ainda desfrutar da possibilidade de usar pacotes unstable quando desejar.

Para isso faça backup do sources.list e edite-o:

# cp /etc/apt/sources.list /etc/apt/sources.list.original
# nano /etc/apt/sources.list


Conteúdo:

deb http://linorg.usp.br/debian/ stable main non-free contrib
deb http://linorg.usp.br/debian/ testing main non-free contrib
deb http://linorg.usp.br/debian/ unstable main non-free contrib
deb http://security.debian.org/ stable/updates main contrib non-free
deb http://security.debian.org/ testing/updates main contrib non-free

Salve e feche.

Edite outro arquivo:

# nano /etc/apt/apt.conf.d/70debconf

Conteúdo:

APT::Default-Release "testing";
APT::Cache-Limit 81920000;

Salve e feche.

Obs.: a segunda linha altera o tamanho do cache para comportar dados do stable, testing e unstable ao mesmo tempo, já que o valor padrão (inalterado) do cache pode não ser suficiente.

Se estiver com ambiente gráfico aberto saia com "Ctr+Alt+f1", faça login como root e execute:

# apt-get update && apt-get dist-upgrade

Quando terminar, reinicie. Assim você terá o Debian testing com repositórios do stable, testing e unstable. Para verificar as várias versões de um pacote use o comando:

apt-cache policy [pacote]

Exemplo:

# apt-cache policy aptitude

Resultado:

aptitude:
  Instalado: 0.7.5-3
  Candidato: 0.7.5-3
  Tabela de versão:
     0.7.8-1 500
        500 http://linorg.usp.br/debian unstable/main amd64 Packages
*** 0.7.5-3 990
        990 http://linorg.usp.br/debian testing/main amd64 Packages
        100 /var/lib/dpkg/status
     0.6.11-1+b1 500
        500 http://linorg.usp.br/debian stable/main amd64 Packages


A versão instalada é 0.7.5-3, que é igual a versão do repositório testing (prioridade 990). No caso, se você quiser outra versão, como unstable, pode usar o comando:

apt-get install [pacite]/unstable

Exemplo:

# apt-get install aptitude/unstable

Da forma como está o sistema sempre preferirá pacotes testing, mas permitirá instalação de pacotes unstable quando especificado.

Aceito comentários que complementem a dica.

Abraço!

Fontes:
Outras dicas deste autor

Alterar tamanho de fontes no Ubuntu [Resolvido]

Compartilhamento simples e rápido de diretório para outros computadores

Atalhos no teclado no LXDE (Openbox)

Instalação da Steam no Debian 8 (Jessie)

Steam - Jogos de Windows no GNU/Linux

Leitura recomendada

APT-GET.org - Encontre novos repositórios não-oficiais para o Debian

Node.js e Apache juntos usando mod_proxy

Somar dias úteis em data - PHP

FreeBSD com Packet Filter

Tim Web Onda MSA501HS no OpenSuSE 11

  

Comentários
[1] Comentário enviado por th.hoffmann em 27/04/2016 - 01:34h

Caraca, muito interessante xerxes, mas deixa ver se entendi direito:
isso me permitiria por exemplo usar o debian jessie mas com o kde plasma recebendo suas atualizações diretamente do repo testing?
se sim poderia me auxiliar a colocar em pratica?

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 27/04/2016 - 10:22h


[1] Comentário enviado por th.hoffmann em 27/04/2016 - 01:34h

Caraca, muito interessante xerxes, mas deixa ver se entendi direito:
isso me permitiria por exemplo usar o debian jessie mas com o kde plasma recebendo suas atualizações diretamente do repo testing?
se sim poderia me auxiliar a colocar em pratica?


Não testei!

Mas... teoricamente sim, com duas observações. Nesse seu em particular o "APT::Default-Release" seria o stable, e há também (imagino) o risco de conflito de pacotes, dependências com versões erradas, já que você instalaria muitos pacotes.

Não tenho como testar no momento, pois estou voltando ao Funtoo.

[3] Comentário enviado por th.hoffmann em 27/04/2016 - 18:50h


[2] Comentário enviado por xerxeslins em 27/04/2016 - 10:22h


[1] Comentário enviado por th.hoffmann em 27/04/2016 - 01:34h

Caraca, muito interessante xerxes, mas deixa ver se entendi direito:
isso me permitiria por exemplo usar o debian jessie mas com o kde plasma recebendo suas atualizações diretamente do repo testing?
se sim poderia me auxiliar a colocar em pratica?


Não testei!

Mas... teoricamente sim, com duas observações. Nesse seu em particular o "APT::Default-Release" seria o stable, e há também (imagino) o risco de conflito de pacotes, dependências com versões erradas, já que você instalaria muitos pacotes.

Não tenho como testar no momento, pois estou voltando ao Funtoo.


Entendo, tambem imaginei essa questão das dependências, para contornar isso pensei em instalar o jessie sem ambiente grafico e então configurar a sources.list conforme sua dica e então instalar o kde plasma a partir dai. vou ver se faço entre hoje e amanhã.

[4] Comentário enviado por th.hoffmann em 29/04/2016 - 17:24h

pois é, eu bem que tentei instalando sem ambiente grafico, mas virou um pesadelo de depêndncias a resolver. não é uma boa idéia, pelo menos não como eu tentei.
mas é uma otima dica para instalar programas.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts