Cuidado! O reiserfs e o reiser4 estão sendo sabotados

Publicado por Daniel Ribeiro da Silva em 07/07/2011

[ Hits: 8.043 ]

Blog: http://danielbr-news.blogspot.com/

 


Cuidado! O reiserfs e o reiser4 estão sendo sabotados



É isso mesmo! Você não escutou errado não!

Comecei a notar uma certa instabilidade e degradação no desempenho no reiserfs, e escutar falar mal do reiser4 (do nada). Então fui pesquisar o motivo, e adivinha!? Os desenvolvedores do kernel estão sabotando o reiserfs e o reiser4. Com inveja! Coisa feia! Sabotar o filesystem dos outros! Cara estou com medo desse povo. Quero migrar logo pro btrfs, já vou começar a migrar as home e outras partições secundárias.

Veja alguns exemplos da sabotagem:

É por isso que estranhei que o pessoal do kernel estavam fazendo commits no reiserfs e no reiser4. Achei que eles estavam continuando o projeto (mesmo com o Hans preso). Mas quando vi a documentação do reiserfs e do reiser4 sumir, algumas instabilidades aparecer, e o desempenho cair um pouco de uma hora para outra, tive que desconfiar e ir atras do motivo. Mas sabotagem! Pera ai! Isso é coisa de criança.

De qualquer forma é btrfs agora (afinal é o queridinho dos desenvolvedores do kernel), ou outro filesystem que não esteja sendo sabotado (ainda).

É uma pena, pois o reiserfs era muito bom, e o reiser4 uma maravilha. Mesmo o reiserfs era melhor que o ext4.

Aliás ext4 é pura enganação. Certamente ele é um dos mais seguros e mais rápidos, só que não na mesma configuração. Por padrão ele vem bem inseguro para garantir velocidade, e se você coloca segurança nele o resultado é que fica superlento (nem os implementadores do ext4 recomendam isso). Ou seja, a propaganda não diz que ele funciona em modos com características bem diferentes, mas só ressalta o melhor de cada modo como se fosse um só. O resultado é que no padrão ele recupera os metadados mas os dados em si são perdidos (fica um monte de arquivos com nome, data de modificação, acesso e por ai vai, mas com 0 bytes de tamanho eheheheh).

O pessoal que mantem as distribuições, para não falar mal dos desenvolvedores do kernel, dizem que o reiserfs está sofrendo uma "regressão" (que lindo!). Mas igualmente a mim, estão desesperados. Não acredita? Então veja os planos do Fedora em adotar por padrão o btrfs na sua versão 16! Eles também viram o estado do ext4 (pois estão abandonando ele), o quê está acontecendo com o reiserfs e o reiser4, e são obrigados pela situação a planejar adotar um filesystem completamente novo, com possíveis bugs, como padrão de sua distribuição.

Não seja enganado pelo que estão falando por ai! Se não acredita vá lá e veja por si mesmo, o código está lá, e o que aconteceu com ele também.

[]s
Daniel


Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Ativando o atalho Shift+Del no Dolphin

Snapshots BTRFS no GRUB

Estendendo, à quase eternidade, a vida útil do SD card no Raspberry Pi

This partition cannot be modified because it contains a partition table [RESOLVIDO]

Nautilus-Terminal no Gnome 3

  

Comentários
[1] Comentário enviado por Fellype em 07/07/2011 - 14:57h

[humor(negro) on]
É melhor esses sabotadores se cuidarem, pois, senão, o Hans Reiser pode querer matá-los.
[humor off]
Brincadeiras (de mau gosto ou não) à parte, pela lida (superficial) que dei no link(que é de 2008), não dá pra concluir que os caras estão sabotando, no sentido explícito da palava. É *possível* que eles tenham tentado continuar o desenvolvimento dos sistemas de arquivo citados e, por incompetência, fizeram uma(s) [email protected]@[email protected](s) que não conseguiram consertar e, neste caso, por sacanagem, deixaram do jeito que ficou.
De qualquer forma, o melhor mesmo é seguir a recomendação da distro que usamos ou usar o sistema de arquivos que melhor se adapta às nossas necessidades.

[2] Comentário enviado por dados.linux em 07/07/2011 - 15:17h

Meu amigo! Se você é um programador, verá claramente que é sabotagem pura, basta olhar o código, não tem erro não, nem com o cara bêbado tem como fazer um commit daqueles por acidente ou incompetência (definitivamente sabotagem). O link exemplo foi só para referenciar alguma coisa, para dizer que não sou o único a falar disso. Inclusive o quê mais me deu trabalho nem foi com o reiser4fs como citado no link, mas com a sabotagem mais recente no reiserfs (essa eu não tenho referência a não ser o próprio código do kernel), afinal até pouco tempo estava usando muitas partições reiserfs (até em pendrives). Pensei até que meus HDs tinham estragados, mas vendo com calma descobri que era no kernel mesmo.

De qualquer forma, se alguém acha que é acidente, que pegue uma dessas modificações e mostre como isso poderia ter acontecido (se é que isso é possível).

[]s
Daniel

[3] Comentário enviado por Fellype em 07/07/2011 - 17:08h

É... Se a coisa tá feia assim mesmo, é melhor começar a fazer backups e ler tutoriais de alteração de sistemas de arquivos.
Agora que me veio à mente que, ultimamente, quando meu pc é desligado por acidente a quantidade de reparos tem sido muito grande. Vai ver tem relação com isto.
Valeu a dica.
Ah, e eu não sou programador.

[4] Comentário enviado por armctec em 07/07/2011 - 17:31h

O melhor seria tentar descobrir a partir de qual versão começou a sabotagem e utilizar a anterior

[5] Comentário enviado por albfneto em 07/07/2011 - 17:33h

em Sabayon, btrfs não é bootável ainda que eu saiba.
Aqui no Bairro onde moro , falat muita luz, porisso uso muito reiserfs, que é resistente e tem um sistema de journaling bom,

não tive problemas até agora, mesmo usando kernel 39.

Uso reiserfs no Gentoo também. Inclusive o reiserfs é o sistema de arquivos favorito do Daniel Robbins, o desenvolvedor do Gentoo.

agora Reiser4 não é compatível com sabayon, porisso não testei.
com xfs, jfs, ext4 já tive sim, partições danificadas.


[6] Comentário enviado por dados.linux em 07/07/2011 - 23:55h

Para a partição de boot (seja o "/" ou o "/boot" que é mais recomendável e pode ser até ext2) o btrfs ainda não é muito recomendável. Na verdade ele não está recomendável nem na documentação dele mesmo. Só mostra o quanto a situação é grave. Por isso, propondo uma alternativa que não gosto muito, mas não temos muita escolha:

ext4 com essas opções de montagem (fica meio lento, mas é usável):
rw,noatime,nodiratime,barrier=1,data=journal,journal_checksum,commit=0

Mas só use isso se a sua versão do kernel for uma das últimas subs-versões (o último número). Isso porque tem umas versões do kernel onde, por exemplo, a opção journal_checksum em vez de ajudar, estava corrompendo o sistema de arquivos.

Apesar disso, vale lembrar que mesmo com essas opções, os metadados são salvos primeiro e com maior prioridade que os dados. Podendo ocorrer situações em que ocorra perdas. Como o próprio Linus (criador e mantenedor do kernel) disse "Quem criou essa solução certamente é um idiota". Então usar um notebook, ou comprar um nobreak ajuda muito.

A propósito, nesse ano a gota dágua para mim foi um travamento tipo "tela azul do windows" ocorrido por causar do uso do reiserfs (quando estava fazendo muitas cópias).

Concluindo: A ideia aqui é somente tomar cuidado. Se a situação ainda não te prejudicou, é bom pelo menos se informar antes que algo aconteça.

EDIT: Ah! vale lenbrar que commit=0 ainda fica como se fosse commit=5, ou seja, 5 segundos de dados perdido. No caso de estar digitando um relatório e salvar, saiba que somente depois de clicar em "save" somente 5 segundos depois é que ele vai efetivar garantidamente.

[]s
Daniel

[7] Comentário enviado por Morvan em 09/07/2011 - 11:05h

Bom dia.
dados.linux, obrigado pela informação; tenho a acrescentar que, dependendo da criticidade dos dados que você deve proteger, eu jamais os deixaria em um sistema de arquivos que, mesmo não sendo verdade o que você sugere (não estou dizendo que não é verdade) não será mais aperfeiçoado ou sofrerá qualquer tipo de manutenção (não importa o motivo, o qual sabemos); todos os meus dados, desde os mais críticos aos mais simplórios estão em uma partição EXT4 (home separado, como mada o figurino); se você detectou este problema, porque não abre uma linha de discussão no wiki do kernel? Concordo com quem acha que é mais uma "barrigada" do que a intenção de sabotar o ReiserFS, como, por ex4emplo, o Fellype.

Abraços,

Morvan, Usuário Linux #433640

[8] Comentário enviado por dados.linux em 09/07/2011 - 16:15h

Morvan, obrigado pelo comentário.

Bom, os desenvolvedores do kernel já declararam publicamente que eles odeiam o Hans Reiser. E a mensagem que quero passar é justamente essa que você falou mesmo, para não usar algo que não tem suporte oficial, e nem mesmo documentação pois foi excluída, mas se estiver usando para tomar cuidado. Apesar que, como programador, não consigo imaginar como aquelas modificações são uma "barrigada" e não uma tentativa de sabotagem. O quê também não muda o resultado.

Quanto ao EXT4, ele não é bem o quê as pessoas falam dele não. E para isso, deixo as palavras do próprio criador do linux:
http://www.linux-magazine.com/Online/News/Linus-Torvalds-Upset-over-Ext3-and-Ext4

No final, os sistemas de arquivos atuais não estão ajudando como deveriam. Então minha recomendação mais conveniente seria usar XFS (em 64bits) com nobreak (configurado para desligar a máquina corretamente).
Isso enquanto esperamos mais pelo btrfs, que vai ser padrão em todas as distribuições normais.

[]s
Daniel

[9] Comentário enviado por angeloshimabuko em 11/07/2011 - 17:48h

Daniel, tudo bem? Que eu saiba, o código do Reiser4 nunca fez parte da árvore oficial do Linux. Poderia informar como você obteve o código do Reiser4 para eu poder olhar?

[10] Comentário enviado por dados.linux em 11/07/2011 - 20:40h

Oi angeloshimabuko!

O Reiser4 é fornecido juntamente com o -mm (um dos principais patchs) no próprio site do kernel.org:
http://www.kernel.org/pub/linux/kernel/people/akpm/

EDIT: Ou se quiser, mais diretamente em:
http://www.kernel.org/pub/linux/kernel/people/edward/reiser4/reiser4-for-2.6/

Bons estudos.

[]s
Daniel

[11] Comentário enviado por carlosalberto4ti em 11/07/2011 - 21:26h

Olá rapaziada ,

Gostaria de fazer algumas perguntas :

Qual sistema de arquivos está 100% funcional hoje , para que eu possa usar ?

Pergunto isso pois uso Debian ( etch , lenny , squeeze e weenzi ) , por mais que o debian tenha a melhor politica de controle de pacotes (ao meu entender) e comunidade que contribui com o código , acredito que se o que foi falado acima , pode ser encarado como algo , que não deverá estár no bug tracer do mesmo .

Sou usuario domestico , mas quero aprender linux a ponto de poder prestar consultoria em T.I. , agora fico com dúvidas se todo meu estudo irá por água abaixo , mesmo que eu use o kernel que o debian apresenta como freebsd , pois estamos falando de sistemas de arquivos e não de projetos isolados .

ps : eu não falo inglês então não consigo , participar das listas de discuções lá de fora , se alguém puder fazer o favor de postar algo nesse entender e a resposta para nos aqui no vol , quando ao suporte ao (velho , atual e rc kernel das distribuições que usamos hoje) , seria de grande valia , para nossa comunidade .

[12] Comentário enviado por dados.linux em 11/07/2011 - 21:56h

Oi carlos007anjo!

Se "100% funcional" quer dizer algo como "não perder arquivos com o desligamento forçadamente imediato como quedas de energia", então sinto dizer que não temos ainda algo que chegue perto disso (futuramente talvez o btfs). Por isso, se quiser algo mais garantido, não deixe esse tipo de desligamento forçado acontecer, use nobreak.

[]s
Daniel

[13] Comentário enviado por escovadordebits em 15/05/2012 - 18:05h

Uso o Ubuntu desde a versão 9.04 (desde 2009), e depois de ver o caminho que a Canonical tomou a partir do 11.10, acabei voltando ao Debian.

Desde o início, sempre usei o formato ReiserFS (versão 3), e nunca tive problema algum, inclusive com direito a quedas de energia, e nem precisei passar gelol no micro. :D

Atualmente estou fazendo testes com o Reiser4, mas tenho que admitir que realmente está cheio de bugs. :(

O pior é que pesquisei bastante sobre o Reiser4, e chegou a funcionar perfeitamente em kernels antigos, mas depois que li esse artigo, tudo começou a fazer sentido.

Eu só não tenho certeza se o atual Reiser4 foi sabotado intencionalmente ou é porque o único membro da equipe que realmente sabia o que fazia era o doido do Hans, que apesar de ser um gênio no lado profissional, foi um desastre a nível pessoal, matando a própria esposa.

Bom, mesmo se Linus, o criador do Linux, enlouquecesse e também fizesse a mesma porcaria, isso em nada abalaria o meu afeto pelo linux. Da mesma forma, o que Hans fez na vida pessoal dele é problema dele, mas infelizmente nos afetou também.

Ainda tenho esperança que o Reiser4 volte ao seu estado funcional como chegou a estar, tempos atrás.

Enquanto fico testando o Reiser4 em uma máquina virtual, vou usando o atual ReiserFS (Reiser3), que me mostrou, ao vivo e à cores nesses anos todos, que é totalmente seguro.

Daniel, agradeço-te imensamente por esse artigo, pois me ajudou a entender o que estou vendo na prática.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts