Criando um usuário exclusivo para desligar a máquina

Publicado por Thiago Jose da Rocha Ribeiro em 14/08/2006

[ Hits: 16.335 ]

 


Criando um usuário exclusivo para desligar a máquina



Aqui vai uma dica de como você pode desligar sua máquina, com um usuário próprio para isso.

Primeiro, você deve dar permissão aos usuários a terem acesso ao shutdown:

# chmod 4755 /sbin/shutdown

Depois devemos criar um link simbólico:

# ln -s /sbin/shutdown /bin

Agora, qualquer usuário já tem permissão para desligar a máquina. Mas vamos supor que você tenha servidores Linux em clientes leigos. Então, quando eles quiserem desligar a máquina, não poderão desligar na mão, pois isso poderá causar algum problema com o seu sistema. Você instala o PuTTY para o cliente e o orienta para que ele acesse o servidor com o usuário e a senha que você deverá criar para ele e, assim que ele logar-se, a máquina automaticamente entra em processo de shutdown.

Para isso, devemos criar o usuário:

# adduser desliga

O restante é normal, não esqueça de colocar a senha para o usuário desliga.

Agora, vamos até o diretório pessoal do usuário e criaremos um script chamado .profile:

# cd /home/desliga/ # vim .profile

Iremos colocar o seguinte conteúdo:

#!/bin/sh
# Script para desligar o servidor
#

shutdown -h now
# Fim do arquivo

Obs.: O . no início do nosso script é porque ele será um arquivo oculto.

Salvamos o arquivo e pronto! Agora basta acessar a máquina com o usuário desliga e sua máquina será desligada.

Caso deseje fazer o download do PuTTY, ele pode ser econtrado no seguinte link:
Bem, espero que essa dica seja de utilidade para todos vocês, valeu!

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Como anexar arquivos em email pelo modo texto

Sincronizar horário no Debian

Instalação do eDEX-UI no Linux

Utilizando o comando scp

Três Formas Fáceis de usar Super Usuário pelo Terminal no Linux

  

Comentários
[1] Comentário enviado por birilo em 14/08/2006 - 23:05h

Grande parte das distribuições possuem um usuário shutdown, que geralmente fica desabilitado...

Não é necessário mais um

[2] Comentário enviado por F4xl em 15/08/2006 - 01:12h

Valeu pela dica Thiago! Eu desconhecia esse usuário shutdown que o nosso amigo aí de cima comentou. É uma dica simples mas bastante funcional!

[3] Comentário enviado por rrinfor em 15/08/2006 - 03:06h

Olá!

Uma pequena observação para que usa Debian!

Para implamentar a dica do Thiago, terá que adicionar os comandos citados no final do arquivo .bash_profile ok.

Abraços

[4] Comentário enviado por birilo em 15/08/2006 - 11:39h

Você está equivocado rrinfor, ou melhor, não está sendo exatamente preciso.

Quando logamos com um novo usuário, o bash padrão definido em /etc/passwd é executado (que por conhecidência, no debian é o bash, mas pode ser o sh, o korn ou outro qualquer).

No caso do bash, pode ser definido em .bash_profile ou em .bashrc

Ou mais bacana ainda, podemos colocar em /etc/passwd o bash padrão do usuário desligar como sendo o utilitário shutdown ou o próprio halt em algumas distribuições. Não tenho certeza absoluta que funciona, mas creio que sim.

[5] Comentário enviado por rrinfor em 15/08/2006 - 14:24h

Ao criar o arquivo .profile no diretorio de usuario, como falou o thiago, ele não é executado pelo bash do usuário local no Debian ao se logar, entendo o que vc quis dizer, mas a observação que fiz é apenas 1 dos meios para funcionar, pois tentei da maneira que o tiago falou e não funcionou, mas com certeza funciona em outra distro, o que eu tentei dizer, é que no Debian ao invés de criar o arquivo .profile que não é executado pelo bash do usuário local vc pode colocar os comando citados na dica em .bash_profile, e não generalizei disendo que este é o único método para funcionar no Debian, foi apenas uma observação simples para não extender muito ok.

Abraços

[6] Comentário enviado por cinco em 04/02/2010 - 16:45h

Se o usuário desliga a máquina linux a partir de um sistema windows, dá pra usar o PLINK invés do PUTTY. (http://www.chiark.greenend.org.uk/~sgtatham/putty/download.html). Com o plink você faz um batch (arquivo .bat) com o seguinte:

c:\caminho\plink -ssh IP_DO_SERVIDOR -l user -pw password

Se não quiser usar o .profile, .bashrc ou .bash_profile, você pode rodar o comando direto pelo batch, ficaria assim:
c:\caminho\plink -ssh IP_DO_SERVIDOR -l user -pw password shutdown -h now

Depois é só criar um atalho pro arquivo .bat e pimba, o usuário LEIGO só vai precisar clicar no icone.


o/

5



Contribuir com comentário