Criando pacotes executáveis auto-extraível no GNU/Linux

Publicado por Fernando T. Da Silva em 18/05/2016

[ Hits: 3.429 ]

Blog: http://meumundotux.blogspot.com.br/

 


Criando pacotes executáveis auto-extraível no GNU/Linux



Assim como no Windows, no Linux você também pode criar e extrair arquivos de pacotes executáveis auto-extraível (self-extracting) usando o 7z ou rar. Cuja finalidade do mesmo, é poder extrair o pacote em qualquer distro Linux, sem precisar ter os comandos 7z ou rar instalados no sistema.

Criando pacotes auto-extraível no Linux com 7z

Exemplo:

7z a -sfx myfotos *.jpg

Descompactado o pacote "myfotos" em qualquer distro Linux, sem ter o 7z instalado.

./myfotos

file myfotos
myfotos: ELF 32-bit LSB executable, Intel 80386, version 1 (SYSV), dynamically linked (uses shared libs), stripped

Notas:
  • O pacote auto-extraível é criado já com o atributo x automaticamente.
  • Como o 7z não adiciona uma referência no nome do arquivo para você mesmo saber se o mesmo é um pacote tipo sfx, o bom é adicionar um sufixo no nome, caso você guarde este pacote também como um backup. Daí então, você e quem receber o pacote saberá facilmente que se trata de um pacote auto-extraível (sfx).

Exemplo:

7z a -sfx myfotos-sfx *.jpg

Criando pacotes auto-extraível no Linux com rar:

rar a -sfx lagoas *.jpg

O rar, automaticamente, adiciona a extensão ".sfx" ao nome do arquivo especificado, no exemplo lagoas, ficando "lagoas.sfx", sendo o mesmo já criado com o atributo x.

Para descompactar em qualquer distro Linux, sem ter o rar instalado:

./lagoas.sfx

Convertendo um pacote rar para auto-extraível no Linux

Se você já tem um pacote rar existente e quiser transforma-lo em um pacote auto-extraível (.sfx) para enviar para alguém, basta converter o mesmo pelo rar:

rar s fotos.rar

Foi gerando um novo pacote com o nome de "fotos.sfx" sendo eliminada a extensão ".rar" e criado com a permissão x e adicionada a extensão ".sfx" no pacote convertido para saber que se trata de um pacote tipo auto-extraível.

Para descompactar o pacote:

./fotos.sfx

file fotos.sfx
fotos.sfx: ELF 32-bit LSB executable, Intel 80386, version 1 (SYSV), dynamically linked (uses shared libs), BuildID[sha1]=7c8a7e2ac54fe67d1146ba8afa0815797ea0007c, stripped

Notas gerais:
  • Você pode extrair o conteúdo do pacote tipo auto-extraível (sfx) criado pelo 7z ou rar em qualquer distro Linux sem precisar ter os comandos 7z ou rar instalados nelas.
  • O pacote auto-extraível (sfx) binário criado no Linux não é um executável compatível com o Windows, mas utilizando qualquer programa de compactação/descompactação que suporte o formato ".7z" e ".rar", cujo o mesmo também permite criar um pacote auto-extraível (sfx), como exemplo o 7-Zip e o Winrar, você poderá então abrir o pacote e extrair os arquivos desejados no Windows por qualquer um dos programas citados, não importa qual deles criou o pacote.
  • Os pacotes binário auto-extraível (sfx) criados pelos comandos 7z e rar no Linux, também podem ser listado e extraídos o seu conteúdo na forma tradicional utilizando os comandos citados.

Pacotes tipo auto-extraível criando no Windows e abrindo no Linux

Os pacotes criados com a opção auto-extraível (sfx) pelo 7-Zip ou Winrar no Windows, no formato binário ".exe", podem ser abertos pelos comandos de linha de comando 7z e rar no Linux, podendo listar e extrair os arquivos contidos neles normalmente, ou usando o Wine para extrair os arquivos do pacote auto-extraível.

Mas, assim como no Windows, não tem como ver os arquivos contidos no pacote auto-extraível quando o mesmo é executado diretamente sem utilizar um programa como 7-Zip, WinRar ou similar.

No Linux, o comando 7z listar e extrair pacotes auto-extraível criado pelo 7-Zip ou WinRar do Windows, mas o comando rar somente suporta o pacote rar criado pelo WinRar, que estiver no formato rar (com o sem adição do sfx), caso for salvo em outro formato diferente do padrão usado no WinRar não será aberto o pacote.

Procedimentos realizados no Salix 14.1 32 bits e Windows 8 64 bits.

Outras dicas deste autor

xbindkeys - Solução para os atalhos configurados no Salix 14.1

avconv - Convertendo vídeo para MP3 rapidamente

Criando um botão Combo Box e fazendo uso da função PROCV (VLOOKUP) na planilha Gnumeric do Gnome

Incrementando o Thunar com ações personalizadas

Conky - Configuração personalizada

Leitura recomendada

Personalizando terminais Aterm, Eterm, RXVT e Xterm

Docker Exec

Ajustando horário no Slackware

Compactação de arquivos PDF com GhostScript

mii-tool - Verificando conectividade de cabo de rede

  

Comentários
[1] Comentário enviado por ru4n em 19/05/2016 - 08:25h

Que dica bacana!

Favoritado!
--
LinuxCounter: #596371



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts