Criando assinaturas para autenticidade e segurança

Publicado por Priscilla Pedde em 04/11/2009

[ Hits: 5.420 ]

 


Criando assinaturas para autenticidade e segurança



O pacote GnuPG é a mais popular e completa implementação de código aberto do padrão OpenPGP. Com o GnuPG é possível assinar e codificar arquivos ou mensagens para garantir a autenticidade e segurança dos mesmos. Isso é feito baseado no conceito de chave pública e secreta, onde a chave é de conhecimento apenas de seu proprietário e a respectiva chave pública pode ser utilizada pelas demais pessoas para garantir a autenticidade desde proprietário.

O comando gpg agrega todas as funções do GnuPG. Ele é usado para gerar as chaves, exportá-las, importá-las, assinar e codificar dados.

Criando as chaves

1 - Devemos primeiramente criar o par chave secreta e chave pública:

gpg --gen-key

Obs.: Algumas literaturas especializadas recomendam a utilização da chave padrão DSA e Elgamal, devido sua versatilidade.

2 - Agora deve-se escolher o tamanho da chave. Ex.: par de chaves DSA vai ter 1024 bits.

Obs.: Tamanhos sugeridos maiores também são adequados, pois tornam a quebra da criptografia um pouco mais difícil.

3 - A chave pode ter um prazo de validade ou jamais expirar. Ex.: A chave é válida por?
  • 0 = chave não expira
  • <n> = chave expira em n dias
  • <n>w = chave expira em n semanas
  • <n>m = chave expira em n meses
  • <n>y = chave expira em n anos

Nas etapas finais será necessário informar alguns dados pessoais (nome, email, descrição e a passphrase, que é a senha com a qual as chaves serão geradas.

4 - O diretório onde fica a configuração do GnuPG é: ~/.gnupg

5 - Listar as chaves presentes:

gpg --list-keys

6 - Serão apresentadas 3 linhas, no início da primeira está escrito pub "1024/F44AD97E YYYY-MM-DD", segunda linha terá uid, onde estará escrito o nome do dono da chave, terceira linha terá sub "4096/8E19790C YYYY/MM/DD.

O código F44AD97E na linha pub é a identificação da chave. Arquivo do chaveiro: ~/.gnupg/pubring.gpg

Exportando a chave

1 - Para que outra pessoa possa verificar os dados assinados, será necessário que tenha acesso à chave pública do usuário em questão. Por isso a necessidade da chave pública ser exportada:

gpg --output ppedde.gpg --export ppedde

2 - Para exportar chave como texto, útil para enviar no corpo do email:

gpg --armor --output ppedde.gpg.asc --export ppedde

3 - Exportando a chave pública para um servidor remoto:

gpg --send-keys F44AD97E
gpg: sending key F44AD97E to hkp server keys.gnupg.net

Importando a chave

1 - Após feita a verificação da autenticidade do arquivo importado é necessário importá-la:

gpg --import phess.gpg

2 - Importando a chave a partir do servidor de chaves:

gpg --recv-keys 8A98A584

A importação da chave fica armazenada no chaveiro ~/.gnupg/pubring.gpg

3 - Listando a chave:

gpg --list-keys
/home/ppedde/.gnupg/pubring.gpg

4 - Após importada deve ser assinada para garantir sua autenticidade:

gpg --sign-key 8A98A584

É recomendável enviar a chave assinada de volta para o servidor. Assim, a chave pública ganha mais credibilidade na medida em que mais usuários a assinam e devolvem ao servidor.

Será feita a verificação de correspondência e entre o arquivo criptografado com a chave pública e a chave secreta local. Se a verificação for bem sucedida, bastará ao usuário fornecer sua passphrase e terá criado o arquivo com conteúdo descriptografado.

Outras dicas deste autor

Madwifi - Debian Etch

Corrigindo erros no módulo do VirtualBox (Ubuntu)

Traduzindo Thunderbird para pt_BR na velocidade da luz

Links simbólicos e hard links

Trocando letrinhas em segundos (sed)

Leitura recomendada

Configurando SFTP modo CHROOTED com o scponly

Fuce no que você não sabe, um dia você aprenderá

Como medir a informação?

Backup do Outlook de uma estação com Windows XP

Shapeshifter - Game Brasileiro para Linux na Greenlight

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts