Conceitos básicos sobre o modelo OSI

Publicado por Ronil Estevam em 25/02/2010

[ Hits: 12.873 ]

Blog: http://www.meuservidorlinux.com.br

 


Conceitos básicos sobre o modelo OSI



O conhecimento em fundamentos de rede é importantíssimo para qualquer profissional de redes, seja para aquele que trabalha com sistemas Windows, Mac e principalmente Linux, este é o motivo pelo qual estarei iniciando uma série de posts sobre conceitos fundamentais de redes, espero que estes textos contribuam para a formação profissional de alguém. Lembrando mais uma vez que são conceitos básicos, até porque eu não sou um expert no assunto, e estar escrevendo também me ajudará a fixar melhor todo este conteúdo que lidamos diariamente na prática em nossos ambientes de trabalho. Mas vamos ao que interessa!

Modelo de referência OSI

Como o próprio nome sugere, é um modelo de referência criado pela ISO (International Standards Organization) a ser seguido na implementação da comunicação em estações dentro de uma rede de computadores.

Sua sigla significa (Open System Interconection), traduzindo para o nosso bom português, sistema aberto de interconexões.

Divide as redes de computadores em sete camadas, as quais possuem protocolos responsáveis por diversas funcionalidades, tais com HTTP, FTP, TELNET, ARP, SMTP, SNMP etc.

Cada camada do modelo OSI comunica-se exclusivamente com a camada superior e inferior.

As sete camadas do modelo OSI são: FÍSICA, LINK DE DADOS, REDE, TRANSPORTE, SESSÃO, APRESENTAÇÃO E APLICAÇÃO. Abaixo uma descrição sucinta sobre cada uma.

1. Física: diz respeito à transmissão de bits ou bytes, características físicas do meio, tais como placa de rede, conectores, etc. Faz controle de acesso ao meio, quantidade e velocidade de transmissões na rede.

2. Enlace: faz detecção de erros provenientes da camada física e os corrigi, é responsável pela transmissão e recepção de quadros e faz controle de fluxo.

3. Rede: faz roteamento e endereçamento de pacotes, garantindo a entrega dos mesmos ao seu destino, essa camada só é utilizada quando há comunicação entre redes distintas.

4. Transporte: faz divisão, junção e ordenação de pacotes controle e correção de erro. Trabalha com serviços orientados e não orientados a conexão, consequentemente, também, com os protocolos que implementam esses serviços

5. Sessão: estabelece uma conexão fim a fim entre estações, faz marcações periódicas durante a comunicação, assim caso a ligação seja interrompida, ela reiniciará do ponto onde parou.

6. Apresentação: faz a tradução do dado recebido para ser entregue à aplicação correta, também realiza compressão e descompressão dos dados, tornando assim a conexão mais rápida. Aqui se pode implementar algum tipo de criptografia para deixar a comunicação mais segura.

7. Aplicação: faz a interface entre o protocolo de comunicação e o aplicativo que solicitou ou receberá a informação através da rede.

Para quem gostou do assunto e deseja se aprofundar, a internet está cheia de material, porém gostaria de recomendar o livro Redes de Computadores - Teoria e Prática, do autor Douglas Rocha Mendes, editora Novatec. Excelente livro!

Assim que possível estarei postando novos artigos sobre fundamentação de redes. Espero que tenham gostado.

Outras dicas deste autor

Compartilhando link de internet no Debian

Configurando interfaces de rede no Debian

Instalação do Skype no Ubuntu

O que é Software Livre

Leitura recomendada

Servidor FTP com ProFTPD - Instalação e configuração

Woody, Sarge e Sid - um breve introdução às versões do Debian

Placa de rede Sundance

Migração NIS -> LDAP + SAMBA mantendo a senha

Distribuições Linux - Qual será o destino?

  

Comentários
[1] Comentário enviado por bergcc em 25/02/2010 - 10:40h

Provavelmente o primeiro passo para iniciar em Redes de Computadores.

:)

[2] Comentário enviado por da20web em 25/02/2010 - 10:51h

Muito bom o texto, faltou só a camada 0, Energia Elétrica!

rsrs brincadeirinha de Nerd!

bração

[3] Comentário enviado por vj13 em 25/02/2010 - 15:36h

Bom artigo, mas vc poderia ter complementado com mais informações, por exemplo, onde hubs, switches, bridges e routers entram em cada camada. É só uma dica para os próximos artigos. Abç.

[4] Comentário enviado por doomk em 26/02/2010 - 09:47h

esqueceram de citar a Camada 8 - O usuário! kkkkkk

Lembra qdo akele usuário liga no suporte perguntando se a rede tá com problema?

eu sempre falo: puuutz... já sei, é problema da oitava camada da pilha osi... kkkk

[5] Comentário enviado por xerxeslins em 29/10/2013 - 17:44h

Legal, mas a placa de rede faz parte da camada física?
Não seria parte da camada de enlace (link de dados)?






Contribuir com comentário