Compilando o Bacula no CentOS 8

Publicado por Daniel Lara Souza em 17/02/2020

[ Hits: 3.720 ]

Blog: http://danniel-lara.blogspot.com/

 


Compilando o Bacula no CentOS 8



Nessa dica vamos fazer a instalação do Bacula no CentOS 8, usando banco de dados MariaDB.

Antes da instalação, vamos atualizar:

# dnf update -y

Instale o repo do EPEL:

# dnf install epel-release -y

Desative o SELinux, edita o arquivos /etc/selinux/config, deixa o mesmo assim:

SELINUX=disabled

Desative o Firewall:

# systemctl disable firewalld

Reinicie a máquina e instale os pacotes:

# dnf install vim make gcc gcc-c++ openssl-devel perl \
mc mtx readline-devel lzop lzo lzo-devel zlib-devel \
sudo gawk gdb libacl-devel lsscsi drpm wget -y


Instale o banco de dados MariaDB:

# dnf install mariadb-server mariadb-devel mariadb-server-utils mariadb-embedded -y

Inicie o serviço e ative na inicialização:

# systemctl enable mariadb.service
# systemctl start mariadb.service

Configure o banco com senha de root e tal:

# mysql_secure_installation

Bom, agora vamos baixar o Bacula, vamos usar a versão 9.4.4:

# wget --no-check-certificate https://sourceforge.net/projects/bacula/files/bacula/9.4.4/bacula-9.4.4.tar.gz

Descompacte e acesse o diretório:

# tar xvzf bacula-9.4.4.tar.gz
# cd bacula-9.4.4

Vamos para instalação, onde já podemos definir o usuário do banco e também a senha, diretório onde irá ficar as conf do Bacula, plugins etc.

# ./configure --enable-smartalloc --with-mysql --with-db-user=root --with-db-password=centos123 --with-db-port=3306 --with-openssl --with-readline=/usr/include/readline --sysconfdir=/etc/bacula --bindir=/usr/bin --sbindir=/usr/sbin --with-scriptdir=/etc/bacula/scripts --with-plugindir=/etc/bacula/plugins --with-pid-dir=/var/run --with-subsys-dir=/etc/bacula/working --with-working-dir=/etc/bacula/working --with-bsrdir=/etc/bacula/bootstrap --with-systemd --disable-conio --disable-nls --with-logdir=/var/log/bacula

# make -j 8
# make install
# make install-autostart

Acesse o diretório de scripts do Bacula pra configurar o banco de dados:

# cd /etc/bacula/scripts

E execute os scripts:

# ./create_mysql_database -u root -p
# ./make_mysql_tables -u root -p
# ./grant_mysql_privileges -u root -p

Inicie o Bacula, lembrando já está configurado para iniciar junto com o sistema:

# bacula start

Feito.
Linux: Compilando o Bacula no Centos 8
Outras dicas deste autor

Zabbix Server no CentOS 8

Easy Hosting Control Panel no Ubuntu 12.04

Wavemon - Monitoramento de Redes Wireless

Instalando o tcptunnel

OpenPanel no Debian Wheezy

Leitura recomendada

Backup remoto + Backup automático para HD externo

Copiando arquivos e diretórios ocultos com rsync

Resolvendo erro com backup do remastersys no Xubuntu

Como fazer Backup com o Grsync [vídeo]

Criação de stage4 do Funtoo/Gentoo

  

Comentários
[1] Comentário enviado por informatic em 05/08/2020 - 14:37h

Boa tarde!

Muito boa explicação.

A única que funcionou para mim.
Sou novo neste mundo do Linux, mas velho na informática e estou montando um servidor Web com diversos serviços, um deles o Bacula e o Baculum.
Testei muitas outras dicas nos mais diversos lugares e só essa aqui que funcionou.

Parabéns!!



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts