Clonar HDs em máquinas Windows 7 via servidor openSUSE

Publicado por Luiz Francisco Bozo em 03/11/2016

[ Hits: 1.995 ]

Blog: https://www.linkedin.com/in/luizfbozo

 


Clonar HDs em máquinas Windows 7 via servidor openSUSE



NOTA: os scripts de que trata este tutorial foram criados para empresa cliente que trabalha de acordo com a lei e compra tantas licenças Windows 7 Starter quantas forem necessárias. Mas a mesma necessitava de um processo ágil de instalação em seus mini-computadores.

O computador utilizado como "clonadora" utiliza openSUSE Linux e contém os scripts criaimg e clonehd (criados por mim e que também disponibilizei na Internet). Para facilitar a operação, ambos os scripts devem estar dentro da pasta "/home/nome_da_pasta_das_imagens".

Introdução

Criei o script clonehd que fica em "/home/imagens". Na mesma pasta estão as imagens (.img) a serem usadas. Essas imagens foram criadas tendo como base uma placa com DVI dual (dvi c/ 24 pinos), mas acredito que não haverá problemas em usar essas imagens para a maioria das placas Mini-ITX, mesmo com chipsets diferentes, sem DVI, com HDMI etc.

O Windows 7 reconfigura todos drivers até mesmo quando detecta HD diferente do que foi instalado. Mesmo assim, se problemas maiores acontecerem, recomendo criar uma imagem específica para a placa-mãe em uso, utilizando o script criaimg (ver tutorial).

Instruções

1. Conectar HDs:

Antes de ligar o computador para fazer a operação de gravação, conecte os 03 HDs* aos conectores de dados e à alimentação SATA. Se os HDs não forem conectados, o Linux não os "enxergará".

Obs.: caso a placa-mãe da máquina clonadora possua mais de 3 SATAs, deve-se alterar meu script para utilizar os comandos dd e partimage para a nova quantidade de HDs.

2. Boot:

Ligue o computador e execute o boot no Linux.

3. Abrir terminal:

Após o boot, abra um terminal (ícone Kickoff ---> ícone Favoritos ---> ícone Terminal).

4. Root:

Dentro do terminal (konsole) altere o usuário para administrador digitando su e pressionando Enter.

5. Senha de root:

O sistema irá pedir a senha de administrador, digite-a e pressione Enter.

6. Ir para a pasta das imagens:

Agora, como administrador, digite o comando abaixo e pressione Enter para ir até a pasta onde estão as imagens e o script clonehd (no exemplo, o nome da pasta é "imagens"):

# cd /home/imagens

Agora o terminal ficará assim:

:/home/imagens #

7. Clonagem:

Digite o comando abaixo e pressione Enter para que o script seja iniciado:

# ./clonehd

O script irá mostrar em qual HD o Linux está montado:

Filesystem Size Used Avail Use% Mounted on
/dev/sda6 20G 3.4G 16G 18% /
devtmpfs 1.6G 224K 1.6G 1% /dev
tmpfs 1.6G 4.0K 1.6G 1% /dev/shm
/dev/sda7 169G 38G 122G 24% /home
/dev/sda1 100M 25M 76M 25% /windows/C
/dev/sda2 103G 12G 92G 11% /windows/D


Em seguida, irá mostrar quais os HDs estão conectados ao computador para que você escolha em quais irá fazer os clones:

1550 brw-rw---- 1 root disk 8, 0 Mar 21 08:40 /dev/sda
1565 brw-rw---- 1 root disk 8, 1 Mar 21 08:40 /dev/sda1
1566 brw-rw---- 1 root disk 8, 2 Mar 21 08:40 /dev/sda2
1567 brw-rw---- 1 root disk 8, 3 Mar 21 08:40 /dev/sda3
1568 brw-rw---- 1 root disk 8, 5 Mar 21 08:40 /dev/sda5
1569 brw-rw---- 1 root disk 8, 6 Mar 21 08:40 /dev/sda6
1570 brw-rw---- 1 root disk 8, 7 Mar 21 08:40 /dev/sda7
1551 brw-rw---- 1 root disk 8, 0 Mar 21 08:40 /dev/sdb
1552 brw-rw---- 1 root disk 8, 0 Mar 21 08:40 /dev/sdc
1553 brw-rw---- 1 root disk 8, 0 Mar 21 08:40 /dev/sdd


Então, o script irá perguntar quantos HDs serão usados:

:/home/imagens # Qtd HDs?

Supondo que você escolha 3 HDs (digitando 3 e pressionando Enter), o próximo passo será digitar quais os HDs no nosso exemplo serão: sdb, sdc e sdd (HDs novos que ainda não foram particionados).

:/home/imagens # Digite o nome do HD1:
sdb
:/home/imagens # Digite o nome do HD2:
sdc
:/home/imagens # Digite o nome do HD3:
sdd


Agora é só aguardar a finalização do processo, que levará cerca de 8 a 10 minutos para clonar 3 HDs (depende apenas do hardware da clonadora).

11. Expansão dos HDs:

Normalmente, após a gravação das imagens nos HDs, teremos espaço livre nas partições devido ao tamanho reduzido da imagem original (40GB).

* Lembre-se que as partições que deverão ser expandidas, são as de índice 2 (no exemplo: sdb2, sdc2 e sdd2). Para expandir as novas partições e utilizar esse espaço livre, siga os passos à seguir:

a) Entrar no Yast: ícone Kickoff ---> ícone Computador ---> ícone Yast

Obs.: O sistema pedirá a senha de administrador novamente, digite a senha e pressione Enter.

b) Entrar no particionador: ícone Sistema ---> ícone Particionador

Obs.: ao abrir o particionador, o sistema dará uma mensagem de aviso para ter cuidado, pois realmente com esse sistema pode-se corromper os dados de todos os HDs da máquina (inclusive o do Linux).
  1. Selecione primeiro HD gravado (ex.: sdb);
  2. Selecione a pasta com o sistema (ex.: sdb2);
  3. Clique no botão redimensionar;
  4. Escolha a opção "tamanho máximo";
  5. Selecione segundo HD gravado (ex.: sdc);
  6. Selecione a pasta com o sistema (ex.: sdc2);
  7. Clique no botão redimensionar;
  8. Escolha a opção "tamanho máximo";
  9. Selecione terceiro HD gravado (ex.: sdd);
  10. Selecione a pasta com o sistema (ex.: sdd2);
  11. Clique no botão redimensionar;
  12. Escolha a opção "tamanho máximo";

c) Clique no botão avançar e concluir;

Obs.: após essa operação, os HDs estarão com seus tamanhos máximos e prontos para serem utilizados.

Luiz Francisco Bozo.

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Configurando acesso à VPN no Ubuntu Linux

Script de backup + envio de e-mail

Mostrando datas passadas e futuras com o comando date

Desencurtar links via terminal

Canivete suíço em bash

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts