Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)

Publicado por Xerxes Lins em 12/06/2011

[ Hits: 23.168 ]

Blog: https://static.vivaolinux.com.br/imagens/dicas/comunidade/300.jpg

 


Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)



Olá!

Vou ensinar como instalar e fazer funcionar o plugin Java no Firefox para permitir acessar o site do Banco do Brasil (aquela parte de inserir a agência, conta e senha - antes era o teclado virtual).

Primeiro vamos baixar o Java em:
Das opções que serão mostradas há duas RPM. Uma para processadores 32 bits e outra para 64 bits. Quando você baixou o CD ou DVD do Fedora também havia essas duas opções, mas o padrão é 32 bits. Escolha a versão compatível.

Vá até onde baixou o arquivo. Por exemplo, na janelinha de downloads do Firefox, clique com o botão direito sobre o arquivo baixado e escolha "Abrir pasta" como na figura:
Linux: Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)
Agora na pasta onde está o arquivo, clique com o botão direito e escolha "Abrir num terminal", como na figura:
Linux: Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)
Isso vai abrir a tela preta onde digitaremos comandos. Perceba que no terminal você na verdade está dentro da pasta onde está o arquivo baixado. Agora execute o comando que tornará o arquivo baixado capaz de ser executado:

sudo chmod +x nomedoarquivo.bin

Como na figura:
Linux: Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)
Dica: não precisa digitar o nome completo do arquivo, basta digitar apenas algumas das primeiras letras como por exemplo "jre" e depois pressionar a tecla Tab, assim o nome será completado.

Depois de pressionar Enter será pedido a senha do seu usuário. Digite-a (não será mostrado nenhuma saída) e tecle Enter. Pronto. O arquivo se tornou executável.

Agora para executar o arquivos, ainda no terminal, digite o comando:

sudo ./nomedoarquivo.bin

Depois disso será criado um arquivo com o final rpm. Exemplo:
Linux: Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)
Volte ao terminal e digite agora o comando para instalar o plugin:

sudo rpm -ihv nomedoarquivo.rpm
Linux: Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)
Após a instalação, reinicie seu navegador e entre no Banco do Brasil para testar. Teoricamente deveria funcionar! No meu caso NÃO funcionou! Veja o que fiz para fazer funcionar.

Primeiro eu executei o comando para verificar se o plugin estava instalado:

ls -ls /usr/lib64/mozilla/plugins/

Obs.: se seu processador for 32 bits o comando é:

ls -ls /usr/lib/mozilla/plugins/

Dentre os resultados tinha:

libjavaplugin.so -> /etc/alternatives/libjavaplugin.so.x86_64

Isso quer dizer que o plugin estava instalado, e estava como um atalho de nome libjavaplugin.so. O atalho apontava para o verdadeiro plugin (/etc/alternatives/libjavaplugin.so.x86_64).

Se estava instalado, por que não funcionava o Banco do Brasil?

Para detectar o erro eu digitei "about:config" na barra de endereços do Firefox, cliquei em "Serei cuidadoso, prometo!".
Linux: Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)
Depois na barra de localizar eu digitei "java" para filtrar os resultados e me certifiquei do nome do plugin.
Linux: Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)
Como mostro na figura o nome é "javaplugin_oji". E como vimos o nome que estava instalado era " libjavaplugin". Eis o erro. Para corrigir basta criar um novo atalho com o nome correto.

Para processadores 64:

# ln -s /etc/alternatives/libjavaplugin.so.x86_64 /usr/lib64/mozilla/plugins/javaplugin_oji.so

Para processadores 32:

# ln -s /etc/alternatives/libjavaplugin.so /usr/lib/mozilla/plugins/javaplugin_oji.so

Depois reinicie o Firefox e veja se funciona. Comigo funcionou!
Linux: Acessar Banco do Brasil no Fedora (Instalação e configuração do Java Plugin)
Até a próxima.

Outras dicas deste autor

Galeria de avatares TUX!

Ativando o Compiz no Fedora MATE + Compiz

Tema de KDE 4.4 para aplicações GTK

Compiz no Linux Mint 12 - modo clássico

Windows 7 bootável pelo pendrive

Leitura recomendada

A melhor forma de rodar o Kurumin 2.04 com o Windows em dual boot

Fontes feias no Arch Linux [RESOLVIDO]

Slackware Linux 12.2 com driver NVidia

13 dicas úteis para o "about:config" do Firefox

Excluindo contas "Convidado" e "Acesso remoto" da tela de login no Ubuntu 13.10

  

Comentários
[1] Comentário enviado por eldermarco em 12/06/2011 - 21:34h

Olá xerxeslins,

Pode acontecer de softwares no fedora -- e em outras distros -- sejam fornecidos por mais de um pacote. No caso do Java, existe a versão open source, a versão proprietária e o usuário poderia alternar entre os dois, conforme desejasse. Para tanto, existe o alternatives. Ele permite exatamente isto: tratar o "mesmo" comando/arquivo/feature através de múltiplos pacotes que o fornecem.

É claro que poderíamos esperar que o rpm pudesse resolver isso automaticamente mas infelizmente, ele foi criado pelos desenvolvedores da Oracle, é um pacote genérico, sem qualquer instrução de como resolver essas questões. Daí o software é instalado, mas a versão open source ainda permanece. Para resolver isso, você pode seguir essas instruções logo após instalar o pacote:

http://www.mjmwired.net/resources/mjm-fedora-f15.html#java

Lembrando que o easyLife também pode instalar o Java na máquina do usuário de maneira simples.

Acontece algo de estranho com o OpenJDK para a versão de 64 bits. O Banco do Brasil não funciona com ele. Aparentemente, esse problema não ocorre com a versão de 32 bits.

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 12/06/2011 - 21:49h

eldermarco,

obrigado pelo comentário!

[3] Comentário enviado por hlbomfim em 13/06/2011 - 11:45h

funcionou no Ubuntu natty também..

valeu

[4] Comentário enviado por herlimenezes em 29/09/2012 - 11:13h

Tentei instalar no Fedora 17. Curioso é que o java não aparece na lista de plugins do about:config. Alguém sabe por quê?



Contribuir com comentário