webCalendar: a agenda e o PAM

Procuramos no presente artigo integrar a autenticação web por meio de módulos da infra-estrutura do PAM. Utilizamos como referência para esse procedimento a aplicação webCalendar e os módulos libapache2-mod-auth-pam e libapache2-mod-auth-sys-group com a finalidade de proteger a área de execução de script cgi do servidor web.

[ Hits: 34.533 ]

Por: lourival araujo da silva em 23/10/2008


Cadastrando o administrador



O usuário administrador possui a capacidade de editar e modificar compromissos agendados. É necessário que existam pelo menos dois usuários cadastrados no sistema, um usuário administrador e um usuário leitor da agenda.

O cadastro do administrador ocorre a partir da tela inicial que surge após a configuração, nessa tela iniciamos a criação da agenda e do administrador utilizando a opção do menu "registre-se aqui", como se observa na tela inicial:
Linux: webCalendar - cadastro inicial
Na tela inicial são preenchidos os dados do administrador e seleciona-se a agenda particular, escolhendo-se apenas a visualização por parte de outro que não seja o administrador, conforme se observa na tela seguinte:
Linux: webCalendar - opções de cadastro
A imagem seguinte permite criar um item na aba favoritos do navegador web, no link "wcal.pl", e também editar as opções de configuração, no link "opções da agenda", conforme observamos na imagem seguinte:
Linux: webCalendar - opções de configuração
O acesso à agenda, com o usuário cadastrado como administrador, permite editar a opção de idioma, Conforme observamos na aba correspondente nas imagens que se seguem:
Linux: webCalendar - opções de idioma
Linux: webCalendar - mais opções de idioma
Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Preparando o terreno para o webCalendar
   2. Ajustes iniciais
   3. Cadastrando o administrador
   4. Passeando pelos menus do webCalendar e divulgando compromissos
   5. Fechando janelas
Outros artigos deste autor

Autenticação via hardware: o módulo pam_blue

Cliente "automágico" Linux logando no domínio NT/Samba

Cliente Linux no servidor LDAP

Configuração "automágica" de servidor Linux PDC Samba

Autenticação via hardware: o módulo pam_usb

Leitura recomendada

Vulnerabilidade e segurança no Linux

Analizando os logs do IPTables

Acesso Remoto: Configurando e Iniciando o Servidor Telnet e SSH

Reaver - Testes de segurança em redes sem fio

Proxy reverso com ModSecurity no Debian Etch

  
Comentários
[1] Comentário enviado por dailson em 23/10/2008 - 15:52h

Grande Lourival!!!
Parabéns por mais um artigo!
Este está show, vou ver se arrumo tempo para testar e lhe dou um retorno ;)

[2] Comentário enviado por araujo_silva em 24/10/2008 - 00:43h

Valeu professor !!!

Sou seu fã !!!!

Abraços.

[3] Comentário enviado por __FERNANDO__ em 28/10/2008 - 16:28h

Boa tarde!

Fiz o procedimento acima, porem meu Debian continua não abrindo arquivo .pl
Quando clico em um link onde direciona para uma pagina .pl me aparece uma mensagem dizendo se quero abrir ou salvar o arquivo.

O que eu faço ?

grato.

Fernando.

[4] Comentário enviado por araujo_silva em 28/10/2008 - 18:59h

Caro Fernando,

Peço desculpas por não haver documentado o arquivo de configuração do apache.
Verifique no arquivo de configuração do seu servidor web, se ele está configurado para executar script cgi e pl. Descomente a linha equivalente da que se segue ou modifique-a:

/etc/apache2/apache2.conf

#AddHandler cgi-script .cgi .pl

Caso persistar, verifique o log e informe.

Abraço,

Lourival


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts