file-rc - gerenciando a inicialização de serviços

O file-rc vem ser um programa que substitui o sysv-rc no gerenciamento dos serviços inicializados no Linux, com a vantagem da configuração ficar somente em um arquivo de fácil compreensão e manuseio, facilitando bastante esse trabalho.

[ Hits: 24.712 ]

Por: Ivan Lucio da Silva em 26/01/2005


O arquivo runlevel.conf



Toda vez que quisermos alterar os serviços de cada nível de execução, será dentro do arquivo /etc/runlevel.conf que iremos definir essas alterações, um arquivo onde cada linha corresponde a um serviço.

Cada uma das linhas é dividida em quatro campos:
  • sort - a primeira coluna é um numero de 00 a 99, usado para ordenar a seqüência dos serviços a serem inicializados ou terminados. Na verdade outros fatores são usados para essa definição, entretanto para compatibilidade com o sysv-rc é importante essa numeração.
  • off-levels - níveis de execução onde os serviços serão encerrados, normalmente você vai encontrar valores 0,1 e 6; paralisação, monousuário e reinicialização respectivamente, um valor "-" significa que em nenhum runlevel será executado o serviço. Os comandos marcados aqui serão executados como se tivessem um stop no final do comando.
  • on-levels - níveis de execução onde os serviços serão iniciados, normalmente valores 2,3,4,5 ou S. Os comandos marcados aqui serão executados como se tivessem um start no final do comando.
  • command - nome do script a ser executado.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O arquivo runlevel.conf
   3. Funcionamento
   4. Considerações finais
Outros artigos deste autor

Implementando um Linux Terminal Service (LTS) no Debian

Systemimager - O sistema de imagens do Linux

Abrindo os logs automaticamte em consoles e monitorando-os pelo browser

Leitura recomendada

Instalação da impressora HP LaserJet M1005 no Ubuntu 7.10

Configurando o CACIC (parte 1) - Atualizado

Criando um mirror LVM nível 1

Integrando Bind com Active Directory (AD)

Administrando Memória SWAP no GNU/Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por cvs em 26/01/2005 - 09:04h

Legal o assunto do artigo... Mas...

Tinha comentando e falado besteira... fui ler de novo e achei o que tinha perguntando...

Belo artigo.

[2] Comentário enviado por morvan em 26/01/2005 - 09:54h

Bom dia, sigmanalo.
Para os que são familiares do RH / Fedora, o RC é bem conhecido, já que possímos um "rc.local". Como neo-usuário do Debian, senti bastante a falta deste "AutoExec". Claro que inventei "Patches", bem como colhi dicas aqui e alhures para amenizar a falta deste recurso.
Parabéns pelo seu artigo; bastante esclarecedor.

[3] Comentário enviado por jgama em 04/03/2005 - 02:02h

Porque não não dar certo sempre é abortado, já tentei de todas as forma spossivel.

Você está prestes a fazer algo potencialmente destruidor
Para continuar digite a frase 'Sim, faça o que eu digo!'
?] 'Sim, faça o que eu digo!'
Abortado.
servlinux:/#

Já digitei de todas as formas e sempre é abortado.

Alguém que já aplicou pode ajydar-me por favor

Abraço

[4] Comentário enviado por magno moura em 15/11/2009 - 13:00h

Valew pelo artigo
tava precisando aqui
maquina fraquinha ai coloquei o debian 4
só que tava inicializando serviços que nao precisava
como o cups exim syslog klog etc.....
fui no /etc/inittab vi que tava carregando no runlevel 2
ai fui no /etc/rc2.d
ai recortei os links para outro local
para que caso houvesse erro eu poderia restaura-los
e pronto
a maquina ta inicializando muito mais rápido

Obrigado


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts