WIMAX (parte 1)

O WiMAX foi criado com o objetivo de levar acesso à internet onde não há infra-estrutura adequada, como é o caso de zonas rurais por exemplo. Tem também o lado das empresas que trabalham com internet banda larga, que é deixar de cavar mais valas para passar cabos pela cidade até chegar nos bairros, vilas e etc, porque é muito mais viável erguer antenas e enviar sinais que podem abranger uma área de 8 a 50 km.

[ Hits: 38.980 ]

Por: Everton em 09/01/2008


Introdução



1. Sobre o WiMAX

"Interoperabilidade Mundial Para Acesso através de Microondas", seria o significado para a sigla WiMAX. Sua aplicação é ampla, tanto para residências e empresas (Nomádico), quanto para banda larga móvel (Padrão de Banda Larga Móvel), suportando interfaces IP, ATM, Ethernet ou E1/T1.

Nomádico - é padrão de acesso sem fio para banda larga fixa. Não comuta e não possui handoff entre ERBs em alta velocidades.

Padrão de Banda Larga Móvel - é padrão para acesso móvel à internet de banda larga, assegurando conexão em velocidades de até 100Km/h. Ou seja, podemos estar em um carro à com um laptop conectado à internet, isso na área de cobertura do WiMAX.

Sendo assim, este último padrão possui handoff e comutação.

1.1 Algumas considerações sobre alguns termos

Handoff: Acontece na telefonia celular, onde as regiões de uma cidade estão distribuídas por células. Quando mudamos de uma célula para outra, acontece o Handoff.

ERB: É a antena que transmite e/ou recebe sinais eletromagnéticos do/ou para dispositivos numa área especifica.

Comutação: Processo para interligar dois ou mais pontos entre si.

2. Características

  • Área de cobertura de até 50Km;
  • Taxa de transferência de 75 Mbps;
  • Topologia hibrida;
  • Funcionamento semelhante à telefonia celular e ao WiFi;
  • Freqüências de até 66Ghz;
  • Qualidade de sinal para vídeo e áudio;
  • Possui criptografia Triple-DES.

O WiMAX seria uma versão turbinada do WiFi, pelo motivo de abranger uma área de cobertura muito maior que seu "irmão" WiFi (100Mts para 60Km). Outra questão seria as interferências causadas por fatores naturais, como chuvas, montanhas e arvores, ocasionando uma baixa na taxa de transferência de dados.

Funcionamento do Wimax

O funcionamento do WiMAX é semelhante ao funcionamento do WiFi, por meio de sinais de rádio, tendo alcance e velocidades superiores, suprindo necessidades das zonas rurais e subúrbios, onde a rede telefônica ainda não foi instalada.

Seu funcionamento consiste em duas partes:
  • Torre de comunicação semelhante ao da telefonia celular, cobrindo uma área de 8Km à 12Km quadrados, em áreas urbanas;
  • Receptor e a antena, tendo topologia hibrida: Ponto-a-ponto e Ponto-multiponto.

Existem 2 tipos de serviços:

Non-Line-of-Sight (NLOS - Sem linha de visão): Uma pequena antena se conecta com a torre WiMAX. Assim, o WiMAX opera em baixa freqüência(2Ghz até 11Ghz), tendo assim um alcance de 8 à 12Km de cobertura. É aplicado em áreas urbanas.

Line-of-Sight (LOS - linha de visão): Trabalha com freqüências altas (de até 66Ghz), pois existe menor interferência e uma largura de banda maior. Para trabalhar desta forma, a rota entre a antena e o receptor deve estar livre de obstáculos (o receptor deve estar alinhado com a torre), havendo um alcance de 30 a 50 km. A transmissão de dados por LOS parte do princípio Torre-Torre, pelo fato de não ter a capacidade de contornar objetos, podendo disponibilizar uma taxa de transmissão de até 75Mbps, onde este sinal será dividido entre os usuários que estiverem usando a mesma torre.

De forma bem simples, o seu funcionamento é semelhante ao método utilizado na telefonia celular, havendo uma central que distribua o sinal através de uma antena. Espalhados pela cidade, haveria outras antenas que repetiriam o sinal. Assim, a antena central envia o sinal para as antenas repetidoras as antenas repetidoras enviam o sinal para o usuário final. O usuário também precisa ter uma antena pra receber o sinal, lembrando que a antena poderá estar em cima de sua casa ou no topo do prédio em que você mora, em uma empresa onde trabalha ou mesmo ao lado de seu desktop.



    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Padrões IEEE 802.16
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Load Balancer com Failover, Perlbal e Heartbeat para servidores web

DownThemAll: O melhor gerenciador de downloads no Linux

Instalação do aMSN-0.97b em três maneiras diferentes

Transformando o Apache num servidor proxy

Navegando na internet com (mais) segurança usando extensões no Mozilla/Firefox

  
Comentários
[1] Comentário enviado por robsonpc em 09/01/2008 - 14:58h

Parabens pelo artigo, realmente sera mto promissor!!! Vmos aguardar..Abraços


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts