Utilizando Ubuntu live-CD/USB para backup com PartImage

Neste artigo abordaremos como utilizar o live-CD/USB do Ubuntu para criar um backup do sistema Linux com PartImage, ferramenta nativa do Ubuntu. Qual a vantagem desta ferramenta? Diferente dos comandos dd ou pv, ela não copia o espaço vazio, só copia o espaço em uso, o que torna a tarefa muito mais rápida!

[ Hits: 6.326 ]

Por: Carlos Adriano em 12/05/2016


Criando backup da MBR e da partição Linux



Primeiramente, vamos considerar:
  • Você já sabe utilizar um live-DVD/USB do Ubuntu etc.
  • Você possui conhecimento em comandos como: dd, apt, sudo, mount, mkdir, ls etc.
  • Você tem um segundo HD, para salvar a imagem do backup, ou está em uma máquina virtual com ambiente já configurado.
  • Se você não tem um segundo HD, mas tem uma partição que não deseja se desfazer, e quer usá-la para fazer o backup, é só não mexer na MBR e você pode usar o método sem problemas.
  • Caso resolva mexer na MBR do seu disco, saiba que existe risco de perda total de dados, então saiba bem o que está fazendo.

Vamos direto ao assunto!

Inicie o live-CD/USB, pode ser do Ubuntu ou derivados, como Lubuntu, Xubuntu, Kubuntu etc. No Debian eu não testei, mas acredito que funcione do mesmo jeito.

Já no live-CD/USB, abra o terminal e vamos nos tornar root para economizar comandos:

sudo su

Instale o partimage:

# apt install partimage

Verifique o HD principal, com a(s) partição(ões) que deseja fazer backup:

# fdisk -l /dev/sda

Monte a partição onde você deseja salvar o backup. Vou citar dois exemplos:
  • No primeiro, backup de partição à partição, neste exemplo, não é necessário mexer na MBR é só salvar e restaurar a partição!
  • No segundo, de partição a um segundo HD, neste exemplo, vamos fazer backup da MBR, fazer o backup da partição, destruir o sistema de arquivos do HD, depois recuperar a MBR, e depois restaurar o sistema de arquivos do HD.

Primeiro exemplo

Fazendo backup da partição para outra partição. Suponhamos que temos as partições abaixo, ao usar o comando:

# fdisk -l
  • /dev/sda1 - ext4 / raiz (Linux instalado)
  • /dev/sda2 - swap
  • /dev/sda3 - ext4 / arquivos (partição onde você salva seus arquivos

Então, primeiro crie uma pasta para o local onde você montará a partição, depois monte a partição sda3 na pasta criada. Vamos sugerir a seguinte: /mnt/sda3

Para criar a pasta:

# mkdir /mnt/sda3

Para montar a partição sugerida acima:

# mount /dev/sda3 /mnt/sda3

Após considerar as informações acima do primeiro cenário, é só seguir o passo a passo abaixo conforme informações e imagens, para realizar o backup.

Segundo exemplo

Fazendo backup da partição para um segundo HD.

Neste exemplo, abordaremos o ambiente no VirtualBox, onde temos imagens mostrando o processo.

Ao executarmos o comando abaixo:

# fdisk -l

Ele nos apresenta as partições:
  • /dev/sda1 - fat32 (está utilizável, mas está vazia, foi criada para efeito de testes)
  • /dev/sda2 - partição estendida
  • /dev/sda5 - swap
  • /dev/sda6 - ext4 / raiz (partição contendo sistema Linux Lubuntu)
  • /dev/sdb1 - ext4 (será montada em: /mnt/hd2) será o local onde salvaremos a imagem do backup. Execute o comando abaixo para iniciar o partimage:

    # partimage

Abaixo uma imagem do ambiente já em andamento:
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Ao iniciarmos o partimage, já temos a seguinte tela:
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Note que, em partição a guardar/restaurar:
  • Vamos marcar a partição "sda6", que contém o sistema Linux instalado, para fazer o backup.

Em imagem a criar/usar:
  • Vamos indicar o local e nome do arquivo onde salvaremos o backup
  • Local: /mnt/hd2
  • Nome: sda6
  • Ficando assim: /mnt/hd2/sda6

E podemos dar F5 para ir para próxima tela.

A próxima tela, como mostra a figura abaixo:
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Nos apresenta as opções a serem utilizadas, fiquem à vontade para testar as opções desejadas!

Neste tutorial vamos usar as seguintes opções:
  • Nível de compresso: (nível de compressão): Gzip (.gz: medium speed + small image file) ou seja, velocidade média + pequena imagem de arquivo;
  • Opes (opções): vamos deixar padrão;
  • Modo de partição da imagem: pode deixar padrão também, se quiser;
  • Se terminar com sucesso: Esperar.

F5 para continuar.

Na próxima imagem, temos as informações sobre o procedimento, é só marcar Ok e continuar.
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Na próxima tela, observe que o processo iniciou:
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Se tudo correu bem, você deve ter a seguinte mensagem:
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Na próxima, mostra como fazer um backup da MBR:
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Basicamente é só usar o comando abaixo:

# dd if=/dev/sda of=/mnt/hd2/mbr.img bs=512 count=1

Próxima tela, vamos destruir a estrutura de dados do HD Principal.

* Se estiver fazendo isso no seu sistema nativo, saiba bem o que está fazendo.
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Execute:

# cfdisk /dev/sda

No cfdisk, exclua todas as partições e vá em Gravar ou Write. Após, digite yes para confirmar (ou sim, de acordo com seu sistema).

Execute o comando abaixo para visualizar se /dev/sda foi destruída:

# fdisk -l /dev/sda

Observe que na imagem abaixo, o sistema de arquivos anterior em /dev/sda sumiu:
Linux: Usando Ubuntu Live CD/USB para fazer backup com PartImage
Após isso o backup da partição Linux já está feito e o backup da MBR também. E o sistema já era!

Próxima página para continuar...

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Criando backup da MBR e da partição Linux
   2. Restaurando backup da MBR e da partição Linux
Outros artigos deste autor

Informações sobre Hardware no GNU/Linux - Guia Geral e Prático

Clonar HD com o comando pv salvando em .img

Segurança no Linux: Antivírus, Firewall, Wine - Mitos e Verdades

Instalando Linux em segundo HD IDE, Sata, USB ou Pendrive

CentOS 7 - Guia prático pós-instalação

Leitura recomendada

Clonar HD com o comando pv salvando em .img

Conhecendo o rSync

Backup do Linux utilizando cliente do IBM Tivoli

Como criar stage4 do seu Gentoo

Aumentando Resize (Tamanho) do HD Virtual VMDK - Debian 8 Jessie

  
Comentários
[1] Comentário enviado por aionos em 12/05/2016 - 20:18h

Não consigo clonar partições formatadas em ext4 quando uso o partimage. Nesse caso, eu uso a distro Clonezilla, que possui ótimas ferramentas para clonagem de disco.

[2] Comentário enviado por CarlosAdriano em 13/05/2016 - 13:45h


[1] Comentário enviado por aionos em 12/05/2016 - 20:18h

Não consigo clonar partições formatadas em ext4 quando uso o partimage. Nesse caso, eu uso a distro Clonezilla, que possui ótimas ferramentas para clonagem de disco.


O Clonezilla eu conheço, mas ainda não realizei testes mais aprofundados.
Mas acabei gostando de usar o PartImage, achei bem prático.
Mas, aqui eu clonei EXT4 sem problema nenhum com o PartImage.
Mas cada caso é um caso.

O importante é usar uma ferramenta que nos seja útil, e nos atenda bem.
Obrigado pelo comentário. Até

[3] Comentário enviado por izaias em 31/05/2016 - 14:47h

Excelente trabalho!

Uma dúvida, a restauração da MBR envolve qualquer sistema instalado e o Grub/Lilo também?

[4] Comentário enviado por CarlosAdriano em 31/05/2016 - 22:40h


[3] Comentário enviado por izaias em 31/05/2016 - 14:47h

Excelente trabalho!

Uma dúvida, a restauração da MBR envolve qualquer sistema instalado e o Grub/Lilo também?


Olá amigo, obrigado pelo comentário, e por acompanhar este artigo !

Eu sou iniciante, e um leigo aprendendo, portanto vou tentar contribuir e sanar suas dúvidas, da maneira mais adequada possível, mas se eu errar em algo, alguém por favor corrija nos comentários.
Encontrei algo muito interessante a respeito, não vou copiar e colar tudo aqui, mas vou postar o link abaixo e comentar:

https://pt.wikipedia.org/wiki/GNU_GRUB

Uma dúvida, a restauração da MBR envolve qualquer sistema instalado e o Grub/Lilo também?


O GRU é composto por arquivos que ficam na MBR, mas ele também possui outros arquivos que ficam na partição geralmente onde o sistema linux foi instalado junto com o GRUB. O GRUB é carregado por etapas, os arquivos do GRUB que ficam na MBR, são carregados antes dos demais arquivos.

- Portanto, a restauração da MBR envolve o GRUB e o LILO também, sem esta restauração adequada, o sistema provavelmente não inicia. Tipo, se você copiar a MBR referente ao Boot Manager do Windows por exemplo, (sem os 64bytes da tabela de particionamento, para não alterar o particionamento) e tentar restaurar no Linux, o Boot Manager contido nesta MBR será do Windows, e não vai funcionar no Linux. Mas isso não impede de que após fazer isso, venhamos a reinstalar o GRUB com um Live CD e usarmos este backup da MBR (salvo, se for um backup da MBR completa, com a tabela de particionamento também) sem problema, uma vez que este backup da MBR vai salvar a tabela de particionamento, o que pode ser muito útil em alguns casos.

Leia mais sobre a MBR aqui:
https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Instalando-Linux-em-segundo-HD-IDE-Sata-USB-ou-Pendrive/?pagina...

Uma dúvida, a restauração da MBR envolve qualquer sistema instalado e o Grub/Lilo também?


- Das plataformas Sistemas Windows e Linux eu sei que qualquer versão destes sistemas funciona,
No entanto em outras plataformas, tipo Mac, ou outras, eu não sei dizer, pois nunca usei e nem estudei, portanto não sei dizer como funciona.



[5] Comentário enviado por CarlosAdriano em 31/05/2016 - 22:45h


[4] Comentário enviado por CarlosAdriano em 31/05/2016 - 22:40h


[3] Comentário enviado por izaias em 31/05/2016 - 14:47h

Excelente trabalho!

Uma dúvida, a restauração da MBR envolve qualquer sistema instalado e o Grub/Lilo também?


Olá amigo, obrigado pelo comentário, e por acompanhar este artigo !

Eu sou iniciante, e um leigo aprendendo, portanto vou tentar contribuir e sanar suas dúvidas, da maneira mais adequada possível, mas se eu errar em algo, alguém por favor corrija nos comentários.
Encontrei algo muito interessante a respeito, não vou copiar e colar tudo aqui, mas vou postar o link abaixo e comentar:

https://pt.wikipedia.org/wiki/GNU_GRUB

Uma dúvida, a restauração da MBR envolve qualquer sistema instalado e o Grub/Lilo também?

O GRU é composto por arquivos que ficam na MBR, mas ele também possui outros arquivos que ficam na partição geralmente onde o sistema linux foi instalado junto com o GRUB. O GRUB é carregado por etapas, os arquivos do GRUB que ficam na MBR, são carregados antes dos demais arquivos.

- Portanto, a restauração da MBR envolve o GRUB e o LILO também, sem esta restauração adequada, o sistema provavelmente não inicia. Tipo, se você copiar a MBR referente ao Boot Manager do Windows por exemplo, (sem os 64bytes da tabela de particionamento, para não alterar o particionamento) e tentar restaurar no Linux, o Boot Manager contido nesta MBR será do Windows, e não vai funcionar no Linux. Mas isso não impede de que após fazer isso, venhamos a reinstalar o GRUB com um Live CD e usarmos este backup da MBR (salvo, se for um backup da MBR completa, com a tabela de particionamento também) sem problema, uma vez que este backup da MBR vai salvar a tabela de particionamento, o que pode ser muito útil em alguns casos.

Leia mais sobre a MBR aqui:
https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Instalando-Linux-em-segundo-HD-IDE-Sata-USB-ou-Pendrive/?pagina....

Uma dúvida, a restauração da MBR envolve qualquer sistema instalado e o Grub/Lilo também?

- Das plataformas Sistemas Windows e Linux eu sei que qualquer versão destes sistemas funciona,
No entanto em outras plataformas, tipo Mac, ou outras, eu não sei dizer, pois nunca usei e nem estudei, portanto não sei dizer como funciona.

Só sei que no Linux (até no windows) é uma belezura.
Ferramentas simples, fáceis de usar, mas com grande utilidade, e com forte aplicabilidade e eficiência.




[6] Comentário enviado por izaias em 01/06/2016 - 00:25h

Ok, Carlos.
Obrigado por responder.

O Grub/Lilo contém o bootloader do Windows (caso este sistema esteja instalado), acredito que esteja certo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts