Uso do mkv files creator

É descrito neste artigo o uso de um programa chamado mkvtoolnix-gui e de algumas funções que este possui no manuseio de arquivos de áudio, vídeo e de legendas. Por exemplo, podemos juntar arquivos de vídeo, áudio e de legendas em uma única estrutura muito bem organizada com extensão mkv.

[ Hits: 31.073 ]

Por: Cezar em 25/07/2007


Introdução



Este artigo trata de uma introdução ao uso do programa MKV files creator e de algumas opções que este programa possui.

Comecei a usá-lo pois queria assistir e guardar arquivos de vídeo junto com as legendas em um formato mais robusto. Tentei usar o formato ogm (ogg media streamer), mas não encontrei nenhuma ferramenta gráfica (pra quem quiser tentar é só instalar o ogmtools). Foi nesta procura que eu encontrei o MKV files creator (mkvmerge GUI), que faz parte do pacote mkvtoolnix-gui. O programa é um frontend gráfico para o mkvmerge, que faz parte do pacote mkvtoolnix.

O formato mkv é recente e muito robusto. Ele não converte o vídeo, ele simplesmente otimiza as informações que os players de vídeo precisam para rodá-lo. Isso gera uma economia de alguns megabytes dependendo do tamanho do arquivo (incluindo as legendas srt ou idx) que nos arquivos avi ficam separadas. O formato é como um envelope, onde você coloca o(s) vídeo(s), o(s) áudio(s) e a(s) legenda(s), inclusive que podem estar todos em arquivos separados e os junta num único arquivo.

Permite também excluir faixas de áudio e de legenda em arquivos em que elas já estejam inseridas (não funciona pra legendas ripadas junto com o vídeo). Tenho que deixar claro que este programa não ripa e não codifica vídeos. Ele apenas transforma arquivos de vídeos existentes (avi, mpg, mpeg, mkv, ogm, ogg, etc) em arquivos mkv com a possibilidade de guardar as legendas e as faixas de áudio juntos ou excluí-las. Nos meus testes, o programa não reconheceu as legendas <.sub>, só mesmo as idx (acompanhadas dos sub) e as srt.

Vídeos ripados com codecs incomuns podem não ser reconhecidos (tive um filme avi que ele não reconheceu). Os formatos rm, rmvb e wmv também não foram reconhecidos (isso eu já esperava). Os vídeos que usam XviD, DivX, Mpeg (vcd, svcd e dvd) funcionaram. Não saberei dizer se outros funcionarão, pois só testei com estes.

Lembremos que o mkv a priori pode guardar qualquer arquivo de vídeo e rodará em qualquer player de vídeo (desde que os codecs requeridos estejam instalados). Testei os seguintes players de vídeo com o formato: gxine, totem (gstreamer), kmplayer (mplayer) e vlc, que rodaram sem problemas. Já no Windows, o media player classic se deu bem, além do vlc. Não testei em outros players.

Outra informação importante: até onde eu sei, não tem nenhum aparelho doméstico de DVD que rode arquivos mkv, logo se a sua intenção é assistir no aparelho de dvd da sala ligado a uma televisão, grave em avi mesmo, com a legenda separada.

Bem, vamos à instalação:

Sou usuário do Ubuntu e nele e no Debian é só digitar no terminal como root:

# apt-get install mkvtoolnix-gui

Em outros sistemas, procure pelo pacote no gerenciador de software correspondente ou na página do desenvolvedor:
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Utilização
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Encarando o DGuitar

VnStat - Monitorando o tráfego de sua rede

WeeChat - Um (O) cliente IRC CLI

Instalação da IDE Anjuta em ambientes não-Gnome (HOW-TO)

Empacotamento e instalação do MPV Player no Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Ieso Nagata em 25/07/2007 - 07:16h

utilizo o mkvtool
um fato interessante é o tamanho final, um avi de aproximadamente 700MB mais a adição da legenda acaba resultando num arquivo mkv com cerca de 50MB menor

como citado no artigo, a definição do charset empregado na legenda é importante, o idioma, dependendo do player utilizado há a exibição da respectiva informação;
no caso do Mplayer é exibido somente "Track 0" "Track 1"etc
o VLC exibe o menu de seleção de legendas com seus respectivos idiomas, caso tenha sido informado corretamente!

[2] Comentário enviado por tenchi em 25/07/2007 - 18:19h

Muito boa a dica.
Aproveito e faço uma âncora para uma dica minha, de como escolher a faixa de áudio, vídeo ou legenda nestes containers (ogm e mkv), utilizando o MPlayer:
http://www.vivaolinux.com.br/dicas/verDica.php?codigo=7969

[3] Comentário enviado por edirlf em 27/07/2007 - 20:51h

Que legal seu artigo, estava procurando um programa assim a algum tempo já.
Já foi pro favoritos :)

[4] Comentário enviado por kosmus_mt em 16/09/2007 - 11:28h

Muito bacana. Eu estava realmente em busca de algo que pudesse me orientar em relação ao mkv no linux

Forte abraço
Matsu

[5] Comentário enviado por removido em 14/10/2007 - 00:40h

Olá pessoal, instalei alguns plugins mas os arquivos mkv rodão, porém travando, o mesmo ocorre no Ubuntu e no Big Linux, já no rWindows roda sem problemas (quem diria!). Se alguém puder me dar uma luz serei eternamente grato, detesto ter que usar esse sistema da Micro$oft.
Abraço a todos

[6] Comentário enviado por attlaz em 24/10/2007 - 18:02h

Olha, meu caro D4RKFORC3, você precisa instalar os codecs para rodar mkv. No windows, com certeza você os instalou, pois ele não roda mkv logo após ser instalado. Bem, se você, assim como eu, usa ubuntu, então visite:
<<http://wiki.ubuntubrasil.org/FormatosProprietarios>>
Se após isso, você continuar com problemas, sua instalação pode estar comprometida. Uma recomendação minha é instalar o VLC, pois é bem prático.

[7] Comentário enviado por removido em 27/03/2008 - 20:55h

Eu quero encontrar exatamente o oposto desse programa: um desmontador de arquivos MKV.

A questão é que arquivos desse tipo só rodam em computadores. E eu preciso que alguns arquivos nesse formato rodem no meu dvd de mesa. Alguma dica?


Contribuir com comentário