Ubuntu 7.10 "levinho" para PCs antigos

O Ubuntu a cada edição está mais fácil de usar, o lado ruim disso é que na instalação e configuração padrão, computadores mais antigos sofrem para rodá-lo, e como eu tenho um pc capenga, mas com valor sentimental, resolvi adaptá-lo às minhas necessidades e posto agora o resultado.

[ Hits: 28.293 ]

Por: rogerio machado em 22/11/2007


Introdução



Hardware e software utilizado:
  • Pentium 3 800Mhz
  • 256 Mega de RAM
  • Placa de vídeo Geforce 5200 AGP
  • HD ATA 20GB
  • Conexão banda larga via placa de rede
  • CD Ubuntu 7.10 Alternative

Ele ainda tem uma multifuncional Canon Pixma mp130, mas como até agora não consegui fazer ela funcionar no Linux e está devidamente configurada na partição do Win98, deixei pra lá.

O mínimo, mas ainda assim fácil (e com janelas gelatinosas)

Para que você não precise ler até o final, vou deixar a lista para o apt-get que utilizei, pois da maneira que fiz "dei muita volta", isso pode ser feito via linha de comando mesmo, ainda assim pode ter coisas que podem não lhe interessar, nesse caso leia o restante do artigo.
  • x-window-system-core
  • gnome-core
  • firefox
  • nvidia-glx (com algumas alterações no xorg.conf)
  • pmount
  • gnome-mount
  • vlc (do repositório deles pra poder ver dvd's originais)
  • synaptic
  • gksudo
  • compiz
  • compiz-gnome

Meu método para o X

Dei boot pelo cd e escolhi a opção "instalar um sistema de linha de comando", essa etapa não tem muito segredo, ainda mais se você escolheu o "Português do Brasil" na na tela inicial. Estou partindo do princípio da pessoa que fará isso já ter familiaridade com o Ubuntu.

Acostume-se com a sensação de que o Ubuntu "travou" no boot, na verdade é que o prompt vem antes das mensagens de inicialização terminarem, aí ele some da tela, basta digitar seu nome de usuário [enter] e senha normalmente.

Os primeiros comandos foram:

$ sudo apt-get install x-window-system firefox gedit

O Firefox faz parte do metapacote gnome-core, mas fiz desse jeito pra que enquanto instalava o resto das coisas, ficar navegando e consultando os erros que encontrei, como por exemplo a configuração do xorg.conf.

Como eu tenho uma Nvidia (tudo bem que meu pc é velho, mas ao menos uma plaquinha pro Compiz não faz mal a ninguém), instalei o pacote nvidia-glx.

Agora as alterações no Xorg:

Section "Screen"
    Identifier     "Default Screen"
    Device         "Placa de Vídeo Genérica"
    Monitor        "Monitor Genérico"
    DefaultDepth    24
##############################################
    Option         "AddARGBGLXVisuals" "True"
############# isso resolve o problema das bordas no compiz ##
    SubSection     "Display"
        Depth       24
        Modes      "1024x768" "800x600" "640x480"
    EndSubSection
EndSection

Section "Extensions"
    Option         "Composite" "Enable"
EndSection

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Resto das coisas e configuração
Outros artigos deste autor

Instalação da impressora Canon Image Runner 1023n no Ubuntu

Leitura recomendada

Colorindo seu terminal.

Como selecionar que processos serão iniciados ao boot - sysv-rc-conf

Criando um servidor DNS com o DJBDNS

Controle de versão usando Git integrado ao Redmine

Permissão de Execução de Arquivo (Script ou Binário) no GNU/Linux - Elementos Básicos para Compreensão

  
Comentários
[1] Comentário enviado por amnos em 22/11/2007 - 12:41h

A versão está ótima, eu baixei assim que foi lançado para experimentar e em seguida pedi o original no site do Ubuntu. No primeiro contato ja se nota um bom upgrade do sistema. Vale a pena conferir. Abraços!

[2] Comentário enviado por tenchi em 22/11/2007 - 13:41h

Achei legal, mas discordo da afirmação de que a configuração do computador em questão é antiga... É quase tão "potente" quanto o meu! hauahua E olha que eu faço coisas bizarras como compilar um programa e utilizar outro sistema operacional dentro do virtualbox ao mesmo tempo.. haua. A maquinha engasga mas vai!

Veja, por exemplo, que esta é uma configuração em que o Windows roda à mil...

Mas mesmo assim valeu a intenção. Mas uma versão mais antiga do ubuntu (como a 6.06) certamente rodaria bem mesmo sem ajustes.


[3] Comentário enviado por israel_miranda em 22/11/2007 - 15:03h

Bem.... sou um xiita do debian, portanto sou suspeito pra falar, mas tive uma péssima experiência ano passado instalando o ubuntu 6.06 em um duron com 950mhz, 128mb de ram, placa mãe pcchips com tudo onboard, ficou horrível, inutilizável. Não instalei nada a mais, simplesmente coloquei o cd com boot gráfico, e instalei. Lembro que na época desisti de usar ubuntu pra testes, e instalei o Debian Sarge 3.1 logo em seguida..... e a máquina voou!!!

Com todo o respeito ao ubuntu, que é uma distro muito boa, principalmente para usuários leigos e iniciantes, mas o debian na minha opinião é mais leve.

O ubuntu 7.10 já vem com o compiz, que nem todas as máquinas conseguem rodar, e se você for fazer uma instalação no modo texto do ubuntu, à moda mais "manual", modificando bastante o sistema como você fez, instale o debian então, que vai te dar um sistema muito mais leve e bem menos trabalho.

[4] Comentário enviado por fmpfmp em 22/11/2007 - 17:15h

Não querendo ser chato, mas não seria mais fácil de você utilizasse distribuições voltadas para este fim, como o Xubuntu, por exemplo? E também não acho seu PC tão ruim assim, com 256MB de RAM dá pra rodar muitas distros por aí.

[5] Comentário enviado por rogeriojlle em 23/11/2007 - 19:42h

Agradeço as respostas de todos ao artigo:
Hoje ele está mais cheio de coisas do que a instalação padrão, mas me serviu de experiência pra aprender mais sobre Linux

- tenchi - uma vez no meu trabalho, um computador estragou de um jeito que nem o cd de instalação do XP consertou, ele travava antes da etapa de formatar o hd, mesmo depois de eu ter limpado ele com o Gparted então fui de Kubuntu (que se instalou sem nenhum problema) e Virtualbox pra emular o XP... era um Duron com 256 de RAM ... hoje ele funciona de firewall(Squid).
Ele já tinha o 6.06 antes, mas o recurso de montagem automatica de HD´s externos (aquele de adaptar a gavetinha numa baia do PC) ainda não funcionava.

- israel_miranda - acredito que estou no patamar entre o leigo e um usuario avançado, o Ubuntu é uma distro mais "Plug and Fun" (essa frase não é minha, mas gostei) instalar o Debian pode ser um próximo passo para aprender mais, valeu a dica

- fmpfmp - Sim eu poderia usar o Xubuntu, e ficaria ainda melhor, acredito, mas eu sou "dependente de mouse" e o thunar não tem no menu de contexto um recurso que crie links simbólicos, sem contar que na ocasião eu não tinha o cd dele disponível

[6] Comentário enviado por rogeriojlle em 23/11/2007 - 19:54h

E pra falar a verdade esse artigo não teve nada de extraordinário, eu deveria ter simplesmente tê-lo colocado na seção de dicas desse jeito:

----------------------------------------------------------------------------------

para instalar o Ubuntu de maneira compacta utilize o "7.10 alternative" com a opção "instalar um sistema de linha de comando", logo depois execute o comando abaixo:

sudo apt-get install x-window-system-core

e depois um desses:

sudo apt-get install gnome-core
sudo apt-get install kde-core

para o Xubuntu não sei qual é, e se quiser digitar uma tela de login bonita:

sudo apt-get install gdm
ou
sudo apt-get install kdm

-----------------------------------------------------------------------------------

é que eu ainda não tinha encontrado no VOL dica semelhante, talvez porque todo mundo já sabia, e eu na empolgação, acabei "subindo pra cima"

[7] Comentário enviado por Teixeira em 24/11/2007 - 08:55h

Bem, amigo, um Pentium III 800 com 256mB RAM e uma boa placa de vídeo não são, a meu ver, o que se pode chamar de "PC ANTIGO", visto que uma máquina assim aceita TODOS os periféricos, SOs e software atuais sem nenhum problema.
No meu caso, infelizmente não dá apara aproveitar a sua dica, pois o meu micro é muito, muito mais ultrapassado (Pentium II 200 com 48mB com video ISA de 1mB e modem v34 de 33600) e roda um tímido W98.
Até hoje não consegui colocar um Linux que funcionasse pelo menos de forma igual, embora saiba que isso é possível.
De qualquer forma, ficam aqui os meus parabéns por sua dedicação.
Valeu!

(Comentário editado em 15/05/2008):

Agora, seis meses depois de meu comentário, já tenho instalados (em vários HDs) o Kurumin, o Damn Small Linux e principalmente o Basic Linux, que nada ficam a dever ao Windows no meu tipo de máquina.

[8] Comentário enviado por Terramel em 24/11/2007 - 12:58h

Teixeira: Damn Small Linux ;D

Ou então um Kurumin rodando Fluxbox, WMaker ou Enlightenment...

[9] Comentário enviado por Velhinho em 25/11/2007 - 11:06h

Eu tinha aqui um 233, com 64 de ram, o Damn Small, se não me falha a memória pegou até o modem, tudo de primeira, parecia que tinha sido feito pra ele :D

[10] Comentário enviado por divichenzo em 25/11/2007 - 22:40h

Parabens ao amigo, quanto ao amigo ae do pentium II sinta-se a vontade a usar o linux, eu ja testei o reactos em um celeron 333, bom com 64 MB de memoria, mas tem bastante recurso. Mas amigo, com certeza tem um linux certinho pra esta sua maquina, pode crer.

[11] Comentário enviado por israel_miranda em 26/11/2007 - 16:32h

rogeriojlle, use o debian se você quiser primar pela performance.
Se você se considera um usuário no patamar entre o leigo e o avançado, está em um ótimo momento para migrar para o Debian.

Escolher a mehor distro entre Debian e ubuntu, é quase impossível(as diferenças são poucas, e algumas muito sutis, além de gosto pessoal), mas as 2 tem pontos fortes e fracos, e o ponto forte do ubuntu(facilidade de uso e instalação) não faz diferença pra mim, que sou um usuário avançado, mas nem tão avançado assim em alguns assuntos, o que eu domino mesmo é configuração de serviços de rede/internet: apache, bind, vsftp, samba, etc, já configuração de desktop e recursos gráficos do gnome e kde muitos eu conheço pouco, pois sou muito dependente do shell, e uso ele até onde for possível.

Se você quiser partir para o próximo nível da "academia" de linux, e se tornar um verdadeiro padawan, use o debian, use o slackware pra testar tb, gentoo, fedora e opensuse, q são as principais distros(na minha opinião), mas use o debian como principal, instale as outras em máquinas virtuais para teste. E depois instale o freebsd e o opensd, q é a superioridade em unix e código aberto, a maior desvantagem do *BSD é que não tem tantos aplicativos quanto o linux, mas tirando isso é superior.

[12] Comentário enviado por k33p em 27/11/2007 - 03:49h

creio que usar uma distro para pcs.. antigos seria melhor..

[13] Comentário enviado por k33p em 27/11/2007 - 03:50h

BSD só usaria em servidores.. pc desktop.. impossível..


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts