Tutorial de instalação LTSP 4.2 (Linux Terminal Server Project) no OpenSuSE 10.2

Apresento aqui um tutorial de instalação e configuração LTSP 4.2 para a distribuição OpenSuSE 10.2. Existem muitos tutoriais bons na internet sobre o assunto em questão, mas nada que explicasse de forma clara e objetiva a implantação do LTSP no SuSE 10.2 em questão.

[ Hits: 44.221 ]

Por: Alessandro Reale dos Reis em 08/03/2007


Introdução



Informações sobre o sistema:
  • Distro: OpenSuse 10.2
  • Pacote: LTSP 4.2 (www.ltsp.org)
  • Data: 15/02/2007

Instalação:

1) Acesse o site oficial do LTSP (www.ltsp.org)

No site oficial tem um link para a página de downloads, nessa página temos duas opções de pacotes, Ltsp-5 e Ltsp 4.2, até o momento desse tutorial a versão Ltsp-5 não estava suportando a distro do SUSE 10.2. A versão do LTSP que iremos utilizar é a versão 4.2.

Baixe o ltsp-utils (Red Hat/Fedora), que utilizaremos para baixar e instalar os pacotes necessários ao funcionamento do Ltsp.

ltsp-utils-0.25-0.noarch.rpm
http://ltsp.mirrors.tds.net/pub/ltsp/utils/ltsp-utils-0.25-0.noarch.rpm

2) Depois de efetuado o download do pacote ltsp-utils-0.25-0.noarch.rpm, vamos instalá-lo usando o comando abaixo:

# rpm -ivh ltsp-utils-0.25-0.noarch.rpm

3) Após instalar o pacote ltsp-utils, execute os procedimentos abaixo

a) Entrar em modo super-usuário:

$ su -

b) Executar o comando ltspadmim:

# ltspadmim

4) Quando executar o comando ltspadmim, será mostrada uma tela como apresentado abaixo:
ltspadmin - v0.17                          LTSP dir: /opt/ltsp-4.2

# nistration Utility

  Install/Update LTSP Packages
  Configure the installer options
  Configure LTSP

  Quit the administration program

5) Selecione a primeira opção do menu (Install/Update LTSP Packages) e pressione enter. Essa opção irá mostrar uma tela para selecionar os pacotes para baixar e instalar. Escolha a letra (A), que irá marcar todos os pacotes para serem instalados, e depois a letra (Q) para iniciar o download e instalação..

6) Depois de baixado e instalado os pacotes, selecione a terceira opção (Configure LTSP). Essa opção irá mostrar a seguinte menu:
ltspcfg v0.16       The Linux Terminal Server Project (http://www.LTSP.org)

  S - Show the status of all services
  C - Configure the services manually

  Q - Quit

Make a selection:

7) Vamos primeiro visualizar os serviços instalados, ativados e rodando. Para isso pressione a letra (S). A tela a seguir que irei mostrar é a tela do LTSP que implementei em minha empresa. Observe atentamente os Serviços (DHCPD, TFTPD, PORTMAPPER, NFS, XDMCP) todos eles devem estar instalados, ativados e rodando para que o LTSP funcione.
ltspcfg v0.16        The Linux Terminal Server Project (http://www.LTSP.org)

Interface IP Address      Netmask         Network         Broadcast        Used
eth0      192.168.0.231   255.255.255.0   192.168.0.0     192.168.0.255   <-----

Service    Installed   Enabled   Running   Notes
dhcpd      Yes         Yes       Yes       Version 3
tftpd      Yes         Yes       Yes       Has '-s' flag
portmapper Yes         Yes       Yes
nfs        Yes         Yes       Yes
xdmcp      Yes         Yes       Yes       gdm, kdm   Using: kdm

File                                Configured  Notes
/etc/hosts                          Yes
/etc/hosts.allow                    Yes
/etc/exports                        Yes
/opt/ltsp/i386/etc/lts.conf         Yes

Configured runlevel: 5         (value of initdefault in /etc/inittab)
   Current runlevel: 5         (output of the 'runlevel' command)

Installation dir...: /opt/ltsp

Press <enter> to return to the main menu...

8) Vamos agora configurar os serviços, pressione <enter> para voltar ao menu anterior. Escolha agora a letra (C) para começar a configurar os serviços. Um novo menu será visualizado:
ltspcfg v0.16       The Linux Terminal Server Project (http://www.LTSP.org)

  1 - Runlevel
  2 - Interface selection
  3 - DHCP configuration
  4 - TFTP configuration
  5 - Portmapper configuration
  6 - NFS configuration
  7 - XDMCP configuration
  8 - Create /etc/hosts entries
  9 - Create /etc/hosts.allow entries
  10 - Create /etc/exports entries
  11 - Create lts.conf file

  R - Return to previous menu
  Q - Quit

Make a selection: 

9) Antes de começar a executar os itens do menu acima, certifique-se que que os seguintes pacotes estejam instalados em seu sistema.

Vá até o Gerenciador de Pacotes do YAST e instale os seguintes pacotes: tftp, gdm, xdmbgrd, xorg-x11-libXdmcp, xorg-x11-libXdmcp-devel, kdebase3-kdm, yast2-tftp-server.

Um pacote também essencial para a instalação é o DHCP server, que baixei através do seguinte link:
10) Depois de ter instalados todos os pacotes mencionados acima,execute todas as opções do menu ltspcfg (De 1 a 11), confirmando com <enter> as opções defaults que são apresentadas.

11) Vamos agora criar os arquivos .conf para nosso Ltsp (ATENÇÃO: Em alguns tutoriais que encontrei na net diziam que tinha que ser incluído no filename o caminho /tftpboot, mas o dhcp não estava conseguindo ler o arquivo conforme explicações na net, a solução foi NÃO incluir esse /tftpboot antes do kernel, o exemplo que funcionou foi-> filename "/lts/vmlinuz-2.6.17.8-ltsp-1";

a) DHCP (/etc/dhcpd.conf)

# dhcpd.conf

ddns-update-style             ad-hoc;

option subnet-mask            255.255.255.0;
option broadcast-address      192.168.0.255;
option routers                192.168.0.231;
option domain-name-servers    192.168.0.231;
option domain-name            "seudominio.com.br";   # You really should fix this
#option option-128 code 128 = string;
#option option-129 code 129 = text;


get-lease-hostnames           true;
use-host-decl-names           on;

next-server                   192.168.0.231;
option root-path              "192.168.0.231:/opt/ltsp/i386";

subnet 192.168.0.0 netmask 255.255.255.0 {
   range   192.168.0.100   192.168.0.199;
   if substring (option vendor-class-identifier, 0, 9) = "PXEClient" {
      filename "/lts/2.6.16.1-ltsp-2/pxelinux.0";
   }
   else {
      filename "/lts/vmlinuz-2.6.17.8-ltsp-1";
   }
}

b) TFTP (etc/xinetd.d/tftp)

# service tftp
	{
        socket_type     = dgram
        protocol        = udp
        wait            = yes
        user            = root
        group           = nogroup
        server          = /usr/sbin/in.tftpd
        server_args     =  -s /tftpboot
        disable         = no
	}

c) NFS (/etc/export)

/opt/ltsp/i386            192.168.0.0/255.255.255.0(ro,no_root_squash,sync)
/var/opt/ltsp/swapfiles   192.168.0.0/255.255.255.0(rw,no_root_squash,async)

d) LTSP (/opt/ltsp/i386/etc)

[Default]
SERVER             = 192.168.0.231
XSERVER            = auto
X_MOUSE_PROTOCOL   = "Microsoft"
X_MOUSE_DEVICE     = "/dev/ttyS0"
X_MOUSE_RESOLUTION = 400
X_MOUSE_BUTTONS    = 2
X_MODE_O           = 800X600 40 800 840 968 1056 600 601 605 628 + hsync + vsync
X_HORZSUNC         = "60-70"
X_VERTREFRESH      = "50-160"
X_COLOR_DEPTH      = 16
X4_MODULE_01        = glx
USE_XFS            = N
SCREEN_01          = startx

12) Agora vamos dar permissão para o diretório /tftpboot para que qualquer usuário possa ter acesso o diretório.

# chmod 777 /tftpboot
# chown nobody:nobody -R /tftpboot


13) Depois de criados os arquivos exemplos acima, execute o comando ltspcfg para verificar se os serviços estão instalados e rodando corretamente.

14) Caso o seu XDMCP não consiga ser ativado pelo ltspcfg, verifique o arquivo e verifique se as linhas abaixo estão descomentadas: caminho-> /opt/kde3/share/config/kdm/kdmrc.

[Xdmcp]
# Whether KDM should listen to incoming XDMCP requests.
# Default is false

Enable=true
# The UDP port on which KDM should listen for XDMCP requests. Do not change.
# Default is 177
Port=177
# File with the private keys of X-terminals. Required for XDM authentication.
# Default is ""
#KeyFile=/opt/kde3/share/config/kdm/kdmkeys
# XDMCP access control file in the usual XDM-Xaccess format.
# Default is "/etc/X11/xdm/Xaccess"

Xaccess=/etc/X11/xdm/Xaccess

15) Vamos agora gerar o disque de boot para a estação:

Acesso o site www.rom-o-matic.net.

Escolha a release de sua preferência, a que utilizei foi a 5.4.2.

Em Choose NIC/ROM type: (escolher aqui o modelo da sua placa de rede)

Em Choose ROM output format: (escolher Floppy bootable ROM Image (zdsk)

Depois clique no botão GET ROM para gerar a imagem do arquivo de sua placa de rede.

Agora vamos gravar o arquivo gerado no disquete usando o comando:

# dd if=nomedaimagem of=/dev/fd0

Pronto! Espero que esse pequeno tutorial possa lhe ajudar.

Um abraço a todos.....

Reale
www.reale.com.br

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Distribuições Linux Para Computadores Antigos

Melhorando a experiência com Cinnamon no LMDE

Service Menus: Integrando scripts para conversão de áudio no Dolphin, Konqueror e Nautilus

Um pouco da história do Debian GNU/Linux

Configurando o Stardict com dicionário do Babylon

  
Comentários
[1] Comentário enviado por CABELO em 08/03/2007 - 16:19h

Gostei do artigo, Parabéns!

[2] Comentário enviado por pingus em 08/03/2007 - 20:16h

Muito Bom.

[3] Comentário enviado por calaff2 em 08/03/2007 - 20:49h

Muito bom cara!! Gosto do Suse!! parabéns para vc e para a Novell!

[4] Comentário enviado por natanaeltp em 28/03/2007 - 13:33h

Minha máquina cliente após carregar o PXE, carrega o modulo da placa de rede, mais dá erro no dhcpd ( kernel panic - not syncing: attempted to kill init!)
segue o laudo do meu ltsp

eth0 10.30.7.77 255.255.240.0 10.30.0.0 10.30.15.255
eth1 192.168.0.1 255.255.255.0 192.168.0.0 192.168.0.255 <-----

Service Installed Enabled Running Notes
dhcpd Yes no Yes Version 3
tftpd Yes Yes Yes Has '-s' flag
portmapper Yes no Yes
nfs Yes Yes Yes
xdmcp Yes no no xdm, gdm, kdm Using: none!

File Configured Notes
/etc/hosts Yes
/etc/hosts.allow Yes
/etc/exports Yes
/opt/ltsp-4.2/i386/etc/lts.conf Yes

[5] Comentário enviado por realereis em 28/03/2007 - 14:21h

Olá Natanael!

Analisando o seu laudo os servicos abaixos devem estar todos Instalados, Ativados e Rodando.


dhcpd Yes no Yes Version 3
portmapper Yes no Yes
xdmcp Yes no no xdm, gdm, kdm Using: none!

Verifique esses itens acima.

Até mais,

Reale

[6] Comentário enviado por joseslei em 22/03/2008 - 21:31h

Gostei do tutorial. Mas alguem sabe configurar o LTSP para dar o boot pela placa de rede?

[7] Comentário enviado por lucianopqd em 27/06/2008 - 08:59h

Amigo, vc está de parabéns no artigo, sendo que só faltou vc fazer uma referência no /etc/inetd.conf que é:
tftp dgram udp wait nobody /usr/sbin/tcpd /usr/sbin/in.tftpd -s /tftpboot

se a opção "-s /tftpboot" não estiver escrita na linha, ele não funciona.

[8] Comentário enviado por lucianopqd em 27/06/2008 - 09:02h

Como eu faço para que o terminal exiba a mesma tela de login que a máquina servidora exibe? e para força sempre resolução de 800x600 ?

[9] Comentário enviado por Pilantra em 10/09/2008 - 09:30h

Olá amigo.

Eu configurei certinho do jeito que você explicou no artigo. Inclusive quando eu dou o boot, ele encontra o gateway, só não encontra o arquivo ROM. Esse arquivo ROM gerado no diskete, tem que estar na minha máquina ou no servidor? Meu notebook não tem diskete e o leitor de DVD pifou, por isso estou optando pelo boot em rede.

[10] Comentário enviado por djcelsodub em 15/05/2012 - 21:23h

Show de bola o artigo.
Há tempos procurava algumm artigo que descrevesse corretamente a implementação. Fiz sobre CentOS rolou direitinho.

Parabens meu caro.

[]'s

Celso Faria
Americana/SP

[11] Comentário enviado por SlackPaula em 17/05/2014 - 17:09h

Daria certo os comandos que vc usou no OpenSUSE 13.1?


Contribuir com comentário