Trabalhando com shell e variáveis de ambiente

Este artigo contém informações sobre os interpretadores de comando do Linux, variáveis de ambiente locais e globais, criação váriaveis de ambiente, configuração dos arquivos /etc/profile, .bash_profile, /etc/bashrc, .bashrc e /etc/skel. Descreve a aplicação de aliases locais e globais e um pouco do comando history.

[ Hits: 270.657 ]

Por: Cristian Alexandre Castaldi em 05/04/2004


Interpretadores de linha de comando Unix



Os interpretadores de linha de comando são sistemas presentes para o administrador como um simples prompt, apresentado como um simples caracter. Fazendo uma analogia com o sistema DOS, podemos verificar que seu prompt é um C:\. O prompt do Linux também é conhecido como shell, ele é a interface entre o kernel do sistema e o usuário. Assim como o prompt do DOS, os shells do Linux também são representados por caracteres:

$ - Shell de um usuário comum;
# - Shell do superusuário root (administrador).

Além disso, existem vários tipos de shell, entre os quais podemos visualizá-los no arquivo /etc/shells com os seguintes comandos:

# cat /etc/shells
/bin/bsh
/bin/ash
/bin/bash
/bin/sh
/bin/ksh
/bin/tcsh
/bin/csh

ou

# chsh -l
/bin/bsh
/bin/ash
/bin/bash
/bin/sh
/bin/ksh
/bin/tcsh
/bin/csh

O shell padrão dos sistemas Linux é o /bin/bash. Para saber qual é o shell corrente do seu sistema digite o comando:

# echo $SHELL
/bin/bash

Para mudar o shell corrente, use o comando chsh e depois use o comando "echo $SHELL", veja o exemplo:

# chsh
Alterando o interpretador de comandos para o usuário root.
Novo interpretador de comandos [/bin/bash]: /bin/tcsh
Interpretador de comandos alterado.
# echo $SHELL
/bin/tcsh

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Interpretadores de linha de comando Unix
   2. Variáveis de ambiente
   3. O diretório /etc/skel, aliases e histórico
   4. Bibliografia
Outros artigos deste autor

Trabalhando com coringas, filtros e expressões regulares no shell

Instalando e configurando o servidor Samba

Autenticando usuários

Lynis: Sistema de auditoria e segurança para Linux

Criando, monitorando e terminando processos

Leitura recomendada

Instalando KDE 3.4 no Kurumin/Debian

Aplicações Windows em ambiente Linux com SeamlessRDP

LTSP no Debian 8

Construindo um servidor NFS usando o Insigne GNU/Linux

Minix 3.2.0 no ESXi 5.0 - Instalação usando o vSphere Client 5.0

  
Comentários
[1] Comentário enviado por butters em 06/04/2004 - 14:47h

legal sua dica....

[2] Comentário enviado por tiagoarcosta em 26/04/2005 - 13:29h

Boa tarde crildo.

Como faço para que os avisos de alerta, advertencia, etc. do bash sejem exibidas em portugues?

[3] Comentário enviado por tiagoarcosta em 26/04/2005 - 13:30h

E como faço para que o comando man tambem seje exibido em portugues. Onde localiza-se os arquivos de ajuda em Portugues do man?

[4] Comentário enviado por cordobel em 26/07/2009 - 06:36h

Muito obrigado por seu artigo.
Eu estava procurando como personalizar comandos ou criar atalhos para eles e aqui encontrei a resposta.
Lendo a sua orientação e comparando ela com a estrutura do Ubuntu 9.04 encontrei em meu diretório home o arquivo /home/~/.bashrc que você mencionou.
Não foi preciso muito esforço para alcançar o meu objetivo, bastou des-comentar algumas linhas e então pude habilitar atalhos como ll (é igual a ls - la, mencionado no artigo) que me fazia muita falta no Ubuntu pois sou muito acostumado com ele, que é presente nos servidores CentOS de minha empresa. E também já fiquei conhecendo novos comandos.
Mais uma vez, muito obrigado.

[5] Comentário enviado por s.martins em 02/02/2010 - 01:13h

Muito legal o Artigooo com certeza vai agregar conhecimentos para que eu passe no LPIC 1. Abraço!!!

[6] Comentário enviado por fmj1988 em 01/09/2011 - 00:07h

Boa noite crildo,

acredito que na pagina 2 onde tem escrito assim: "# export LINUX"
deva ser substituido por "$ export LINUX".

pois acredito que o exporte deva ser apenas para o usuario atual ou porque só conseguir fazer o camando após tirar o "sudo" do comando.

Boa noite a todos.
Att.
Felipe

[7] Comentário enviado por wldnet1 em 26/07/2016 - 11:46h

Muito esclarecedor me ajudou muito além de agregar mais o meu conhecimento.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts