Systemimager - O sistema de imagens do Linux

Neste artigo pretendo mostrar como configurar o systemimager, uma excelente ferramenta para automatizar a instalação do Linux em várias estações a partir de uma ou mais imagens disponibilizadas por um servidor na rede.

[ Hits: 55.019 ]

Por: Ivan Lucio da Silva em 05/01/2005


Definindo os clientes



Nossa última etapa consiste no comando addclients, responsável em definir a imagem para cada cliente sem a necessidade do arquivo local.cfg do disquete. Uma série de perguntas serão feitas ao digitar o comando, iremos explicá-las a medida que forem aparecendo.

Execute o comando:

# addclients

O comando é dividido em três seções, sendo a primeira referente ao nome dos hosts, segue abaixo um exemplo de respostas possíveis:

What is your domain name? []: imagem.com
What is the base host name that you want me to use? []: teste
What number should I begin with? []: 101
What number should I end with? []: 200

O que estou informando aqui é que o nome dos meus hosts vão ser do teste101.imagem.com ao teste200.imagem.com, totalizando neste caso 100 imagens possíveis.

A segunda seção irá perguntar qual imagem as máquinas acima irão usar, aparecendo para você o nomes das imagens disponíveis. Como eu só tenho a teste, basta confirmar.

Here is a list of available autoinstall scripts:

teste

Which script would you like these hosts to be installed with? [teste]:

O que o addclients está fazendo agora é dentro do diretório /var/lib/systemimager/scripts criando links simbólicos com os nomes das máquinas apontando para um script chamado teste.master, que contém todas as informações do processo de restauração da imagem teste, dessa forma indicando qual imagem essa maquina deve usar.

Na terceira seção será definido os IPs dos clientes criados, para que quando nosso cliente pegue um IP, ele possa transformar num nome de máquina e assim saber qual imagem ele deve usar. Essa informação é colocada no seu /etc/hosts.

The first host in subnet 1 will be: teste101
What is the starting IP address for subnet []: 192.168.0.101
What is the ending IP address? []: 192.168.0.200
I will work with IP addresses:
192.168.0.101 through 192.168.0.200

Como tenho 100 clientes definidos antes, preciso colocar um range de ao menos 100 IPs aqui, do contrário existirão máquinas não definidas. Para facilitar meu gerenciamento escolhi os números IPs equivalentes ao nome de minhas máquinas.

Finalizado o comando, cuidemos agora de nosso servidor DHCP. Execute:

# mkdhcpserver

Novamente uma série de perguntas, responda com as opções defaults, e a com as que correspondem as configurações de seus clientes. Terminado o comando você já tem um servidor de imagens pronto para entrar em ação, agora sem a necessidade do disquete, ou ao menos do arquivo local.cfg.

Note que você pode usar simplesmente o DHCP, sem a necessidade do servidor de boot, para não ter que usar o arquivo local.cfg, basta apenas instalar o pacote dhcp3-server e suprimir a seção de boot remoto. Com isso você precisará de um modelo de disquete apenas, que servirá para todas as estações.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalando o systemimager
   3. Restaurando uma imagem
   4. Servidor de boot remoto
   5. Definindo os clientes
   6. Comandos adicionais
   7. Considerações finais
Outros artigos deste autor

Abrindo os logs automaticamte em consoles e monitorando-os pelo browser

Implementando um Linux Terminal Service (LTS) no Debian

file-rc - gerenciando a inicialização de serviços

Leitura recomendada

Consumo de link com Cacti

Arapuca - Expandindo as funcionalidades do FreeRADIUS

Gravando CDs em modo texto

NagiosVision: Tem humanos perto do seu servidor

NGINX Open Source com Balanceamento de Carga e Persistência de Sessão

  
Comentários
[1] Comentário enviado por MacRoney em 05/01/2005 - 11:34h

vc dá aula de Linux e é do RJ ?

[2] Comentário enviado por y2h4ck em 05/01/2005 - 22:44h

Gostei do artigo, muito legal, não conhecia essa ferramenta.

[3] Comentário enviado por hervallemos em 06/01/2005 - 19:40h

salve salve companheiros!
gostaria de saber se este software pode ser utilizado para instalação de estações windows...???

[4] Comentário enviado por carvalhe em 01/04/2005 - 14:40h

Reforçando, podemos utilizar esta ferramenta para baixar imagens ntfs?

[5] Comentário enviado por coffnix em 31/03/2006 - 04:10h

nunca tinha visto...


pode se dizer q é um "ghost for linux"

hehehe
flw e parabéns

[6] Comentário enviado por mleite64 em 12/02/2007 - 09:53h

Olá tudo bem. gostei do artigo, fiz tudo só não consigo criar o disquete, ele sempre retone o seeguinte erro

Couldn't copy /usr/share/systemimager/boot/i386/nti3_img/initrd.img to /tmp/.autoinstalldiskette.4864!

se puder ajudar agradeço

um abraço
Marcelo

[7] Comentário enviado por [email protected] em 26/05/2007 - 13:27h

galera adiquerem o linux a muito mas vantagens enquanto o criador da microsoft esta ganhando dinheiro atras das nossaa costas o microsoft original e quase 600 reais eo linux n pagamos nada e o linux e melhor
OBS:se vcs adiquerem o linux vcs vam ver a difefença
OBS:o meu e-mail e [email protected]
valeu

[8] Comentário enviado por fmendes em 04/12/2007 - 11:47h

Ola para todos, bacana o artigo. Estava fazendo uns testes aqui e estou com o mesmo problema do mleite64, alguem pode dar uma força.

Valeu!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts