Subversion - Controle de versão de documentos

Este artigo apresenta um modelo de implementação em Linux para controle e versionamento de arquivos. Após explicar os conceitos envolvidos, é destacado o procedimento de instalação e alguns exemplos de uso.

[ Hits: 77.623 ]

Por: Daniel de Souza em 24/08/2007


Resumo



Este artigo apresenta um modelo de implementação em Linux para controle e versionamento de arquivos. Após explicar os conceitos envolvidos, é destacado o procedimento de instalação e alguns exemplos de uso.

A idéia consiste em organizar um repositório central onde os usuários de uma rede local podem colocar arquivos e determinar as operações a serem feitas para o controle da versão. Este documento é um trabalho de aula do concentrado de Linux Avançado, sendo meu objetivo criar maior intimidade com o uso do sistema Linux.

Este artigo pode ser uma idéia inicial para um trabalho mais completo, onde um portal em PHP poderia servir as páginas para os usuários controlarem seus documentos, tipo como faz o Share Point da M$.

Introdução

Controle de versão é a arte de gerenciar mudanças em informações. Ele tem sido uma ferramenta útil para programadores, que gastam seu tempo fazendo mudanças pequenas em software. Mas a utilidade do software de controle de versão se estende muito além dos limites do mundo do desenvolvimento de software. Em qualquer lugar que você encontrar pessoas usando computadores para gerenciar informações que mudam com freqüência, há espaço para utilizarmos controle de versão na coleção de arquivos.

Portanto não é destinado apenas aos programadores de sistemas de computador, mas aos que utilizam arquivos em geral e necessitam de um controle adicional para as alterações realizadas. Para exemplificar, utilizaremos o sistema chamado Subversion neste artigo.

O que é Subversion?

Subversion é um sistema de controle de versão livre/open-source, com objetivo de gerenciar arquivos e diretórios ao longo do tempo. Esses arquivos ficam armazenados em um repositório central sob o cuidado desse sistema. Esse repositório se parece muito com um servidor genérico de arquivos, exceto que todas as mudanças feitas em seu conteúdo são devidamente registradas. Além de você ter sempre a versão mais atual disponível, o sistema permite recuperar versões antigas dos seus dados, examinar o histórico para saber que modificações foram feitas ou ainda, quem executou a alteração.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Resumo
   2. Conceitos de compartilhamento de arquivos
   3. Instalando o Subversion
   4. Conceitos, informações relevantes e preparação de repositório
   5. Exemplos de uso
   6. Conclusões
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Recuperando senha de administrador Windows NT/2000/XP/ com o Slax e Captive

Linux - Sistema de arquivos

Armazenamento de arquivos em Linux: um estudo de caso

Configuração do Autofs

Visão geral sobre o Raid

  
Comentários
[1] Comentário enviado por wolneysp em 24/08/2007 - 09:44h

Excelente... eu estava precisando muito de uma solução alternativa do M$ Sharepoint que fosse em Linux é Claro!!!

Parabens pelo Artigo...

[2] Comentário enviado por arauto em 26/08/2007 - 11:21h

Parabéns pelo artigo, ficou muito bom. Atualmente utilizo o CVS e o seu artigo ajudou a conhecer um pouco do SUBVERSION.

[3] Comentário enviado por sidicdia em 26/08/2007 - 17:24h

Bem esclarecedor o artigo. Já utilizo o SubVersion para o controle de versionamento de software na empresa, é uma ferramenta excelente tanto para o versionamento de software tanto quanto o controle de documentos diversos.

[4] Comentário enviado por jakson_kiko em 28/08/2007 - 17:41h

Parabens, muito bom seu artigo!!!!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts