Sistema de boot, níveis de execução e shutdown

Este artigo trata do sistema de boot, níveis de execução e shutdown. Nele você encontrará as seguintes informações: gerenciadores de boot, enviando parâmetros para os módulos do kernel, mensagens de boot, níveis de execução, processo init, reinicialização e desligamento seguro, corrigindo problemas no processo de boot. Espero que ajude a comunidade. Obrigado!

[ Hits: 67.734 ]

Por: Cristian Alexandre Castaldi em 27/06/2006


Gerenciadores de Boot



Nesse tópico falaremos sobre dois gerenciadores de boot, o Lilo (Linux Loader) e o Grub (Grand Unified Bootloader), que são responsáveis pela carga do Kernel do Linux e de outros sistemas operacionais.

2.1. Lilo


O Lilo é o gerenciador de boot mais popular para Linux ele é o padrão para a maioria das distribuições. Geralmente ele é instalado na MBR do Hard Disk, mas também pode ser instalado em uma outra partição primária.

2.1.1. lilo.conf


Agora que nós já sabemos quem é o Lilo, vamos meter a mão na massa e analisar o seu arquivo de configuração o /etc/lilo.conf, este arquivo é dividido em duas sessões: Geral e Imagens. A sessão Geral é responsável pelas opções que inicializarão o Lilo e pelos parâmetros que serão passados ao kernel.

A sessão Imagens é responsável pelas opções que identificam a partição que contém o sistema operacional, montagem inicial do sistema de arquivos, tabela de partição, arquivo que será carregado na memória para inicializar o sistema etc. Abaixo um exemplo de configuração com apenas um sistema operacional instalado.

# cat /etc/lilo.conf

boot=/dev/sda
root=/dev/sda3
install=/boot/boot-menu.b
map=/boot/map
delay=20
vga=normal
lba32
   image=/vmlinuz
   label=Linux
   read-only
   #  restricted
   #  alias=1

Logicamente que o seu arquivo /etc/lilo.conf pode estar diferente desta configuração e por isso antes de continuar faça um disquete de boot.

# mkboot

Teste o disquete para ver se o Linux carrega o sistema através dele, se tudo der certo vamos configurar o lilo.conf para que ele tenha um prompt, senha de acesso e que o usuário possa escolher em inicializar um sistema Linux ou outro qualquer.

O primeiro passo é renomear o arquivo de lilo.conf para lilo.conf.OLD.

# mv /etc/lilo.conf /etc/lilo.conf.OLD

Agora vamos criar um novo arquivo de configuração para o Lilo, explicando cada parâmetro adicionado.

# vi lilo.conf

Geral:
  • boot=/dev/hda1 - Especifica o nome do dispositivo de disco ou partição onde será gravado o setor de partida do Lilo. Caso essa entrada seja omitida, o setor de partida do Lilo será gravado na partição raiz.
  • install=/boot/boot-menu.b - Especifica a localização do arquivo do setor de boot.
  • map=/boot/map - Especifica qual arquivo mapa será usado, por padrão usa-se /boot/map.
  • default=Linux - Especifica qual imagem de boot será carregado por padrão pelo lilo.
  • lba32 - Permite boot em discos com mais de 1024 cilindros.
  • delay=20 - Especifica o tempo de espera que o Lilo deve esperar antes de inicializar a primeira imagem do disco, se esta opção for omitida ele carrega a imagem definida na opção default.
  • prompt - Fornece uma linha de comando no qual o usuário pode escolher qual imagem de sistema deseja carregar ou passar parâmetros para o kernel.

Imagens:
  • image=/vmlinuz - Especifica o dispositivo que contém a imagem do kernel.
  • root=/dev/hda1 - Especifica a partição onde a imagem vmlinuz está localizada.
  • label=linux - Especifica o nome da imagem de boot no menu.
  • read-only - Especifica que a partição onde a imagem está localizada será montada inicialmente como somente leitura.
  • password=senha - Especifica uma senha para a imagem de boot.
  • other=Windows - Especifica que outro sistema operacional será carregado.
  • table=/dev/hdc - Especifica onde está contida a tabela de partições do dispositivo.

O arquivo editado no vi ficará assim:

# Configurações Gerais

boot=/dev/hda1
install=/boot/boot-menu.b
map=/boot/map
default=Linux
lba32
delay=20
prompt

# Configurações de Imagens

image=/vmlinuz
   root=/dev/hda1
   label=Linux
   read-only
   password=senha

other=/dev/hdc1
   table=/dev/hdc
   label=Windows
   password=senha

Salve o arquivo e execute o seguinte comando no prompt para instalar o gerenciador de boot:

# lilo

Reinicie o sistema, aparecerá o menu do lilo, caso alguma coisa dê errado use o disquete de boot criado anteriormente e analise o que está ocorrendo. Lembre-se que você poderá retornar a sua configuração antiga apenas renomeando o arquivo lilo.conf.OLD para lilo.conf e depois executar o comando lilo para salvar as configurações.

2.2. Grub


O Grub (Grand Unified Boot Loader) é outra opção de gerenciador de boot adotado como padrão em outras distribuições, podemos citar Red Hat, Fedora, Conectiva etc. Comparado com o Lilo ele é bem mais flexível, funcional e poderoso podendo carregar vários tipos de sistemas operacionais.

A sua instalação e configuração relatarei em um próximo artigo, pois ainda não tenho uma boa experiência com esse gerenciador de boot. Porém ficar a cargo de sua pesquisa consultar o seguinte documento www.gnu.org/software/grub/manual/grub.pdf.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Gerenciadores de Boot
   3. Enviando parâmetros para os módulos do kernel
   4. Visualizando mensagens de boot e entendendo os níveis de execução e o processo init
   5. Reinicialização e desligamento seguro do sistema
   6. Corrigindo problemas no processo de boot
   7. Bibliografia
Outros artigos deste autor

Criando, monitorando e terminando processos

Gerenciando quotas de disco

Lynis: Sistema de auditoria e segurança para Linux

Trabalhando com coringas, filtros e expressões regulares no shell

Trabalhando com shell e variáveis de ambiente

Leitura recomendada

Desktop 3D - XGL + Compiz + KDE

Instalando o Zabbix no CentOS

Configuração de CDRW

Boot Remoto (LTSP) sem servidor DHCP

Instalando Zabbix no Debian Lenny

  
Comentários
[1] Comentário enviado por diegotosco em 27/06/2006 - 22:36h

Muito bom artigo, já é um de meus favoritos. Particulamente, gostei da sessão 4. Também concordo com a inclusão da bibliografia utilizada, é de grande ajuda.

Valew

[2] Comentário enviado por PCMasterPB em 28/06/2006 - 09:08h

Faltou só falar mais sobre o GRUB, mas tirando isto tá muito o artigo, parabéns.

[3] Comentário enviado por thelinux em 28/06/2006 - 13:18h

Parabéns! Bom mesmo. Sucesso a você.

[4] Comentário enviado por math em 28/08/2006 - 08:01h

Parabéns pelo artigo

[5] Comentário enviado por demoreaux em 12/01/2007 - 08:29h

Muito bom o artigo

[6] Comentário enviado por willian.amaral em 08/09/2008 - 08:56h

Olá pessoal,
Sou novo no slack e estou apanhando um pouco..rsrs
Bem ... preciso passar o parametro irqpoll para o módulo do kernel (porque existe conflito de interrupção entre duas placas de rede, 3com e realtek).
Toda vez que ligo o pc preciso passar esse parametro na tela do lilo. Como faço pra isso ficar automaticamente? como escrevo a linha no arquivo modules do etc?
Obriogado.....

[7] Comentário enviado por arjolafe em 11/09/2008 - 17:26h

O artigo despertou o meu interesse. Tenho uma maquina que não da boot pelo pendrive. Gostaria que o autor ou quem possua um, disponibilizasse pelo site uma imagem de um disquete que passe o boot para o pendrive.
Tenho certeza que estaria realizando o sonha de milhares de usuarios como eu.
saudações


Contribuir com comentário