SSH - Uma breve abordagem

Como o primeiro de uma série (assim eu espero), este material é indicado para aqueles que querem aprofundar um pouco mais no mundo Linux, não ficando apenas no desktop. Neste trabalho trato dos conceitos básicos do SSH, configuração e utilização.

[ Hits: 77.467 ]

Por: Oscar Costa em 17/05/2005 | Blog: http://blog.openarch.com.br


Introdução teórica



A segurança em redes de computadores é um fator que nunca pode ser deixado de lado ou em segundo plano. Mesmo programas como navegadores de Internet, ou leitores de e-mail já utilizam criptografia para realizar transações que são consideradas sigilosas.

Desta forma, considerando que um serviço de login remoto é utilizado na maioria das vezes para fazer configurações em máquinas ou servidores que estão fisicamente difíceis de serem alcançadas, seja por questão de distância ou por questão de urgência da realização do serviço.

Este tipo de serviço certamente necessitaria de um bom nível de segurança, pois informações sigilosas a respeito de configuração podem estar trafegando por este canal de comunicação que ser formou com o login remoto.

Um dos meios mais seguros de realizar tal serviço é através do SSH (Secure Shell), pois ele utiliza criptografia com chaves privadas e públicas, que permite autenticação e transmissão de dados criptografada, o que dificulta o roubo de senhas e informações sigilosas por pessoas conectadas em modo promíscuo na rede.

Outro motivo para a utilização do SSH é sua portabilidade, ou seja, o SSH é suportado por diversas plataformas, incluindo: Unix, Linux, BSD, Windows, Solaris, Mac/OS e muitos outros SO's.

SSH (Secure Shell)


O serviço SSH, como a maioria dos serviços de rede em Linux, utiliza um lado servidor e um lado cliente. Mas para o ssh é interessante que em uma mesma máquina existam os dois lados do serviço configurados, pois o ssh se destina na maioria das vezes para configuração remota via terminal.

Para a realização deste trabalho foi estudado o OpenSSH, mais utilizado em sistemas BSD e Linux. Mas nada impede que este trabalho possa ser utilizado para configuração de outros programas de ssh, como o ssh ou o freessh.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução teórica
   2. Servidor SSHD (daemon)
   3. Exemplo de configuração
   4. Cliente SSH
   5. ssh-keygen
   6. Utilização
Outros artigos deste autor

O Kerberos não é um cachorro de 3 cabeças!

Automatizando a montagem de partições Windows (FAT e NTFS) no Linux

A teoria por trás do firewall

Leitura recomendada

Segurança em seu Linux

Instalação do Freeradius com suporte a EAP-TLS e PEAP-TTLS MSCHAPv2 no Ubuntu

Adicionando baterias automotivas extras em nobreaks

Servidor de logs em Debian Linux

Ferramentas de administração remota

  
Comentários
[1] Comentário enviado por creator em 18/05/2005 - 07:57h

artigo muito fino cara... valeu...

[2] Comentário enviado por newloran2 em 18/05/2005 - 08:31h

Um artigo muito bom.
Gostei mesmo! Continue assim.

[3] Comentário enviado por lucas_hc em 18/05/2005 - 10:46h

Ae mano, mto bom!! Zó?

[4] Comentário enviado por kandrus em 20/05/2005 - 18:53h

Parabéns pelo artigo muito bom

[5] Comentário enviado por Psycho_DarknesS em 22/05/2005 - 11:44h

Parabens otimo artigo!

[6] Comentário enviado por donald_duck em 23/05/2005 - 01:50h

Artigo legal. Meio técnico e meio informativo. Só a parte de scp já vale o ingresso...

[7] Comentário enviado por agk em 02/06/2005 - 14:20h

Parabéns, excelente artigo, bem didático e de fácil entendimento até para os mais novatos no linux. Lembro quando comecei a utilizar o ssh pela primeira vez foi difícil encontrar informações de fácil entendimento como nesse artigo, o que me ajudou muito mesmo foram as man pages do open ssh.

[8] Comentário enviado por aaudrei em 05/10/2005 - 15:09h

Muito legal o seu artigo cara, parabens!!!!

[9] Comentário enviado por pitt3r_p4rk3r em 14/12/2005 - 15:44h

Queria apenas parabenizar pelo artigo... que abre novos caminhos a quem está começando agora neste novo Mundo... onde a cada dia... quando pensamos saber 1 pouco, vemos que o pouco que sabemos não é nada perto do tanto a se conhecer...

[10] Comentário enviado por laerciosr em 28/08/2006 - 11:01h

GOSTARIA DE SABER COMO FUNCIONA O SSH TIPO SERVIDOR TERMINAL, O QUE FUNCIONA NO TERMINAL QUANDO CONECTADO NO SERVIDOR, CASO O TERMINAL TRAVE TENDO QUE RESETAR, O QUE ACONTECE COM O SISTEMA QUE ESTOU TRABALHANDO, QUE VELOCIDADE TRABALHA O TERMINAL, GOSTARIA DE SABER ESSES E MAIS DETALHES.

[11] Comentário enviado por demattos em 05/09/2006 - 20:27h

Bom, gostei do artigo, estou iniciando com o linux agora e estava procurando sobre isto mesmo, muitos dos artigos aqui postados foram colocados em pratica e fumcionaram perfeitamente, e para finalizar o commando scp foi muito util
ate

valeu


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts