SOCKS - Acessando Hosts remotos via OpenSSH

Achei interessante compartilhar as configurações que realizei recentemente para viabilizar, em minha casa, o acesso a
Hosts remotos via SSH no meu prédio. Lá, como em muitos prédios, o acesso à Internet está vinculado a um acesso de
Banda Larga compartilha pelo prédio inteiro usando um Proxy. As tecnologias envolvidas foram o Tor, Squid, connect.c e o
OpenSSH/PuTTY.

[ Hits: 12.976 ]

Por: Alexandre de Jesus Marcolino em 06/04/2012 | Blog: http://blog.marcolino.com.br/wordpress/


Introdução e TOR



Introdução

Meu sistema é um notebook Samsung com openSUSE 12.1 64bits.

Tenho uma estação de desenvolvimento instalado e, portanto, não sei dizer ao certo, quais bibliotecas e de quais pacotes você vai precisar para compilar o 'connect.c', já que ele compilou sem problemas, apenas com o perfil Desenvolvimento Kernel instalado.

Em meu prédio, existe uma estrutura hierárquica de Proxys Squid com autenticação em Active Directory.

Você vai precisar do Script 'connect.c', que pode ser baixado em:
Eu parto do princípio que você já tem o pacote "sshd" instalado e configurado no seu Sistema.

Tor - Navegação anônima e livre

O Tor é um software que protege os seus dados e navegação na Internet, utilizando um cadeia de Hosts na Internet para tornar seu acesso anônimo, aumentando a segurança e diminuindo, a quase zero, a rastreabilidade de sua conexão na Internet.

Isto é extremamente útil para profissionais de T.I. que necessitam de liberdade para trafegar na Internet.

Outro ramo de atividade, que se beneficia muito, é o da Comunicação ( Jornalistas, Escritores, Blogueiros, etc ) quando estão em lugares do planeta onde a liberdade de expressão é reprimida.

O site oficial do projeto Tor é: http://www.torproject.org

A. Instalando o binário do Tor

Por se tratar de uma tecnologia estável, já existe a algum tempo pacote produzido para a distribuição openSUSE. E ele continua sendo mantido e atualizado na versão 12.1!

Nesta distribuição, o comando para ter instalado o pacote Tor é:

# zypper in tor

Ele irá calcular as dependências, responda 'yes' quando solicitado, e SEJA FELIZ!

B. Ajustando o arquivo de configuração do Tor

O ajuste do "torrc" é simples, você irá apenas apontar qual a porta do Squid e qual será a porta que ele deverá usar para suprir o serviço de SOCKS5.

O arquivo "/etc/tor/torrc" deverá ficar assim:

voidDiskWrites 1
ControlPort 9050
ControlPortWriteToFile ./Data/Tor/port.conf
DataDirectory ./Data/Tor
DirReqStatistics 0
GeoIPFile ./Data/Tor/geoip
HTTPProxy 127.0.0.1:3128
HTTPSProxy 127.0.0.1:3128
Log notice stdout
SocksListenAddress 127.0.0.1
SocksPort 9090


* Destaque para o '127.0.0.1': Isto quer dizer que seu serviço SOCKS só estará sendo escutado para programas que estão rodando em sua máquina, e não divulgados para sua rede, OK!

A porta que será usada para o serviço SOCKS5 é a 9090.
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução e TOR
   2. Squid Proxy - Connect - OpenSSH
Outros artigos deste autor

Tutorial de Instalação do ClamAV - Anti-vírus open Source

Configurando um arquivo de zona

Configurando BIND 9 + chroot sem mistérios

Criando VPNs entre servidores Linux sem mistérios (parte I)

Autenticando o Speedy Business automaticamente em firewalls Linux

Leitura recomendada

EyeOS - Mini Sistema Operacional nas Nuvens

Navegando na internet com (mais) segurança usando extensões no Mozilla/Firefox

Conectando computadores Linux e Windows através de "rede local via internet"

Network Mapper - Nmap

Warsaw no Fedora 28 funcionando - Internet Banking

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts