Referências ou ponteiros em PHP

Referências, em PHP, significa acessar o mesmo conteúdo de variável através de vários nomes. Porém é comum ouvir erroneamente a expressão "uso de ponteiros" em PHP, o que por sua vez não chega nem a ser parecido como os ponteiros em C: temos em PHP apelidos numa tabela simbólica (em C endereço de memória).

[ Hits: 51.461 ]

Por: Ragen Dazs em 07/11/2003 | Blog: http://www.orkut.com


O que referências fazem



Referências PHP permitem fazer duas variáveis se referirem ao mesmo conteúdo.

A analogia mais próxima é a dos arquivos e seus nomes em sistemas UNIX: nomes de variáveis são o caminho completo dos arquivos, enquanto o conteúdo da variável são os dados desse arquivo. Assim, referências pode ser tomadas como os links físicos dentro do sistema de arquivos UNIX. Ou seja:

<?php
   $a = &$b;
   // aqui $a e $b apontam para a mesma variável.
?>

Logo $a e $b são completamente iguais aqui, mas não porque $a está apontando para $b ou vice-versa, mas sim porque $a e $b apontam para o mesmo lugar.

A mesma sintaxe pode ser utilizada com funções que retornam referências e com o operador new (a partir do PHP 4.0.4):

$bar = & new fooclass();
$foo = & find_var ($bar);

Porém vale lembrar que a NÃO utilização do operador & causará a cópia do objeto. Se você utiliza $this em classes, ele operará na instância atual do objeto. A assimilação sem & irá copiar a instância (o objeto em si) e $this irá operar na cópia, podendo não ser esse procedimento sempre desejável. Normalmente você precisará trabalhar com uma instância única, seja por motivos de performance ou de consumo de memória.

Você pode utilizar o operador @ para esconder quaisquer erros em construtores na forma @new, mas isto não funciona quando utilizada a instrução &new. Esta é uma limitação da Zend Engine e irá gerar um erro de interpretação (parser error).

A segunda coisa que referências permitem é passar variáveis por referência. Isto é feito marcando uma variável local de uma função e a variável do escopo chamador como referências ao mesmo conteúdo. Exemplo:

<?php
function foo (&$var)
{
    $var++;
}

$a=5;
foo ($a);

echo $a;
?>

Isso fará que $a seja 6. Isto acontece porque na função foo a variável $var se refere ao mesmo conteúdo que $a.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que referências fazem
   2. O que as referências não são
   3. Passagem por referência
   4. Retornando referências
   5. Destruindo referências
   6. Conclusão
Outros artigos deste autor

Verdades e mentiras sobre tecnologias WEB

XSS - Um exemplo de ataque

PHP 6.0 - Você está pronto?

Warcraft 3 - Eurobattle.net

O comércio eletrônico e o Linux

Leitura recomendada

Criando um sistema de banners rotativos em PHP

PEAR - Utilizando classes prontas e documentadas no PHP

Paginação de resultados em PHP/MySQL

Como programar com OOP em PHP, uma classe simples

Utilizando PHP e Apache para desligar um Ubuntu

  
Comentários
[1] Comentário enviado por salvini em 02/03/2007 - 11:51h

Excelente artigo! Vejo ponteiros sendo muito usados em C e não em PHP... Mas sem dúvida é muito util!

[2] Comentário enviado por thiagop em 09/07/2007 - 11:23h

Boa, boa boa! :)


Contribuir com comentário